UFPR terá jogos de tabuleiro e RPG em evento no sábado

20/04/17 às 16:53 - Atualizado às 16:55 Redação Bem Paraná com assessoria

O 8º Jogarta acontece das 13h30 às 18h neste sábado (22) na Reitoria da Universidade Federal do Paraná. O evento é aberto a todos os interessados, de todas as idades. A entrada é franca, no entanto os interessados em participar estão convidados a doar um quilo de alimento não perecível (que pode ser arroz, feijão, macarrão ou um litro de leite de caixa longa vida), que será encaminhado pelo projeto para o abrigo de menores da Acridas – Associação Cristã de Assistência Social.

O evento, que acontece mensalmente em diferentes espaços desde agosto do ano passado, oferece a oportunidade para jogadores iniciantes e veteranos que desejam aprender e se divertir com diferentes jogos de tabuleiro, estratégia, jogos de carta e RPGs. Nesta edição, o Jogarta presta homenagem para as nações indígenas e culturas ancestrais do mundo. Assim, a temática do mês será “Ancestralidade”. Nesta edição, são ofertadas um total de 60 vagas simultâneas distribuídas entre 10 mesas e um Live Action Roleplay Game (LARP). Dessas, 40 são de RPGs diversos, 10 para Jogos de Mesa e 10 para o LARP. Os jogos acontecem de maneira simultânea e são planejados de modo que não durem a tarde toda, permitindo aos participantes experimentarem mais de uma atividade durante o evento.

As atrações programadas são RPGs como por exemplo a aventura “A maldição de Yebá”, do sistema “Old Dragon” (Redbox Editora), em que os jogadores interpretarão bravos guerreiros inspirados pelo seu xamã para encontrar a Cidade Encantada com intuito de reaver um mítico amuleto e uma aventura de “Príncipes do Deserto” (da Lampião Game Studio), em que os jogadores serão integrantes de uma vila composta por ex-escravos que devem lidar com a notícia que um dos mais antigos escravagistas daquela região está próximo. Além dos jogos de RPG, serão oferecidos também jogos de tabuleiro como o milenar “Senet”, um jogo que já existia entre 3100 e 3500 anos antes da Era Comum, como apontam hieróglifos egípcios. Outro jogo de tabuleiro ofertado é o intitulado “Tokaido”, cujo objetivo é simular uma viagem por uma das mais belas estradas do Japão que seja mais agradável do que seus companheiros de estrada, com mecânicas elegantes, estratégicas e muito bem amarradas ao tema, apresentando a seus jogadores suntuosas paisagens de montanhas majestosas, costa pacata e vastos arrozais. Nesta edição, os participantes poderão também aprender a criar personagens e histórias para uma campanha do RPG “Jaguareté: O Encontro” em um exercício de contato com reais adornos indígenas através do uso da Caixa Didática do Museu de Arqueologia e Etnologia da UFPR de mesmo tema com o idealizador do jogo.

O que é o LARP?

Diferente de uma sessão de RPG comum (que também serão disponibilizadas no evento), em que cada jogador pega a sua ficha de personagem para interpretá-lo sentado a uma mesa, o LARP (“live action role-playing” ou “jogo de interpretação ao vivo”) é um estilo de RPG que mais se aproxima de um teatro de verdade. Dessa forma, neste segundo live action proposto pelo Jogarta, intitulado “Negociadores de Pindorama” você será convidado a não somente imaginar o cenário narrado pelo mediador, mas também utilizar o espaço à sua volta como cenário de jogo. No caso, os jogadores irão se imaginar em uma terra similar ao Brasil de 1500 como indígenas e europeus na simulação de uma feitoria (o nome dado aos entrepostos comerciais europeus em território estrangeiro). Assim, no LARP, você representa o seu personagem como um ator de TV ou cinema representaria um papel. A grande diferença é que estes personagens não seguem um roteiro ou ‘script’ pré-definido e sim improvisam suas ações baseados na sua ficha de personagem e história criada para seus personagens. Tudo é guiado da maneira mais segura possível, de tal maneira que a brincadeira siga de forma agradável, divertida e imersiva entre seus participantes, com a participação da Equipe do Jogarta para auxiliar no desenvolvimento e participação como figurantes.

O projeto Jogarta

O objetivo do Projeto Jogarta é levar atividades que envolvam o uso de jogos de RPG, carta e tabuleiro para incentivar a socialização, o raciocínio, a tomada de decisões e a resolução de problemas através de jogos não digitais. A participação no evento é gratuita e aberta para todas as idades.

Os mediadores apresentam mesas de jogos com temáticas seguras e sensíveis tendo em vista o público participante, seguindo a classificação indicativa da idade mínima anunciada nas mesas. Cada jogo começa com o primeiro jogador que se sentar para conhecer a proposta da mesa e os jogadores podem entrar e sair a qualquer momento. As propostas de mesas podem ser vistas na programação da página do evento no Facebook.

De acordo com o coordenador e idealizador do projeto, o mestre em História e professor Mateus Henriques Buffone, o Jogarta começou a ganhar contornos em meados de 2013, quando trabalhou em colaboração com o Museu de Arqueologia e Etnologia da UFPR no desenvolvimento do Role-Playing Game (RPG) “Jaguareté: O Encontro”, que objetiva privilegiar o ponto de vista dos povos indígenas no período de invasão dos europeus nos territórios que hoje compõe o Brasil. O objetivo então sempre foi difundir uma brincadeira que vá além do mero e puro entretenimento. “É um pouco mais complexo do que o simples chegar e jogar. Nossa equipe de mediadores é preparada para trabalhar questões pedagógicas, lidar com alteridade, tomadas de decisões. Então pegamos jogos comerciais e, a partir disso, tentamos ‘enganar’ o público e trabalhar conteúdos”, explica Buffone.

O projeto teve sua estreia em agosto de 2016 e em suas sete edições anteriores vem recebendo uma média de 100 participantes a cada edição, que já aconteceram na Biblioteca Pública do Paraná, Galeria Osório, Colégio Beraldo em Campina Grande do Sul, na Gibiteca de Curitiba e também já na Manticore Game Store, incluindo o desenvolvimento de um LARP com temática Zumbi (RPG Live Action), onde os jogadores tiveram uma experiência mais teatral de jogo, fora da mesa. O projeto conta com o apoio do Museu de Arqueologia e Etnologia da Universidade Federal do Paraná, da Gibiteca de Curitiba, da editora Retropunk Publicações, da editora Galápagos, do Game Studio Lampião, das lojas NERDZ e recentemente está com apoio das editoras Redbox, Jambô e da New Order.

8º JOGARTA – ‘ANCESTRALIDADES’ – EVENTO ABERTO DE JOGOS ANALÓGICOS

Local: Reitoria da UFPR – Sala 405
Endereço: Rua Dr. Faivre, nº 405
Data: 22 de Abril de 2017
Horário: de 13:30 às 18:00
ENTRADA GRATUITA: No entanto, o projeto aceita doação de 1kg de alimento não perecível como arroz, feijão, macarrão ou 1 litro de leite de caixa longa vida a ser doado para um abrigo de menores.
Mais informações: https://www.facebook.com/jogarta/

0 Comentário

Você precisa acessar o seu perfil para comentar nas matérias.

Últimas de Noticias
Blogs
Ver na versão Desktop