Paraná Clube admite dificuldade para renovar com Renatinho

20/03/17 às 17:40 - Atualizado às 17:43 Silvio Rauth Filho
Renatinho: contrato com o Mirassol até 2018 (foto: Geraldo Bubniak)

O executivo de futebol do Paraná Clube, Rodrigo Pastana, admitiu que não será fácil renovar contrato com o meia Renatinho, 25 anos. Artilheiro do time na temporada, com cinco gols em dez jogos, o jogador pertence ao Mirassol, que tem vínculo com o meio-campista até o final de 2018, e está emprestado ao Paraná Clube apenas até o final do Campeonato Paranaense.

“O Renato está bem feliz aqui, mas a gente não pode garantir a permanência dele. Até porque isso foi tratado logo no início, que ele ficaria pelo período do estadual. A gente vem tentando conversar para que ele fique mais um tempo, que ele fique até o final do ano. Não são tratativas fáceis, até porque, hoje, ele chama a atenção de vários clubes, mas a gente vai tentar a permanência dele”, disse Pastana, para a RPC.

Na função de Renatinho (meia centralizado no 4-2-3-1), o técnico Wagner Lopes já utilizou outros quatro jogadores: Guilherme Biteco, Zezinho, Jonas Pessalli e Matheus Carvalho.

Renatinho foi revelado nas categorias de base do Atlético Paranaense. Teve as primeiras oportunidades no profissional no final de 2012, com o técnico Ricardo Drubscky, atuando em três jogos da Série B. Em 2013, fez parte do Sub-23 do Atlético-PR que jogou o Paranaense. Das 23 rodadas daquela competição, atuou em 17. Foi titular em 14, não marcou gols e fez duas assistências. Na época, foi utilizado como volante, como meia pelo lado do campo (extremo) e meia centralizado. Nessas posições, aquele time sub-23 possuía Hernani (hoje no Zenit-RUS), Pablo (hoje no profissional do Atlético-PR) e Zezinho (hoje no Paraná Clube).

Em 2013 e 2014, Renatinho foi emprestado à Ferroviária, de São Paulo. Em 2015, deixou o Atlético e jogou o Paranaense pelo Foz do Iguaçu. Depois, rodou por Campinense e Operário de Ponta Grossa. Chegou ao Mirassol em 2016. Teve bom desempenho pela equipe no Campeonato Paulista. No ano passado, jogou a Série C do Brasileiro pelo Guarani, junto com Rodrigo Pastana, que foi contratado em 2017 para ser executivo de futebol do Paraná Clube.

0 Comentário

Você precisa acessar o seu perfil para comentar nas matérias.

Blogs
Ver na versão Desktop