Portos do Paraná usam energia solar em sinalização náutica

27/09/17 às 00:00 Ceres Battistelli | cerestb@gmail.com

Os Portos de Paranaguá e Antonina utilizam energia solar para manter acesas as lanternas das boias de sinalização náuticas, instaladas no canal de acesso à baía. Ao todo, são 63 boias ao longo do canal de navegação, com iluminação própria e que servem para orientar os navios que entram e saem dos portos. Os equipamentos funcionam 24 horas por dia. O sistema presente em cada uma das lanternas permite captar a luz do sol do dia e transformá-la em energia para o período noturno. “O Porto de Paranaguá gera energia solar, reduzindo custos de forma sustentável e com alto desempenho para a sua operação”, explica o diretor-presidente da Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (Appa), Luiz Henrique Dividino.


Fundação Grupo Boticário de Proteção comemora 27 anos

A Fundação Grupo Boticário de Proteção à Natureza completou 27 anos de história, no último dia 21 de setembro. A instituição nasceu por inspiração do fundador de O Boticário, Miguel Krigsner, como uma das primeiras organizações ligadas à iniciativa privada voltadas à conservação da natureza no Brasil. Hoje, a Fundação é a principal expressão da política de investimento social privado do Grupo Boticário. A atuação da Fundação Grupo Boticário inclui proteção de áreas naturais, apoio a projetos e disseminação de conhecimento. Desde a sua criação, a instituição apoiou 1.528 iniciativas de mais de 500 instituições brasileiras.


Denúncia pede a suspensão de Licitações da ANP

A 350.org Brasil, Associação Arayara de Educação e Cultura e a COESUS – Coalizão Não Fracking Brasil pelo Clima, Água e Vida – protocolaram ontem, denúncia junto ao Ministério Público Federal (MPF) em 13 estados brasileiros pedindo a suspensão da 14ª Rodada de Licitações promovida pela Agência Nacional de Petróleo e Gás (ANP). Ao denunciar que diversos estados brasileiros estão prestes a ter seu subsolo (onshore e offshore) concedidos para extração de petróleo e gás não convencional, as entidades provocaram o MPF a ajuizar ações civis públicas, como tutela de urgência, para impedir a realização da 14 ª Rodada.


Comitê visita projetos em Campo Largo

O Comitê Técnico do Instituto Paranaense de Reciclagem (InPAR) se reuniu com os representantes do projeto Elos da Sustentabilidade, em Campo Largo, para visitar cooperativas assistidas pelo projeto. O objetivo é ampliar o programa de logística reversa no município.

0 Comentário

Você precisa acessar o seu perfil para comentar nas matérias.

Blogs
Ver na versão Desktop