Decisão sobre Lula, em 2ª instância, pode demorar mais de um ano

13/07/17 às 10:49 - Atualizado às 13:11 Da Redação com agências

A decisão do Tribunal Regional Federal, da 4ª Região, (TFR4), responsável por julgar o recurso de apelação criminal da defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), condenado a 9 anos e seis meses de prisão em regime fechado, poderá demorar mais de um ano. A condenação foi dada pelo juiz federal, Sérgio Moro, na última quarta-feira, 12. A análise tem como base o tempo da apelação criminal que absolveu o tesoureiro do PT João Vacarri Neto, que levou um ano e cinco meses. O processo foi aberto em segunda instância em19 de janeiro de 2016 e o julgamento ocorreu em 27 de junho.
Lula foi condenado por corrupção passiva e lavagem de dinheiro com um tríplex, localizado em um condomínio no Guarujá, litoral paulista. Segundo a acusação do Ministério Público, acatada pelo juíz, Lula teria recebido o tríplex como pagamento de propina resultado de três contratos firmado entre a empreiteira OAS e a Petrobras, entre 2006 e 2012.

0 Comentário

Você precisa acessar o seu perfil para comentar nas matérias.

Blogs
Ver na versão Desktop