Paraná bate o Figueirense e chega à 2ª vitória seguida

16/06/17 às 22:23 - Atualizado às 14:16 Lycio Vellozo Ribas
Felipe Alves (de mãos ao alto) recebe os abraços dos colegas após o gol do Paraná: ascensão (foto: Geraldo Bubniak / AGb)

O Paraná derrotou o Figueirense por 1 a 0, nesta sexta-feira (16), na Vila Capanema. A partida era válida pela 8ª rodada da Série B do Brasileirão. Pela primeira vez na competição, o time paranaense venceu duas partidas seguidas – na rodada anterior, a vítima foi o Náutico, em Recife.

Com o resultado, o Paraná foi a 12 pontos e se aproximou da zona de acesso à primeira divisão. O Santa Cruz também tem 12 pontos, mas leva vantagem no número de vitórias. O Figueirense, por sua vez, somou o sexto jogo seguido sem vitória. A derrota marcou a estreia do técnico Marcelo Cabo.

Foi o oitavo jogo do time sob o comando do técnico Cristian de Souza. Nos outros, houve duas vitórias do Paraná, três empates e duas derrotas.

DESFALQUE

No jogo de sexta-feira, o Paraná perdeu o meia Guilherme Biteco por tempo indeterminado. Aos 11 minutos, ele pisou torto ao tentar driblar um adversário, caiu e não se ergueu mais. O jogador atuou as últimas seis partidas graças a injeções no joelho, mas essa lesão é diferente: lesão no tendão de Aquiles. A previsão inicial é de três meses sem jogar. Há a perspectiva dele passar por cirurgia.

TABELA

O próximo jogo do Paraná será nesta terça-feira (20). E será, teoricamente, o mais difícil desta Série B. O adversário é o Internacional, no Beira-Rio.

ESCALAÇÃO

O Paraná foi escalado no 4-2-3-1, com Guilherme Biteco, Robson e Minho compondo a linha de três meias. Felipe Alves foi o escolhido para o ataque. O time tinha o retorno do zagueiro Rayan, que não havia jogado contra o Náutico por ter ficado abalado com a morte do colega Jonas Pessalli, na segunda-feira (12).

PRIMEIRO TEMPO

Antes do jogo começar, houve um minuto de silêncio para o meia Pessalli. Foi a segunda homenagem nesta semana – também havia ocorrido antes do jogo com o Náutico.

O jogo mal começou e o Paraná perdeu o meia Biteco. Aos 11 minutos, ele caiu em disputa com o volante Zé Antônio e sentiu uma lesão na perna esquerda. Em seu lugar entrou Renatinho, que estava recuperado de lesão. Renatinho ficou centralizado e Robson passou para o lado direito.

Com Biteco ou Renatinho, o Paraná pouco produziu. Seu primeiro lance na área adversária foi anulado por impedimento de Gabriel Dias. Uma das melhores chances de gol do time da casa saiu devido a duas trapalhadas da defesa adversária, sem que os jogadores do Paraná tocassem na bola. Houve apenas um lance de perigo, em que o chute de Felipe Alves parou no goleiro Thiago Rodrigues (ex-Paraná). O Figueirense finalizou apenas uma vez, para fora.

SEGUNDO TEMPO

Logo no início da etapa, o Paraná abriu o placar. Gabriel Dias cruzou e Felipe Alves cabeceou para dentro, aos 4 minutos. O time correu risco de levar o empate em seguida, mas o goleiro Richard evitou duas vezes. Depois disso, o anfitrião exerceu dez minutos de pressão intensa, criando chances principalmente em cruzamentos e escanteios.  

A partir dos 20 minutos, o ritmo de jogo diminuiu. Aos 30, Cristian de Souza trocou o atacante Felipe Alves por Nathan. Depois, aos 41, o volante Luiz Otávio substituiu Renatinho. E o time conseguiu segurar a vitória. 

ESTATÍSTICAS

O Paraná terminou o jogo com dez finalizações (cinco certas), 49% de posse de bola, 85% de acerto nos passes e 26 cruzamentos (apenas 4 certos). O Figueirense somou cinco finalizações (três certas), 51% de posse de bola, 86% de eficiência nos passes e 11 cruzamentos (4 certos). Os dados são do Footstats.

 

PARANÁ 1 x 0 FIGUEIRENSE

Paraná

Richard; Cristovam, Rayan, Eduardo Brock e Igor; Leandro Vilela, Gabriel Dias, Guilherme Biteco (Renatinho, depois Luiz Otávio), Robson e Minho; Felipe Alves (Nathan). Técnico: Cristian de Souza

Figueirense

Thiago Rodrigues; Weldinho (Marco Antônio), Bruno Alves, Naylhor e Iago (Guilherme Lazaroni); Zé Antonio, Dudu Vieira e Jorge Henrique; Joãozinho (Índio), Henan e Luidy. Técnico: Marcelo Cabo

Gols: Felipe Alves (4-2º)

Cartões amarelos: Henan, Jorge Henrique, Zé Antônio, Gabriel Dias

Árbitro: Luiz César de Oliveira Magalhães (CE)

Local: Vila Capanema, em Curitiba, sexta-feira

 

LANCES DO JOGO

PRIMEIRO TEMPO

17 – Iago chuta de longe. A bola sai rente à trave

31 – Leandro Vilela arrisca de fora da área e manda por cima do gol

37 – Renatinho cobra falta para a área. Thiago Rodrigues pega, mas cai com a bola fora de campo, cedendo escanteio. Renatinho cobra, a zaga desvia para o próprio gol e o goleiro se antecipa a Felipe Alves para afastar

38 – Igor cobra lateral para a área e Felipe Alves emenda de voleio, por cima do gol

43 - Renatinho sofre falta na entrada da área. Antes de o árbitro marcar, Felipe Alves fica com a bola na área e finaliza com força. O goleiro espalma

SEGUNDO TEMPO

3 – Após cobrança de falta, Zé Antônio arremata de fora da área, à direita do gol

4 – Gol do Paraná. Gabriel Dias recebe de Renatinho, vai à linha de fundo e cruza. Felipe Alves sobe e cabeceia no canto esquerdo do goleiro

8 – Jorge Henrique cruza, Naylhor cabeceia e Richard espalma. Na sequência do lance, Henan arremata e o goleiro faz nova defesa

15 – Gabriel Dias recebe na área, gira e chuta. Thiago Rodrigues pega, mas cai de novo fora de campo com ela e cede escanteio. Renatinho cobra, Brock cabeceia e o goleiro defende

16 – Felipe Alves é lançado sem marcação. Thiago Rodrigues sai da área e afasta de cabeça. A bola cai com Renatinho, que dribla Iago e bate de longe, sem goleiro. A bola sai rente à trave

18 – Renatinho cobra escanteio. Felipe Alves cabeceia e Zé Antônio, sem querer, desvia a bola e evita o gol

21 – Naylhor arremata forte, de longe. Richard espalma no canto. Henan fica com a sobra e manda para fora

36 – Nathan puxa contra-ataque e rola par Renatinho. Ela dribla um marcador e finaliza para fora, da meia-lua

44 – Luiz Otávio arremata do bico da área e manda por cima

0 Comentário

Você precisa acessar o seu perfil para comentar nas matérias.

Blogs
Ver na versão Desktop