Gratidão é uma virtude!

28/08/17 às 00:00 Adriane Werner | contato@adrianewerner.com.br

Gratidão é um dos sentimentos mais bonitos que podemos ter. Mas, nos dias atribulados em que vivemos, nem sempre lembramos de ser gratos. Nem estou falando de religião, de sermos gratos a Deus, a uma força superior, aos espíritos do bem ou às boas energias. Falo de gratidão às pessoas que nos cercam. Você já pensou nisso?

Pense em sua carreira profissional. Muitas vezes dizemos – e pensamos - que conquistamos sozinho tudo o que temos ou as posições que alcançamos. Mas... será mesmo? Reflita sobre as pessoas que, de uma forma ou de outra, colaboraram pra que você chegasse até aqui: alguém que acreditou no seu potencial e lhe deu a primeira oportunidade; alguém que reconheceu seu talento e lhe promoveu, lhe convidou para outra empresa, lhe provocou alguma mudança...

Quantas vezes as pessoas nos ajudam sem ao menos saber que estão nos ajudando? Um colega de trabalho que tenha saído da empresa ou mudado de função, deixando o caminho aberto para o seu desenvolvimento; alguém que tenha elogiado seu trabalho sem maiores pretensões, mas fazendo, com isso, que você fosse mais reconhecido; ou até mesmo alguém com quem você tenha tido alguma desavença ou discordância, mas que tenha, assim, provocado uma (r)evolução em você. Alguém que nos tire da famosa zona de conforto muitas vezes nos impulsiona para o crescimento, sem saber. Isso sem contar as pequenas coisas do dia-a-dia: um favor, uma gentileza, uma parceria. Agradeça!

Lembro de um colega jornalista, que hoje tem uma grande empresa de eventos, que sempre comenta que é muito grato a um ex-patrão que lhe demitiu do emprego. Se não fosse o ex-patrão, meu amigo conta que jamais teria tido a coragem de abrir uma empresa – ou seja, não estaria onde hoje está. Veja que curioso: até aquele que lhe prejudica pode estar lhe ajudando, dando o empurrãozinho que faltava, provocando a sua coragem. ,

Outro colega, quando foi meu professor em um curso de locução, dizia que “todo mundo tem um louco em sua vida”. O louco é aquela pessoa que acredita em você antes de todo mundo, antes que você tenha experiência profissional, antes que você possa ter demonstrado seu talento. É mais uma reflexão interessante. Olhe pra trás e pense: quem foi o louco em sua vida Quem foi aquela pessoa que acreditou que você poderia dar certo e que apostou em você?

Pois então, não adie ou sufoque sua gratidão. Ponha pra fora, sinta! Pode ter certeza de que você vai ficar mais leve e feliz...

0 Comentário

Você precisa acessar o seu perfil para comentar nas matérias.

Últimas de Etiqueta Profissional
Etiqueta Profissional Dois pesos, duas medidas
Etiqueta Profissional Querida ou doutora?
Blogs
Ver na versão Desktop