Após uma semana de ocupação, PF faz reintegração de posse da UTFPR

25/11/16 às 09:00 - Atualizado às 10:00 Redação Bem Paraná com informações do G1
UTFPR: 55 alunos foram retirados da sede da universidade nesta madrugada pela Polícia Federal (foto: Geraldo Bubniak)

A Polícia Federal promoveu, na madrugada de hoje, a reintegração de posse do prédio da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR), em Curitiba, ocupada há uma semana por estudantes em protesto contra a PEC do Teto de Gastos e outras medidas do governo Temer. A desocupação começou pouco depois das 4 horas e foi pacífica. Os manifestantes que ocupavam o local desde o último dia 18, acataram um mandado de reintegração concedido pela Justiça Federal a pedido da direção da UFPR. 

Às 7h50, todos os estudantes tinham saído do prédio, sem registro de incidentes segundo a PF. No local foram encontradas 55 pessoas, sendo seis menores que foram encaminhados aos cuidados do Conselho Tutelar do município.

Todos os invasores foram identificados por Oficiais de Justiça e as dependências avaliadas por Peritos Criminais Federais. A Polícia Federal avalia o conjunto de circunstâncias para definir se será instaurado inquérito policial para apurar os danos causados ao local pelos manifestantes. O procedimento foi realizado em obediência a todos os ditames legais e nos termos estabelecidos pelo Juízo Competente.

O pró-reitor de planejamento da UTFPR, Sandroney Fochesatto, disse que as aulas devem ser retomadas na manhã deste sábado (26). "Nós estamos fazendo uma avaliação da situaçao e vamos fazer o possível para normalizar a situação e voltar com as atividades amanhã pela manhã (sábado)", disse ele ao G1.

Segundo Fochesatto, não há indícios de depredação dentro do campus. "Nós fizemos uma rápida caminhada no prédio. O que nós verificamos são muitos mobiliários fora do local de origem e principalmente escorando portas para evitar o acesso de pessoas externas".

O pró-reitor de planejamento também disse que a universidade deve divulgar um novo calendário para repor as aulas que foram suspensas.

0 Comentário

Você precisa acessar o seu perfil para comentar nas matérias.

Blogs
Ver na versão Desktop