Garotas da hora

20/05/16 às 00:00 - Atualizado às 21:34 Por Ana Clara Garmendia | anaclaragarmendia@me.com
(foto: Antonio Barros)

E o frufru tem Cannes para mostrar que os looks dos tapetes vermelhos não estão tão datados e caricatos. Existe algo fresco no ar. Existe juventude e uma atitude mais realista dentro de uma irrealidade total que pode ser a do showbusiness*. Uma das responsáveis por esse frescor é Kristen Stewart, atriz conhecida pela saga Crepúsculo e uma das maiores revelações do cinema mundial, muito pelo seu talento nas telas, mas também pelo que representa fora delas. Cool, punk, chique, bissexual, garota-propaganda da Chanel e um dos salários mais bem pagos de seu meio, Kristen é uma garota de menos de 30 anos que parece não estar nem aí em suas aparições públicas. Ela não faz caras e bocas e anda descabelada (o tal messy hair que os fashionistas brasileiros começaram a utilizar para falar de cabelos bagunçados). Mas não é só Kristen que imprime uma nova elegância despojada dentre as atuais queridinhas do cinema patrocinadas por marcas como Dior, Chanel, Gucci, Givenchy, Versace, entre outras. Temos mais. Temos a ninfeta Lily-Rose Depp. A única filha, fruto do amor da francesa Vanessa Paradis e do astro Johny Depp, é a garota da vez. Aos 16 anos e perfeitamente pronta para aparições em tapetes vermelhos, Lily-Rose estrela filmes, campanhas publicitárias, ganha emancipação dos pais e consegue imprimir uma expressão natural, nada deslumbrada, apesar dos milhões de euros que giram em torno dela. Um pouco mais veterana, mas radiante num começo de gravidez, está Blake Lively. Tirem tudo dela e ela continuará maravilhosa, sorrindo ou não, com os cabelos um pouco desfeitos, talvez desproposital, talvez não. Bem. É isso. Elas são moda. Bons exemplos de beleza, sucesso e elegância. Para recortar e colar na parede. Saem as caricaturas, entram os sorrisos sinceros. A inteligência emocional dessas jovens as faz mais do que corpos e rostos. Elas são a nova forma de expressão que ajuda a tornar menos patéticos eventos feitos para vampirizar o mundo em torno de uma massacradora indústria do cinema que insiste em vender perfeição.

Fotos gentilmente cedidas por Antonio Barros, amigo e fotógrafo que está lá em Cannes e abriu seus arquivos para mim. O Novas Modas agradece.

  Fotos: Antonio Barros
A Garota da vez
Dois momentos de Kristen Stewart no lancamento de Personal Shopper, filme que estreia em outubro ( aqui na França) e trata exatamente da vida de uma jovem interpretada por Kristen que não tem acesso aos vestidos caros que carrega. Na vida real, ela pode tudo. Acaba de fazer campanha para Chanel e se mostra absolutamente “nada deslumbrada” com isso. Bravo. Siga com afinco. Look ótimo.
A Garota de ouro
Lily-Rose Depp não tem o que provar. Nasceu de um amor entre uma estrela do cinema e da música francesa, um ícone de moda com um dos maiores astros da história do cinema contemporâneo. Tem beleza, irreverência e talento em sua educação e sangue. Vanessa Paradis e Jonnhy Depp como pais e o que mais? Ela é linda e adorada pelas marcas de moda. Tem 16 anos e uma serenidade para ensinar elegância. Milhões vezes mais influente que uma it-girl. Imbatível.



Grávida e no Set
Blake Lively é puramente linda, mesmo coberta com um vestido caríssimo, sua beleza não precisaria de muitos adereços. O cabelo puxado, pouca maquiagem. Uma nova maneira de explorar a fama e o poder.


GLOSSÁRIO
Showbusiness
Termo usado desde a década de 30 para denominar a indústria do espetáculo
 
HASHTAGS
#ASNOVASESTRELAS
#FRESCOR

#FOCONOSOLHOS

#PUNKCHIQUE


ME SEGUE:
E-mail: anaclaragarmendia@me.com
Instagram: @anagarmendia
Periscope: anagarmendia
Snapchat: anagarmendia68
0 Comentário

Você precisa acessar o seu perfil para comentar nas matérias.

Últimas de Novas Modas
Novas modas Linhas de expressão
Blogs
Ver na versão Desktop