Dicas para fazer as provas de português em concursos públicos

Dominar a disciplina é essencial, pois ela está em todos os processos seletivos

20/03/17 às 23:00 - Atualizado às 21:17
(foto: Arquivo BP)

Com a crise no mercado e o aumento do desemprego, os concursos públicos acabam sendo uma opção segura para quem quer um trabalho e seguir uma carreira. A questão é a escolha do método de preparação para enfrentar o processo seletivo que nem sempre se resume a conhecimentos gerais ou específicos.

Há quem acredite que uma preparação intensiva, meses antes da realização das provas é suficiente. No entanto, aqueles que passam e conseguem a nomeação de um cargo público, na maioria das vezes, estudam anos antes de conseguirem passar. Além disso, há carreiras, como as da Polícia Militar ou Federal que exigem aptidão física. Para quem opta por um concurso como estes, além dos estudos é necessário também o pensar no preparo físico.

“Apesar de boatos sobre a possibilidade do governo suspender a realização de concursos novos, não há possibilidade de extinção dos processos seletivos”, segundo Diogo Arrais., professor de Língua Portuguesa do Centro Preparatório Jurídico e autor gramatical pela Editora Saraiva. Por isso, ele afirma que o melhor é ficar antenado e preparar um calendário de estudos, independente de haver ou não concursos em aberto. “Afastar-se de curso preparatório é um grande risco”, afirma.

Arrais compara a preparação para um concurso com a de um atleta. Na vida de um atleta profissional, por exemplo, é levada em consideração a seguinte estrutura: técnico, academia, equipamento de treino e competição, nutrição, patrocinadores, planilha de treino semanal, calendário de competições.

Somam-se a isso recuperação muscular, psicológica e o sono proveitoso. “Geralmente, peço para que o concursando reflita sobre essa rotina de um atleta profissional e procure planejar um ano com bons resultados”, diz.

Arrais argumenta que a rotina de um concursando se assemelha muito a de um atleta profissional. “ A seriedade, a disciplina são idênticas. Com bons técnicos e boa estrutura, o resultado é certo”, diz.


DICAS PARA O BOM DESEMPENHO EM PORTUGUÊS

Lìngua Portuguesa é uma das disciplinas que todo concursando deve redobrar os estudos. Como cai em praticamente todos os concursos, o bom resultado na matéria pode ser um grande diferencial para quem quer ingressar na carreira pública

1 Ter ou pesquisar um acervo com cinco ou mais obras gramaticais voltadas a concursos públicos
2 Ver obras com milhares de questões comentadas, das provas de concursos anteriores. Pode-se também organizar um HD externo com centenas de provas anteriores
3 Ter, no mínimo, um bom dicionário impresso (novo, cheiroso, de edição atualizada)
4 Redigir semanalmente, no mínimo, três bons textos dissertativos-argumentativos, sobre temas de sua carreira. Exemplo: quem opta pela carreira policial deve redigir sobre temas da Segurança Pública, Sociologia e Atualidades
5 Assistir a aulas presenciais e a distância, com professores-autores
6 Aprimorar o conhecimento literário, cinematográfico e artístico. Para se compreender bem um texto de prova, é necessário ver o detalhe A Arte evolui qualquer mente
7 Ler blogs de articulistas conhecidos
8 Ter acesso a podcasts jurídicos ou jornalísticos
9 Procurar usar as mídias sociais para espalhar conteúdo pautado por boas referências bibliográficas
10 Dentro do possível, assistir a palestras de candidatos aprovados, para  espelhar-se em quem já passou pela vida de concursando.

Fonte: Diogo Arrais, professor de Língua Portuguesa do Centro Preparatório Jurídico (www.portalcpjur.com.br) e autor gramatical pela Editora Saraiva

0 Comentário

Você precisa acessar o seu perfil para comentar nas matérias.

Blogs
Ver na versão Desktop