Menino atacado por tigre teve braço amputado na altura do ombro

31/07/14 às 09:28 - Atualizado às 16:41 Redação Bem Paraná com informações da RPCTV

O menino de 11 anos, que foi atacado pelo tigre, no zoológico de Cascavel, no Oeste do Paraná, precisou amputar o braço, na altura do ombro. As informações são do Hospital Universitário (HUOP), para onde ele foi encaminhado em estado grave pelo Corpo de Bombeiros. 

De acordo com as informações da RPCTV, o garoto invadiu a área de segurança com o pai, próximo à grade do animal. Ele foi mordido no braço quando tentava alimentar o felino.

O pai da criança foi detido e levado para a delegacia para prestar depoimento. Após conversar com os policiais, o homem foi liberado.

Segundo a Polícia Civil, a criança mora em São Paulo e veio passar férias na casa do pai. Ele voltaria na quinta-feira (31) para a casa da mãe.

A Prefeitura de Cascavel divulgou a seguinte nota sobre o acidente:

A veterinária Gladis Dalmina, funcionária do Zoológico de Cascavel, confirmou que na tarde de hoje (30) aconteceu um acidente envolvendo uma criança de aproximadamente 11 anos, que ultrapassou a grade de segurança da jaula e foi atacada por um felino, o Tigre Hu.

Segundo integrantes da equipe de cuidadores, o menor foi incentivado pelo próprio pai a correr em volta da jaula, dentro da grade de proteção, provocando o animal. O pai ignorou todas as placas de alerta para evitar se aproximar do local e não ouviu apelos de quem o observava para cessar a brincadeira.

Populares que assistiam à cena, gravaram a movimentação e avisaram os responsáveis, contrariados com o comportamento do pai da criança.

Em certo momento, o menino teria colocado o braço entre as grades, quando foi atacado pelo tigre. O Siate foi chamado e providenciou o atendimento e a remoção da criança ao Hospital Universitário, onde recebe os cuidados.

7 Comentários

Você precisa acessar o seu perfil para comentar nas matérias.

Ane Caroline
Só acho que o pai deveria ser preso por causa de falta de atenção e incentivar a criança a ficar em volta da grade de proteção sabe que o felino é perigoso ... O menino poderia estar morto por causa do pai ... Por sorte só teve o braço amputado ... E o felino Hu vai ser sacrificado ... Queria que o pai estivesse no lugar do tigre pra ser sacrificado ;)
carmen
Nossa como é que um débil mental deste pode cuidar do filho.Cadeia é pouco pra ele, deixar o filho desta idade fazer o que quer.Agora quero ver a cara dele ao olhar a vida inteira o braço do filho.Dizer NÃO para um filho também é sinal de amor.Tomara que aprende com o erro.
Thais
Acho que primeiramente esse pai têm que se tratar, passar por um psiquiatra sei lá, porque só um louco para ver o próprio filho brincando com um animal perigoso de instinto selvagem e deixar por isso mesmo. Não se fazem mais pais como antigamente. Ele teria que ser preso, sei lá, uma pena de morte ainda é pouco, uma pessoa que não sabe nem cuidar do próprio filho, não presta pra nada.
maria de lourdes
Esse pai,virara um homem de verdade,ou desengonça de vez,aquele ditado antigo,os filhos são espelhos dos pais,tai é verdade,os dois são descompensados.que pena!!!!!!!!!! um débil cuidando do outro.
maria de lourdes
tenho pena de um homem desse,terás q olhar pro resto da vida para a sua triste história,sua horrorosa, omissão, e o pior seu eterno remorso, um homem desse precisa de cadeia? não,ele precisa de cuidar dia dia desta criança da hora q levanta ate se deitar.
guadalupe
ÊSSE PAI,TEM DE SER PUNIDO,É CULPADO.O ANIMAL ESTAVA NO LOCAL DELE,AINDA TINHA TELA PROTETORA.O PAI NÃO ESTAVA NEM AÍ.
Coelho
Se ferrou mané.
Blogs
Ver na versão Desktop