Atlético goleia o Avaí e recupera dois trunfos no Brasileirão

03/08/17 às 21:21 - Atualizado às 15:07 Silvio Rauth Filho
Guilherme corre para comemorar gol do Atlético: goleada (foto: Geraldo Bubniak)

O Atlético Paranaense venceu por 5 a 0 o Avaí, nessa quinta-feira (dia 3) à noite, na Arena da Baixada, pela 18ª rodada do Campeonato Brasileiro. Com o resultado, o time paranaense subiu para o 10º lugar, com 23 pontos. A equipe catarinense está na 18ª posição, com 17 pontos, dentro da zona de rebaixamento.

A goleada serviu para o Atlético recuperar dois trunfos: a força da Arena da Baixada e a capacidade de vencer com futebol propositivo. Antes do início da rodada, o Atlético era o segundo pior mandante do Brasileirão. Agora, ficou em 14º lugar nessa lista, que considera apenas as partidas em casa. O time paranaense não vencia há três jogos na Arena.

Outro jejum incomodava. O Atlético ainda não havia vencido no Brasileirão quando teve mais posse de bola que o adversário, uma estatística que indica a tentativa do time em jogar um futebol propositivo. As únicas cinco vitórias anteriores haviam ocorrido em estratégia reativa do Furacão (jogando no contra-ataque). Contra o Avaí, porém, o time teve 60% de posse de bola, dominou o jogo inteiro e venceu com facilidade.

Clique aqui para ver a galeria de fotos do jogo.

ESTREIA
O lateral-esquerdo Fabrício, ex-Internacional e Cruzeiro, fez sua estreia pelo Atlético. Ele entrou durante o jogo, no lugar de Sidcley, que saiu lesionado aos 42 minutos do 1º tempo.

Os destaques da partida foram Guilherme e Eduardo Henrique. Clique aqui para ver uma análise do desempenho individual dos jogadores.

TÉCNICO
Esse foi o 7º jogo do Atlético desde a chegada do técnico Fabiano Gomes, agora com 2 vitórias, 2 empates e 3 derrotas.

ESCALAÇÕES
O Atlético não tinha Jonathan, em recuperação. Paulo André e Lucho González foram retirados da relação de convocados por desgaste físico, segundo o clube. Felipe Gedoz não ficou nem no banco. O clube não explicou o motivo dessa ausência. A novidade na escalação foi o meia-atacante Guilherme. O time manteve o mesmo esquema tático de sempre, o 4-2-3-1, com três meias ofensivos (Guilherme no centro, Nikão na esquerda e Lucas Fernandes na direita). O Avaí não tinha os veteranos Marquinhos e Juan. O esquema era o 4-2-3-1.

PRIMEIRO TEMPO
O Avaí ficou muito recuado e apostou na velocidade do trio Junior Dutra, Romulo e Joel para contra-atacar. O Atlético teve facilidade para dominar o meio-campo e chegar até a linha de fundo. Rossetto e Nikão mostraram qualidade nos passes. Sidcley e Lucas Fernandes incomodaram com dribles. E Ribamar funcionou bem como pivô. O domínio atleticano foi total no primeiro tempo, com 75% de posse de bola e 12 finalizações, contra quatro chutes do adversário. O gol saiu aos 34, após cobrança de falta de Rossetto na barreira. Guilherme aproveitou o rebote e marcou 1 a 0. O Avaí levou perigo em alguns contra-ataques, mas a defesa do Atlético se comportou bem.

SEGUNDO TEMPO
Na volta do intervalo, o Avaí tentou sair mais para o jogo e acabou deixando espaços. O Atlético explorou e criou chances. O segundo gol saiu aos 10 minutos. Cascardo chutou de fora da área, Douglas espalmou e Guilherme aproveitou o rebote: 2 a 0. O terceiro veio aos 12. Nikão cruzou rasteiro e Capa fez gol contra. O quarto saiu aos 24, com bela jogada do volante Eduardo Henrique. Ele tabelou com Guilherme e chutou no canto.

ESTATÍSTICAS
O Atlético teve 17 finalizações (7 certas), 60% de posse de bola, 3 escanteios e 93% de precisão nos passes. O Avaí somou 10 finalizações (1 certa), 6 escanteios e 84% nos passes. Os dados são do Footstats.

ATLÉTICO-PR 5 x 0 AVAÍ
Atlético: Weverton; Cascardo, Wanderson, Thiago Heleno e Sidcley (Fabrício); Pavez, Rossetto (Eduardo Henrique), Nikão, Guilherme e Lucas Fernandes; Ribamar (Ederson). Técnico: Fabiano
Avaí: Douglas; Leandro Silva, Alemão, Betão e Capa; Judson, Simião (Luan Pereira), Junior Dutra, Pedro Castro e Romulo (Maurinho); Joel (Willians Santana). Técnico: Claudinei Oliveira
Gols: Guilherme (34-1º e 10-2º), Capa (contra, 12-2º), Eduardo Henrique (24-2º e 33-2º)
Cartões amarelos: Rossetto (Atl). Betão (Av).
Árbitro: Leandro Bizzio Marinho
Público: 11.998 pagantes (14.040 total)
Renda: R$ 156.650,00
Local: Arena da Baixada

PRINCIPAIS LANCES
Primeiro tempo
7 – Junior Dutra dispara pela direita, invade a área e chuta perto, sobre o gol.
9 – Leandro Silva dispara pela direita e toca para Joel, que invade a área e cruza rasteiro. A zaga tira mal. Romulo pega o rebote e chuta. Pavez bloqueia.
10 – Pavez chuta de longe. Douglas segura.
11 – Sidcley cruza. Guilherme ajeita para Ribamar. A zaga corta. Rossetto pega o rebote e chuta. A zaga bloqueia.
13 – Rossetto toca para Lucas Fernandes, na área. Ele chuta cruzado. A bola passa perto.
25 – Falta de longa distância. Nikão solta a bomba no canto. Douglas espalma.
31 – Nikão cruza. Na cara do gol, Lucas Fernandes chuta, mas Capa salva na última hora.
34 – Gol do Atlético. Falta frontal. Rossetto cobra na barreira. Guilherme pega o rebote na área e chuta.

Segundo tempo
8 – Pedro Castro chuta de longe. Weverton espalma no ângulo.
10 – Gol do Atlético. Cascardo chuta de longe. Douglas espalma. Na área, Guilherme aproveita o rebote e cutuca.
12 – Gol do Atlético. Nikão invade a área e cruza rasteiro. Capa tenta tirar e marca contra.
24 – Gol do Atlético. Eduardo Henrique tabela com Guilherme e chuta no canto.
33 - Gol do Atlético. Ederson cruza da esquerda. Eduardo Henrique cabeceia e marca.

0 Comentário

Você precisa acessar o seu perfil para comentar nas matérias.

Blogs
Ver na versão Desktop