Trabalhadores fazem curso para atendimento à população de rua

19/05/17 às 17:14 - Atualizado às 21:56 SMCS
(foto: Franklin de Freitas)

A Fundação de Ação Social (FAS) está realizando capacitações para pessoas que trabalharão na Curitiba que Acolhe, ação de inverno que será desenvolvida pela Prefeitura para atender as pessoas em situação de rua nos meses de frio. Nesta semana, foram promovidos três cursos e outros dois serão realizados a partir da próxima segunda-feira (22/5).  

Setenta e oito pessoas já foram capacitadas. O primeiro curso, que reuniu 18 pessoas, foi direcionado a assistentes sociais e educadores sociais que trabalham na FAS. O segundo momento também reuniu 18 pessoas, entre elas gestores e lideranças comunitárias da regional Bairro Novo, onde está instalada a Casa da Acolhida do Bairro Novo, a primeira unidade de atendimento emergencial que a Prefeitura colocará em funcionamento para atender a população de rua neste inverno. A previsão é que o equipamento entre em operação na próxima semana.

Na noite desta quinta-feira (18/5), a capacitação foi destinada aos voluntários ligados às igrejas. Ao todo, 42 pessoas que integram a Igreja Adventista participaram a ação e trabalharão como multiplicadores das informações em suas comunidades. 

A diretora de Gestão do Suas, Renata Mareziuzek dos Santos, explica que os voluntários trabalharão como apoio aos técnicos que serão responsáveis pelos serviços ofertados. Entre as ações que desenvolverão está o apoio na rouparia e para preparar e servir as refeições.  

A próxima capacitação será realizada na segunda-feira (22/5), das 8h30 às 12h, no Salão de Atos do Parque Barigui, desta vez para coordenadores, gerentes, assessores e diretores da sede da FAS. Ainda na semana uma nova capacitação será promovida para fiéis da Igreja Adventista.

As capacitações são feitas pela equipe da diretoria de Proteção às Pessoas em Situação de Rua da FAS. Entre os temas abordados estão as legislações que regem as políticas da assistência social e da população em situação de rua e respaldam os serviços voluntários.   

A rede emergencial de atendimento à população de rua neste inverno terá aproximadamente 400 vagas, sendo 180 de acolhimento institucional para pernoite nas duas unidades que serão abertas pela Prefeitura no Bairro Novo e Rebouças; 100 no Centro POP Bairro Novo, que fará atendimento durante o dia, e mais 100 que serão ampliadas nas unidades já existentes. A ação de inverno vai até 31 de agosto.

Blogs
Ver na versão Desktop