Daniel Celestino e Ana Beatriz Cordeiro ganham o direito de participar do Faldo Series Grand Final

09/06/17 às 00:00 comunicacao@fpcg.com.br

O Alphaville Graciosa Clube recebeu de sexta a domingo (02 a 04 de junho) um dos maiores circuitos juvenis do mundo, o Faldo Series South America Championship. O evento, disputado na modalidade stroke play, contou com a ilustre presença de Matthew Faldo, filho de Nick Faldo, e, também de Keith Wood, ganhador do prêmio Top 25 Golf Instructor do Reino Unido.
Os paranaenses Daniel Celestino e Ana Beatriz Cordeiro garantiram o direito de disputar a grande final mundial, com local ainda a ser anunciado. O atleta do Graciosa Country Club e também líder do ranking nacional juvenil, Daniel Celestino foi campeão na categoria de 17 a 18 anos, conquistando o direito a vaga para a fase mundial do circuito. Após um emocionante playoff, com o paulista Lucas Park e o Argentino Guido Fraga, repetiram por três vezes o desafiante buraco 18 do Alphaville, Celestino conquistou o título de campeão. Daniel fez uma excelente volta neste domingo (-3), fechando o torneio com 217 tacadas.
A local player Ana Beatriz Cordeiro, também representará o país na grande final do circuito, Ana foi campeã na categoria 14 a 16 anos, fechando a competição com 230 tacadas. Os outros campeões que garantiram as vagas junto com os paranaenses, foram os gaúchos Herik Machado (Campeão geral), Andrey Xavier (campeão cat. 14 a 16 anos) e a Brasiliense Laura Helena Caetano (Campeã cat. 17 a 21 anos).
O gaúcho Herik Machado foi o campeão geral após terminar o torneio com o magnifico placar de (-14), Herik foi consistente em suas voltas, jogando 68, 66 e 68. Na cat de 19 a 21 anos Herik ficou com a 1º posição (202 tacadas), seguido pelo Sul- Coreano Jinbo Ha 211 tacadas (-1), e Ulisses de Toledo Junior do Alphaville em 3º lugar, com 219 tacadas (+3).
Mini Faldo: Categoria que incentiva os juvenis até 13 a participarem de um grande evento internacional, contou pontos para o ranking nacional.
Na categoria 12 a 13 anos, Gabriel Gallego do Clube Curitibano foi o campeão. Gallego somou 236 tacadas e levou a medalha. O local player Renato da Silva Filho com apenas 4 tacadas atrás do campeão (240) ficou em terceiro lugar.
Luiza Chiodini Rudy do Graciosa Country Club somou 325 tacadas e conquistou a medalha de segundo lugar na categoria até 13 anos.
O torneio proporcionou diversas boas experiências aos participantes, uma delas foi o campo, que apresentou ótimas condições para a prática da modalidade. Além do mais, Keith Wood, também ministrou durante todos os dias de competição, treinamentos aos participantes, bem como aos profissionais e professores brasileiros.
O paranaense Luiz Felipe Miyamura, novo coach da CBG, também esteve presente no torneio e realizou treinamentos com equipamentos de ponta, adquiridos em convênio com o Ministério do Esporte. O FlightScope X2, que analisa o voo da bola e swing, e, o Sam PuttLab, que analisa o putting (tacada para embocar a bola). Treinamento estes, que visam auxiliar o nível técnico dos atletas.
O Faldo Series South America Championship foi organizado pela CBG e pela Faldo Series, contando com o apoio do Alphaville Graciosa Clube, da Federação Paranaense e Catarinense de Golfe e do Hospital Pequeno Prínicipe. O torneio contou também com apoio do Comitê Olímpico do Brasil (COB), com recursos da Lei Agnelo Piva. O Faldo Series conta com apoio do R&A, European Tour, International Junior Golf Academy e valeu para os rankings mundial (WAGR) e brasileiro juvenil.


28º Aberto de Golfe do Estado do Paraná oferecido por Weiku
A capital paranaense irá receber em junho, de 16 a 18, os melhores golfistas do país – e do mundo – para a disputa do maior torneio realizado anualmente pela FPCG. O 28º Aberto de Golfe Estado do Paraná oferecido por Weiku, válido para os rankings estadual, nacional e mundial, será disputado na modalidade Stroke Play.
As primeiras categorias competem no Clube Curitibano em três rodadas, totalizando 54 buracos. Com exceção da categoria M2 que compete no Curitibano, as demais jogam no Alphaville Graciosa Clube em 36 buracos. A competição vai premiar os campeões gerais, bem como os três primeiros colocados de cada categoria.
As inscrições podem ser efetuadas até às 17h do dia 09 de junho, ou até o preenchimento das vagas, através do link logo abaixo.
O 28º Aberto de Golfe do Estado do Paraná oferecido por Weiku é uma realização da Federação Paranaense e Catarinense de Golfe com apoio do Clube Curitibano, Alphaville Graciosa Clube, Confederação Brasileira de Golfe e Àgua Mineral Sferriê.
O torneio também conta com patrocinadores oficiais da FPCG: Poliservice Serviços, Carrér Agrícola, Harbor Hoteis, Elco Engenharia de Montagens Ltda., Dorigo Materiais de Construção, 10 Pastéis e Otello.
AVISO: Lista de espera M0, M1 e M2


Entrega de kits de golfe para escolas municipais de Guaratuba
O Golf-7 foi criado exclusivamente para a prática de pessoas com necessidades especiais. O projeto, que completa 12 anos em 2017, já entrou para a vida de milhares crianças e transformou-se em uma ferramenta de sociabilização.
A modalidade foi criada pela professora de educação física Fátima Alves da Cruz, que enxergou nas características do golfe um caminho para o desenvolvimento de seus alunos, adaptou a modalidade para que crianças e jovens com Transtornos Globais de Desenvolvimento (TGD) praticassem um esporte que exigia habilidades que elas pareciam não ter.
A FPCG doou tacos para a prefeitura de Guaratuba que realizou na última quinta-feira (01) a entrega dos kits para as escolas municipais. A entrega do material faz parte da capacitação que iniciou em março quando foram capacitados pelo município cerca de 80 professores de pedagogia e educação física para incluir o projeto como modalidade esportiva entre alunos de ensino regular e excepcional.
 Como funciona o Golf-7:  Pode ser disputado de duas maneiras – por buraco ou por tacada. No caso da disputa por buraco, todos os jogadores (de dois a quatro) saem ao mesmo tempo da base, ao apito do árbitro, e vence aquele que “guardar” a bolinha antes. O processo é repetido em cada um dos sete buracos do campo e no final, ganha quem tiver a melhor média. Já na disputa por tacadas, cada golfista joga de uma vez e, assim como no golfe tradicional, leva a melhor quem finaliza com o menor número de tacadas.
A prática desenvolve nos alunos noções de concentração, disciplina, foco, respeito e coordenação entre muitas outras. Hoje a modalidade é aplicada com frequência nas escolas especiais, que com o passar do tempo passam a participar até de grandes eventos esportivos. A disputa tanto dentro das escolas quanto nos torneios, é sempre comandada por um profissional de educação física.

 

 

0 Comentário

Você precisa acessar o seu perfil para comentar nas matérias.

Blogs
Ver na versão Desktop