Prefeitura de Curitiba está em alerta por conta da previsão de tempestades

01/10/17 às 16:23 - Atualizado às 21:10 SMCS
(foto: Geraldo Bubniak)

As equipes da Prefeitura estão em alerta, por conta da previsão do Simepar para a madrugada de domingo (1/10) para segunda-feira (2/10), com tempestades com ventos fortes, que podem vir acompanhados de granizo.

Saiba como se proteger em caso de tempestade com raios

Simepar alerta para temporais e granizo no Paraná nesse domingo

Segundo o Simepar, além de pontos de alagamento, poderão ocorrer destelhamentos, quedas de árvores e objetos nas vias públicas e imóveis. Por isso, as Administrações Regionais do município estão se preparando com planos de contigência. A FAS realiza trabalho de encaminhamento de pessoas em situação de rua a locais seguros. A Setran mantém as equipes a postos em caso de necessidade de desvios de rotas e controle emergencial do trânsito. A Guarda Municipal está com as equipes em alerta para auxílio à população, assim como a Defesa Social e Defesa Civil se houver necessidade de mobilização.

Planejamento

Com a chegada da primavera, chuvas de grande intensidade podem atingir Curitiba e região metropolitana. Para traçar estratégias de prevenção e definir planos de contingência para minimizar possíveis desastres naturais, a Coordenadoria Municipal de Proteção e Defesa Civil reuniu, na última quinta-feira (28), os administradores regionais de Curitiba, que são os responsáveis pelas comissões regionalizadas de Defesa Civil na cidade.

“As ações de caráter preventivo e educativo, que integram o trabalho técnico desenvolvido pela Defesa Civil, são imprescindíveis para garantir o bem-estar da população em situações-limite”, disse o secretário municipal de Defesa Social e Trânsito, Guilherme Rangel.

Foi indicado o protocolo a ser adotado em atendimento às emergências e discutida a atualização dos planos de contingência. “Curitiba entra em estado de atenção em virtude das chuvas intensas previstas para os próximos dias. As ações de prevenção e de preparação nada mais são do que uma mudança de comportamento”, disse o coordenador técnico de Proteção e Defesa Civil municipal, Nelson Ribeiro.

De acordo com ele, Curitiba é referência para outras cidades da região pelo sistema de proteção e Defesa Civil. “Pela organização e experiência, Curitiba destaca-se nesse cenário”, acrescentou.

Dicas

Inundações repentinas, bruscas ou enxurradas podem ocorrer após uma grande quantidade de chuva em um período curto de tempo. Para evitar inundações, a Defesa Civil orienta para a limpeza do telhado e canaletas de água para evitar entupimentos e para não colocar material de construção (areia, pedra) na rua e na calçada, pois pode ser levado pela enxurrada e obstruir a tubulação devido ao acúmulo.

O cidadão deve avisar imediatamente a Defesa Civil (199) ou o Corpo de Bombeiros (193) sobre áreas afetadas por inundação. Ao verificar riscos de alagamentos, a orientação é proteger a vida e, se precisar retirar algo de casa, pedir ajuda das autoridades competentes. Outra dica é desconectar os aparelhos elétricos da corrente elétrica para evitar curtos circuitos nas tomadas.

Confira todas as dicas da Defesa Civil em http://www.defesacivil.curitiba.pr.gov.br/Dicas/Dicas005.aspx

0 Comentário

Você precisa acessar o seu perfil para comentar nas matérias.

Blogs
Ver na versão Desktop