A (nem sempre) sutil diferença entre ser autêntico e ser grosseiro

11/07/16 às 00:00 Adriane Werner

Muita gente usa a sinceridade ou autenticidade como desculpa para grosserias “O que eu tenho pra falar, falo na cara!”; “Não douro pílula, não uso meias palavras, sou uma pessoa autêntica!”; “Se não gosto de alguém, não faço a menor questão de esconder ou disfarçar”...
Quantas vezes você já ouviu frases como essas? Na verdade, elas são, na grande maioria das vezes, desculpas para esconder a falta de tato de pessoas ríspidas. Pessoas assim escondem a própria rudeza em argumentos como autenticidade ou mesmo sinceridade.
Claro que não vamos pedir que as pessoas não sejam autênticas, que não sejam sinceras, que sorriam para todos e sejam hipócritas. Mas, no trato do dia-a- dia, é sempre possível encontrar expressões mais leves, positivas e animadoras do que frases duras, secas e amargas.

O livro “Palavras Positivas, Mudanças Significativas”, de Hal Urban, trata exatamente dessa questão: podemos dizer as mesmas coisas (ou quase as mesmas), de diferentes formas e, de preferência, com expressões positivas e motivadoras. O principalrecado do livro é que ‘as palavras são escolhas’. Podemos escolher palavras que façam as pessoas se sentirem bem, serem valorizadas, sintam-se acarinhadas.

Apenas um pequeno exemplo: Ao invés de dizer “o seu trabalho foi deplorável”, o chefe pode dizer “tenho certeza de que você poderia fazer melhor. E sei que fará melhor da próxima vez”. Ou seja: se precisava ‘dar uma bronca’, ela foi dada, mas o profissional foi valorizado e teve sua capacidade reconhecida.
As pessoas que reagem a tudo com respostas ásperas dificilmente conseguem manter bons relacionamentos – seja com amigos, com clientes ou com a família. Só fica perto delas quem precisa, porque as relações são pautadas por medo ou por imposição e autoridade. E não é isso que queremos! Buscamos relacionamentos duradouros e agradáveis para todos os lados. Que os clientes se aproximem de nós porque nossa companhia é agradável, nosso produto é bom e a experiência da compra e da venda será enriquecedora para todos.

0 Comentário

Você precisa acessar o seu perfil para comentar nas matérias.

Blogs
Ver na versão Desktop