Prefeitura de Colombo compra máquinas para produção de vinhos e sucos

29/08/15 às 14:05 PMC

 

Os produtores de vinho de Colombo poderão contar com novos equipamentos para o processamento do vinho a partir do próximo ano. As máquinas que vão proporcionar aumento da produção dos derivados de uva serão disponibilizadas aos produtores de vinho que estiverem com as cantinas regularizadas pelo MAPA (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento).

Nesta semana, a Prefeitura de Colombo, por meio da secretaria de Agricultura e Abastecimento adquiriu seis máquinas, através de um convênio com o Ministério da Agricultura e com uma contrapartida de recursos do município, de aproximadamente 45% do valor.

“Todo processo da compra desses equipamentos teve seu inicio em 2008, com a assinatura do contrato. Na atual gestão, a pedido da prefeita Beti Pavin foi resgatado esse processo e depois de sete anos conseguimos finalmente comprar todos os equipamentos”, comemora o secretário de Agricultura e Abastecimento, Márcio Toniolo.

O objetivo das máquinas é realizar todo o procedimento e processo da transformação da uva madura em vinho ou em suco de uva. Ao todo, são nove itens que compõe todo processo que vão proporcionar mais agilidade na produção de vinhos e sucos da fruta, sendo eles: duas desengaçadeiras para separar a uva dos cachos; duas prensas hidráulicas para moer a uva; um filtro para separar as impurezas; um monobloco para fazer o engarrafamento por bombeamento; uma enrolhadeira, uma encapsuladora e uma rotuladora.

Segundo o secretário da pasta, uma unidade de envase será construída para abrigar os equipamentos e que atenda todas as necessidades exigidas pelo MAPA (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento). “Até esta estrutura ficar pronta, eles ficaram instalados no Viveiro do Parque Embu, pelo fato do imóvel ser aprovado pelo MAPA – no plano de trabalho”, explica Toniolo.

Nas regiões produtoras de uva é comum a utilização desses equipamentos devido à exigência do MAPA, em relação ao certificado e registro de todo produto industrializado. “O município tem muito a ganhar, pois faz com que os nossos produtores de uva continuem produzindo ainda mais, mantendo as tradições e sua cultura, profissionalizando-se e qualificando seus produtos diante aos órgãos fiscalizadores, tornando nosso município referência na produção de uvas e derivados”, destaca Toniolo.

1 Comentário

Você precisa acessar o seu perfil para comentar nas matérias.

Denise Vieira da Silva
Eu gostaria de saber da Prefeitura de Colombo quantos produtores de uvas ainda tem na região ? pois a maioria planta Chuchu hehehehe e quem produz vinho bom a uva vem do Rio Grande do Sul dinheiro .
Blogs
Ver na versão Desktop