Cacá Bueno troca Stock Car por corrida de rua

20/04/17 às 19:29 Redação Bem Paraná, com assessoria de imprensa

Acostumado a acelerar nas pistas da Stock Car, Cacá Bueno vai deixar esse tipo de carro de lado por um dia para participar de uma corrida diferente: a Wings for Life World Run, que acontece em Brasília (DF) e outras 24 cidades ao redor do mundo no dia 7 de maio. Ele será, ao lado de outros pilotos internacionais de renome, motorista do chamado “Catcher Car”, a linha de chegada móvel da prova.

Além de Cacá, o chileno Cristian Bolton, único sul-americano na elite do Mundial de Corrida Aérea, o espanhol Carlos Sainz Jr, da Fórmula 1, e o britânico David Coulthard estão entre os nomes dos “Carros Seguidores” em outros lugares do mundo. O interessante é que nenhum deles sabe por quanto tempo e por qual distância irão dirigir antes de alcançarem todos os participantes. O último corredor a ser alcançado vence a prova.

Funciona assim: meia hora depois da largada, Cacá Bueno e os outros pilotos saem com seus respectivos carros para alcançar os competidores nas provas do Brasil e dos outros países. A velocidade do veículo aumenta periodicamente e simultaneamente em todos os lugares do mundo. Veja:

8h – Início da corrida a pé (horário de Brasília)
8h30 – Carro Seguidor entra na corrida a 15 km/h
9h30 – A velocidade aumenta para 16 km/h
10h30 – A velocidade aumenta para 17 km/h
11h30 – A velocidade aumenta para 20 km/h
13h30 – A velocidade aumenta para 35 km/h até que o último participante, líder da corrida, seja ultrapassado

“É a terceira vez que eu participo como piloto do Catcher Car e eu tenho de confessar pra vocês que eu ainda não me acostumei a andar devagar. Vai totalmente contra o meu instinto! Mas falando sério: é muito legal poder contribuir de alguma forma nesse evento e eu realmente fico feliz de ver a galera animada, acenando para o carro. De certa forma, está todo mundo ‘correndo de mim’, mas quando eu chego é aquela festa!”, comenta Cacá.

Em 2017, Cacá dirigiu por 56.52km até alcançar o campeão da corrida de Brasília, o britânico Thomas Payn. As inscrições para a Wings For Life World Run ainda estão abertas e podem ser feitas pelo site http://www.wingsforlifeworldrun.com/br/pt-br/. 100% do valor arrecadado com as inscrições será revertido para a pesquisa na cura da lesão da medula espinhal.

0 Comentário

Você precisa acessar o seu perfil para comentar nas matérias.

Blogs
Ver na versão Desktop