Não espere o frio para se vacinar contra a gripe

24/04/17 às 00:00 Jaime Rocha

É comum as pessoas esperarem o frio chegar para buscar a imunização contra a gripe. Esse raciocínio está equivocado, pois a vacina leva de duas a três semanas para fazer efeito. Por isso, quanto antes as pessoas se vacinarem, melhor. Esse ano já foram confirmadas duas mortes por gripe no Paraná.

A vacinação contra a gripe apresenta até 90% de eficácia, tem efeitos protetores com duração de 8 a 12 meses. Quem tomou a vacina no ano passado deve se vacinar novamente.

A recomendação da Organização Mundial da Saúde (OMS) para 2017 é que a vacina contra a gripe proteja contra uma nova cepa do vírus Influenza A/H1N1. Existem inúmeros tipos de vírus influenza A e B e, a cada ano, a OMS recomenda o tipo de vírus que deverá ser contemplado na vacina.

A campanha de vacinação contra a gripe na rede pública de saúde, que começou no dia 17 de abril e vai até 26 de maio, oferece a vacina trivalente, com apenas uma cepa B. Na rede privada é possível encontrar a vacina tetravalente, que protege contra a gripe A/H1N1, A/H3N2 e dois tipos (cepas) B. Estima-se que 25% das gripes sejam causadas pelo vírus B e, por isso, essa proteção é tão importante. Vale ressaltar que as duas vacinas são muito eficazes e seguras. O importante é se prevenir.

Em 2016, o Paraná contabilizou 1078 casos de gripe H1N1, com 217 mortes.
A vacina não possui vírus vivos, ou seja, não causa gripe, e é recomendada anualmente para todas as pessoas com idade superior a seis meses de idade, que não apresentem alergia comprovada.


Dúvidas sobre a vacina

Quem deve se vacinar?
A vacina contra a gripe é indicada para todas as pessoas, exceto para bebês com menos de 6 meses de idade. Mas atenção: dependendo do fabricante da vacina, um dos tipos da tetra só pode ser dado para crianças maiores de 3 anos de idade. A Trivalente pode ser dada para todos acima de 6 meses. Crianças de até nove anos, que nunca tomaram a vacina, devem tomar duas doses.

Quem tomou a vacina em 2016 precisa tomar em 2017?
Sim, pois a vacina tem validade de 1 ano. Além disso, os vírus foram modificados de acordo com a maior incidência de cada um.

Quem pode receber gratuitamente a vacina na rede pública?
A rede pública vacina profissionais de saúde, crianças de 6 meses a 5 anos de idade, idosos, gestantes, portadores de doenças crônicas, puérperas de até 45 dias, detentos, funcionários da rede prisional e indígenas.

Quanto tempo leva para a vacina fazer efeito?
Uma média de 2 a 3 semanas. Por isso é importante tomar a vacina antes de iniciar o inverno.

Quem está com febre pode tomar a vacina? E quem está tomando antibiótico?
Recomenda-se que as pessoas com febre aguardem a resolução do processo para receber a vacina. Quem está tomando antibiótico deve conversar com seu médico e seguir as orientações específicas para cada um.

Quais as contraindicações para a vacina?
As pessoas com alergia comprovada e importante ao ovo não devem receber a vacina. Quem está com imunodepressão, natural ou medicamentosa, deve receber orientações específicas do próprio médico.

Vacina da gripe dá gripe?
Não. A vacina é composta por fragmentos dos vírus ou por vírus mortos e por isso não dá gripe.

Quais os principais efeitos colaterais da vacina?
Esta vacina em geral não dá sintomas de desconforto depois. As reações são bastante individuais. Algumas pessoas podem apresentar febre, mal estar e um pouco de dor no local da aplicação.

Além da vacina, que outras medidas preventivas podem ser tomadas contra a gripe?
Higienização adequada das mãos, lavando-as frequentemente com água e sabão e utilizando álcool gel em situações de maior risco. Diagnosticar precocemente as pessoas infectadas para que elas não tenham contato com pessoas saudáveis e evitem, assim, a disseminação do vírus. Manter os ambientes ventilados e consumir mais água que o habitual.

Jaime Rocha é infectologista da Unimed Laboratório

0 Comentário

Você precisa acessar o seu perfil para comentar nas matérias.

Blogs
Ver na versão Desktop