Mulher-Maravilha chega para mostrar quem manda

Uma super-heroína enfim recebe uma produção de respeito; filme estreou ontem

01/06/17 às 22:17 - Atualizado às 22:16
Gal Gadot protagoniza o filme, que é um marco no universo heroico dos cinemas (foto: Divulgação)

No filme que é dirigido por Patty Jenkins, a atriz israelense Gal Gadot (Velozes e Furiosos 7) dá vida à Diana Prince, princesa das Amazonas que, apesar de treinada desde criança para ser uma poderosa guerreira, nunca deixou a Ilha paradisíaca de Themyscira. Quando o piloto Steve Trevor (Chris Pine) acidentalmente cai na ilha, Diana descobre sobre os horrores da 1ª Guerra Mundial e decide deixar seu lar, abraçando a missão de salvar a humanidade.

Primeiro filme de super-herói com direção feminina (e apenas o segundo com uma mulher no papel protagonista), Mulher Maravilha é, possivelmente, a melhor adaptação da DC desde Batman – O Cavaleiro das Trevas (2012). A expectativa é de que o filme ajude a recuperar o status da DC na produção de filmes, prejudicado pelo desempenho ruim de Batman Vs Superman – A origem da Justiça e Esquadrão Suicida (ambos lançados em 2016). O Universo Estendido deles ainda recebe nesse ano o seu grande trunfo: Liga da Justiça, no dia 16 de novembro.

Quem assistir ao filme verá uma heroína no melhor estilo do termo: Diana equilibra a ingenuidade, bondade e curiosidade de uma princesa criada em um mundo paradisíaco habitado apenas por mulheres, com a força e a coragem características de uma poderosa guerreira. O resultado é diferente de tudo o que se tem feito em filmes do gênero. Diana não possui uma agenda oculta como a maior parte dos heróis que temos visto nas telas. O que motiva a Mulher Maravilha é a empatia com um mundo que caminha para a destruição e necessita de um símbolo de esperança (qualquer semelhança com a realidade não é mera coincidência).

Tecnicamente o filme é de tirar o fôlego. A câmera de Jenkins capta minuciosamente cada movimento da heroína, usando o slow motion de maneira inteligente para narrar as cenas de luta e mostrar tudo o que a Princesa de Themyscira é capaz de fazer. Destaque também para a trilha sonora de Rupert Gregson-Williams, ao melhor estilo de Hans Zimmer, que se encaixa perfeitamente nos movimentos e ações. Gal Gadot e Chris Pine conseguem realizar a tarefa de convencer tanto nas cenas dramáticas quanto nos respiros cômicos da narrativa, dando ao público a fluidez necessária para manter a concentração nas quase 2h30 de filme.

Além de ser um ótimo entretenimento, o filme tem uma importante representação para o público feminino que, com exceção de Elektra (2005), não possuía nenhum filme com heroínas no papel principal. Mulher Maravilha vai ao encontro da discussão atual e necessária sobre o empoderamento feminino e os padrões socialmente impostos às mulheres, além é claro, de mostrar todas as diferenças de uma heroína filmada pelas lentes de uma mulher.


John Mayer anuncia show em Curitiba

Como o Curitiba Cult vinha soltando aos poucos, nesta semana o americano John Mayer anunciou sua passagem por Curitiba. O cantor se apresenta no palco da Pedreira Paulo Leminski, no dia 22 de outubro. Os ingressos começarão à ser vendidos neste sábado (03), para clientes Ourocard e no dia 06 para o público em geral. A venda será feita pela Livepass com ingressos a partir de R$200. Além da capital, John passará por Belo Horizonte, Porto Alegre, São Paulo e Rio de Janeiro. Está é a segunda passagem do cantor pelo Brasil, a primeira foi em 2013, quando se apresentou apenas em São Paulo. O show tem o apoio cultural do Curitiba Cult.


Marília Mendonça estourou com a música Infiel

Marília Mendonça lança DVD Realidade em Curitiba

Uma das principais vozes da sofrência atual, Marília Mendonça retorna a Curitiba com o seu show “Realidade”, que leva o mesmo nome do seu projeto musical lançado em CD e DVD. Pela primeira vez em Curitiba com show solo, a cantora promete encantar um público ansioso. Sucessos já consagrados como “Infiel”, “Amante não tem lar”, “De quem é a culpa?” e “Saudade do meu ex” não vão faltar no setlist. A apresentação acontecerá nesta sexta-feira (02), na Live Curitiba. Os ingressos estão à venda a partir de R$70.


MAIS

Circo Imperial da China volta a Curitiba
Em uma parceria formada entre o ParkShoppingBarigüi e a Seven Entretenimento, após oito anos o grupo chinês voltará à capital paranaense em agosto para apresentar o novo espetáculo. A turnê mundial irá parar no estacionamento do shopping curitibano, onde uma mega estrutura será montada para recebê-los. Os ingressos para assistir ‘Guardiões dos Unicórnios’ do Circo Imperial da China já estão à venda no ParkShoppingBarigüi.


Paulo Gustavo em Minha Mãe é Uma Peça

Dona Hermínia está de volta

Após bater o recorde como filme brasileiro de maior bilheteria da história, Paulo Gustavo volta a Curitiba também batendo recordes! Em apenas 24 horas os ingressos para Minha Mãe é Uma Peça se esgotaram, isso mesmo! Os mais de 2 mil lugares do Teatro Guaíra foram vendidos em questões de horas e o mesmo aconteceu com a sessão extra.
Os ingressos para a segunda sessão extra começarão a ser vendidos em breve e leitores do Curitiba Cult terão 30% de desconto no ingresso.
Já são mais de 12 anos interpretando Dona Hermínia nos palcos. Durante esse período, o humorista lançou dois longa metragens, quebrando números do cinema nacional.

Blogs
Ver na versão Desktop