15º

Greve na Petrobras pode encerrar nesta quarta-feira no PR

Uma assembleia no início da tarde vai definir se a nova proposta será aceita.

23/10/13 às 08:58   |  Redação Bem Paraná, com assessoria

A greve dos trabalhadores da Petrobras pode ser encerrada nesta quarta-feira (23). O Conselho Deliberativo da Federação Única dos Petroleiros (FUP) indicou a aceitação da nova proposta, apresentada na madrugada de hoje pela empresa, e a suspensão da greve. Para avaliar a recomendação, o Sindicato dos Petroleiros do Paraná e Santa Catarina realiza assembleias na manhã de hoje em frente a todas as unidades representadas, e às 14 horas na sede de Curitiba e nas regionais sindicais de Paranaguá, São Mateus do Sul e Joinville.

Segundo a nova proposta não haverá retaliações e punições contra os grevistas. Dentre os principais avanços citados pela FUP, estão o reajuste de 8,56% na RMNR (Remuneração Mínima por Nível e Regime), que significa um ganho real entre 1,82% e 2,33%. Antes da greve, o reajuste proposto pela Petrobrás era de 7,68%. O ganho real arrancado pelos petroleiros na luta é superior, por exemplo, ao dos metalúrgicos e ao dos bancários, mesmo após 20 dias de greve.

Ainda segundo a Federação, a proposta também garantiu avanços para os aposentados e pensionistas, como a isonomia dos três níveis salariais recebidos pela ativa nos acordos de 2004, 2005 e 2006. Antes da greve, a proposta da Petrobrás era de remeter essa reivindicação para uma comissão se posicionar em 180 dias. A nova proposta garantiu o pagamento dos níveis para todos os aposentados e pensionistas com ações transitadas em julgado.

Ainda são citados a reformulação do benefício farmácia, que passará a custear integralmente os medicamentos para todos os petroleiros, inclusive das subsidiárias.

Publicidade
0 Comentário