Escolas do Estado e do Município funcionam parcialmente em Curitiba

16/03/17 às 12:31 - Atualizado às 16:18 Redação Bem Paraná com assessoria

A greve do magistério, tanto do Estado quanto do Município, continua nesta quinta-feira, 16. A Prefeitura de Curitiba informa que 243 das 391 escolas e creches municipais funcionaram na manhã desta quinta-feira, segundo dia da paralisação dos professores.

A orientação da Secretaria Municipal da Educação é que os pais levem os filhos para as escolas e creches, pois algumas unidades têm professores, mas os alunos não compareceram.Desde o início desta gestão, a Prefeitura busca meios de honrar os compromissos assumidos pela gestão anterior com os servidores, como o pagamento da última parcela do Plano de Cargos, que deveria ter sido quitada em dezembro de 2016.

Só na área da Educação, a dívida herdada da gestão anterior é de R$ 140 milhões. O pagamento a fornecedores como os de limpeza, manutenção, alimentação escolar, transporte é indispensável ao andamento das atividades nas unidades escolares.

Nas escolas do Estado o funcionamento também é parcial. No entanto, ainda não foi divulgado um balanço de quantas escolas estão em funcionamento. O chefe da Casa Civil, Valdir Rossoni, já afirmou que os dias parados serão descontados da folha salarial do mês de março.

Retorno às escolas

Durante a mesa de negociações desta quinta-feira (16/03), a Prefeitura de Curitiba, por meio da Secretaria de Administração e Recursos Humanos, afirmou que dará andamento ao Plano de Carreira dos Professores municipais, bem como apresentará uma sugestão de cronograma para a contratação de novos professores.

“A forma de se fazer isso depende de questões financeiras, dados esses que serão apresentados à categoria em uma reunião marcada para a próxima terça-feira, 21 de março”, disse o secretário de Administração e Recursos Humanos, Carlos Calderon. A partir dessa explanação, o detalhamento das propostas será negociado.

A Prefeitura de Curitiba pede para que os professores em greve retornem às salas de aula e orienta ainda que os pais dos alunos entrem em contato com as escolas para saber detalhes do funcionamento de cada unidade, uma vez que a maioria delas está funcionando, mas muitos alunos não têm comparecido.

0 Comentário

Você precisa acessar o seu perfil para comentar nas matérias.

Blogs
Ver na versão Desktop