Redes sociais: cuidado para não se sabotar!

20/03/17 às 20:15 - Atualizado às 20:17

Mesmo que sua participação nas redes sociais seja unicamente com objetivos de alimentar relações pessoais e se divertir, há que se ter cuidado para não ferir sua imagem profissional. As redes são ótimas para alimentar contatos sociais, marcar e comentar festas, postar fotos, divertir-se com tiradas bem humoradas, mensagens de reflexão, etc. Mas, na empolgação, muita gente acaba ferindo sua própria credibilidade, por falta de cautela.

Não é surpresa pra ninguém que profissionais de Recursos Humanos, recrutamento ou head hunters analisam os perfis de candidatos antes de contratá-los para vagas de empregos. Portanto, mesmo que seus objetivos sejam apenas pessoais, zele por sua imagem na rede. É importante mostrar quem você é de fato, mas pequenos deslizes em comentários ou postagens podem prejudicá-lo.

Um dos maiores cuidados que devemos ter em relação à nossa presença nas redes sociais é com o grau de exposição que vamos exibir no perfil. Há pessoas que põem em risco até mesmo sua segurança e de sua família porque descuidam do conteúdo e se expõem demais. Postar fotos sensuais ou intimas, por exemplo, pode manchar a imagem profissional. Fotos em trajes de banho (biquíni, sunga), em poses sensuais (homens sem camisa, mulheres em trajes mínimos, olhares e bocas sedutores) passam a imagem de que se está ali para exibir o corpo, paquerar, ganhar elogios... e isso pode ser interpretado de forma muito ruim por quem queira conhecer seu perfil mais profissional. Um head hunter, por exemplo, pode concluir que sua presença é sempre assim sensual, o que destoaria do ambiente de trabalho em que você deseja estar.

Na mesma linha estão as fotos e os comentários que, mesmo que não sejam sensuais, exponham sua intimidade. Fotos de roupão ou pijamas, por exemplo, podem fazer com que os outros lhe achem preguiçoso ou pouco profissional. Frases do tipo “vou tomar banho”, “preciso de uma massagem”, “vou me recolher em meus lençóis macios” podem sugerir sensualidade e, assim, também ferir sua imagem profissional.

O mesmo tipo de cautela devemos ter em relação a postagens de cunho preconceituoso, brincadeiras de mau gosto, imagens que exponham o ser humano (ou mesmo animais) à execração ou ao ridículo. Brincadeiras aparentemente ingênuas podem ganhar uma interpretação equivocada e ter uma repercussão enorme. Antes de postar uma foto ou fazer um comentário, pense bem.
É claro que não queremos dizer com isso que seu perfil na rede deva ser sisudo e mal humorado. De jeito nenhum. Mas é sempre possível demonstrar bom humor sem preconceito, sem agressão e sem se expor demais.

Adriane Werner. Jornalista, especialista em Planejamento e Qualidade em Comunicação e Mestre em Administração. Ministra treinamentos em comunicação com temas ligados a Oratória, Media Training (Relacionamento com a Imprensa) e Etiqueta Corporativa.

0 Comentário

Você precisa acessar o seu perfil para comentar nas matérias.

Últimas de Etiqueta Profissional
Etiqueta Profissional Ainda sobre preconceitos
Etiqueta Profissional Dois pesos, duas medidas
Blogs
Ver na versão Desktop