Licença

20/03/15 às 00:00

A esposa do empresário Luiz Abi, Eloiza Pinheiro, pediu licença do cargo de vice-presidente da Sercomtel – companhia telefônica de Londrina que tem a Copel como uma de suas sócias. Ela alegou questões pessoais para se afastar temporariamente do posto. Abi – que é primo do governador Beto Richa – foi preso na última segunda-feira pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) do Ministério Público Estadual (MP) sob a acusação de envolvimento em fraude de licitação para contratação de uma empresa que faz a manutenção de veículos do governo na região de Londrina. Segundo a investigação, a empresa Providence, contratada emergencialmente pelo governo, estaria superfaturando o serviço. Oficialmente a empresa está registrada no nome de Ismar Ieger, mas segundo o Gaeco, o verdadeiro proprietário seria Luiz Abi. O contrato é de R$ 1,5 milhão.

Investigação
A investigação também atingiu outra empresa, a KLM Brasil, vizinha da Providence em Cambé. Entre os sócios aparecem os nomes de Kouthar Abi Antoun e um outro “sócio menor”. Na Receita Federal, os nomes dos sócios registrados são Eloiza Fernandes Pinheiro Abi Antoun, esposa de Abi, apontada como mãe e representante legal do sócio menor. O governo divulgou nota afirmando que Ismar Ieger & Cia. Ltda. (Providence), foi contratada em caráter emergencial e que aa média por veículo, esse valor é 11% menor do que o cobrado pela empresa que atendia o Estado antes.

Defesa
Também ontem veio à tona a informação de que o advogado de Luiz Abi, Marcello Alvarenga Panizzi, é assessor da liderança do governo na Assembleia Legislativa. O líder do governo, deputado Luiz Cláudio Romanelli (PMDB), confirmou a informação, mas disse que não há impedimento para ele atue no caso.

Garra
A Federação das Associações Comerciais e Empresariais do Paraná (Faciap) lança no sábado, a campanha “Brasil mostra sua garra”, uma proposta de combate à corrupção em cinco eixos centrais - justiça, ética, respeito, transparência e responsabilidade -, além de uma pauta para retomada do crescimento no país. No Oeste, o movimento será liderado pela Caciopar em parceria com as 47 associações comerciais. O movimento conta a participação de 12 coordenadorias no estado e 300 associações comerciais. “Esses são valores que qualquer pessoa de bem entende como imprescindíveis para a construção de um país melhor, mais justo e próspero”, disse o vice-presidente da Caciopar, Leoveraldo Curtarelli de Oliveira, de Santa Helena.

Solução
Também durante o ato de sábado, os empresários apresentarão um documento com reflexões pontuais e proposições. “Não podemos simplesmente apontar os problemas, também somos parte da solução. Por isso, esse documento vai indicar caminhos para mudanças e reformas possíveis e necessárias”, diz o presidente da Acic, José Torres Sobrinho. “Todos somos igualmente responsáveis pela construção do País que queremos e que merecemos”, afirma o ex-presidente da Caciopar e coordenador do programa Oeste em desenvolvimento, Mario César Costenaro.

Dance, dance
A Câmara Municipal de Curitiba avalia projeto do vereador Beto Mores (PSDB) que pretende incorporar no calendário oficial do município o “Dia do DJ”, comemorado anualmente no dia 9 de março. A data foi criada pela Unesco em 2002. Segundo o autor , é preciso “valorizar essa categoria profissional que desde meados dos anos 60 vem se estabelecendo no universo musical”.

0 Comentário

Você precisa acessar o seu perfil para comentar nas matérias.

Blogs
Ver na versão Desktop