Atlético confirma volta do sub-23 no Paranaense 2018

27/09/17 às 15:48 - Atualizado às 15:51 Silvio Rauth Filho
Hernani (ao centro): volante jogou pelo sub-23 em 2013 e em 2014 (foto: Arquivo Bem Paraná)

O Atlético Paranaense avisou que planeja usar o time sub-23 no Campeonato Paranaense de 2018. O gestor de futebol, Paulo Autuori, afirmou que o objetivo será preservar a equipe principal para a disputa para a Copa Libertadores. O time não tem vaga garantida na competição continental. Para isso, precisa ficar entre os seis primeiros do Brasileirão. No entanto, é possível que o G6 vire G9.

Se o campeão da Copa do Brasil terminar entre os seis primeiros do Brasileirão, o G6 vira G7. Se um brasileiro conquistar a Copa Sul-Americana 2017 e ficar entre os primeiros do campeonato nacional, mais uma vaga será ampliada. O mesmo vale se o Grêmio for campeão da Libertadores 2017.

“Já estamos pensando em 2018, quando vamos disputar o Campeonato Paranaense com uma equipe sub-23. Isso é mais pensado, já estamos a trabalhar desde já há algum tempo e montando toda uma estrutura para que possa permitir porque nosso objetivo é nos classificarmos também para a Libertadores. A equipe tem condições plenas disso e tem mostrado. Caso isso ocorra, vamos deixa-la em condições de treinar com objetivo de começar a pré-eliminatória da Libertadores. Tudo bem pensado, com uma lógica, nada por acaso”, disse Autuori para o site oficial do Atlético.

A última vez que o Atlético jogou a competição inteira com o sub-23 foi em 2014. Naquele ano, a equipe dirigida por Petkovic chegou até a semifinal. Venceu por 3 a 1 o jogo de ida contra o Londrina. Na partida de volta, perdeu por 4 a 1 e acabou eliminada. Os artilheiros do time naquela edição foram o meia-atacante Marcos Guilherme (oito gols), o centroavante Crislan (quatro gols) e o volante Hernani (três). Marcos Guilherme está no São Paulo. Crislan defende hoje o Vegalta Sendai, do Japão. Hernani pertence ao Zenit (Rússia) e está emprestado ao Saint-Étienne (França).

Também faziam parte daquele grupo o goleiro Rodolfo, o lateral Sidcley, o volante Otávio, os meias Zezinho e Nathan e o atacante Douglas Coutinho.

O sub-23 também foi usado em todas as rodadas na edição 2013 do Paranaense. Naquele ano, o time do técnico Arthur Bernardes foi até a final. Empatou o jogo de ida com o Coritiba, em 2 a 2, e perdeu a partida de volta por 3 a 1.

Os destaques da equipe naquele ano foram o atacante Douglas Coutinho (12 gols), o meia-atacante Marcos Guilherme (1 gol e 4 assistências), o meia Zezinho (3 gols e 4 assistências), o atacante Edigar Junio (2 gols e 3 assistências) e o centroavante Crisan (3 gols e 3 assistências). O time também contava com o goleiro Santos, os laterais Léo e Héracles, o zagueiro Bruno Costa, os volantes Renan Foguinho e Hernani, o meia Renatinho e o meia-atacante Pablo.

Em 2015, o Atlético chegou a usar o sub-23 nas cinco primeiras rodadas. Depois, os titulares foram escalados. Mesmo assim, o time acabou no Torneio da Morte, mas escapou do rebaixamento.

 

0 Comentário

Você precisa acessar o seu perfil para comentar nas matérias.

Blogs
Ver na versão Desktop