Sem Mano, Cruzeiro recebe a Ponte neste sábado pelo Brasileiro

06/10/17 às 19:10 Folhapress
PAULO BATISTELLA SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O técnico Mano Menezes foi afastado pontualmente do Cruzeiro para realizar um tratamento na pele. No entanto, a ausência dele na partida contra a Ponte Preta às 16h deste sábado (7) pode ser um prenúncio da próxima temporada dos cruzeirenses. Há duas semanas, o coro pela renovação de contrato com o treinador, que tem acerto até o fim deste ano, ganhou mais força com o pentacampeonato da Copa do Brasil. Contudo, Mano indicou a necessidade em esperar pela eleição presidencial do clube que viria a ocorrer pouco depois. “Ela irá decidir os novos rumos, não podemos inverter a ordem das coisas.” Dito e feito, a votação da última segunda (2) deu início a um turbilhão político no Cruzeiro e alterou o cenário da negociação —ainda que o candidato da situação tenha vencido o pleito. O atual mandatário, Gilvan de Pinho Tavares, previa uma transição de poder tranquila, mas rompeu com Wagner Pires de Sá três dias após este ter sido eleito para o triênio 2018/20. O motivo foi o novo presidente ter anunciado Itair Machado, ex-mandatário do Ipatinga, como vice-presidente de futebol para o próximo ano. A decisão desagradou, além de Gilvan, nomes do atual departamento de futebol, ligados a Mano Menezes. Bruno Vicintin, até então vice do futebol, deixou o clube na quarta (4). Tinga, gerente do setor, anunciou nesta sexta (6) que só vai ficar até o final da temporada. E o diretor Klauss Câmara ainda tem futuro na equipe tratado como incerto. Braço direito de Mano, o auxiliar técnico Sidnei Lobo, que vai comandar o Cruzeiro contra a Ponte, não garantiu a permanência do treinador e revelou ter sido contatado por Itair Machado. “Eu disse que o Mano vai retornar às atividades e deve ouvi-lo para tomar uma decisão.” O acerto com Mano Menezes é a maior pendência do Cruzeiro no momento, já que equipe tem vaga garantida na próxima Libertadores e está confortável no Brasileiro —é a quinta colocada, com 41 pontos. Já o adversário de Campinas vive realidade oposta. Pressionada pelo risco de rebaixamento, a Ponte tem dez pontos a menos que os cruzeirenses e ocupa a 15ª posição. Além de Mano, o Cruzeiro não terá o goleiro Fábio, poupado, no Mineirão —em compensação, o zagueiro Manoel retornará de lesão. Entre os ponte-pretanos, as novidades serão o lateral esquerdo Artur e o volante Fernando Bob, que retornará de suspensão. A partida, válida pela 28ª rodada, será a única do Nacional a ocorrer neste final de semana já que foi adiantada a pedido do Cruzeiro. CRUZEIRO Rafael; Ezequiel, Digão, Manoel e Diogo Barbosa; Hudson e Henrique; Rafinha, Thiago Neves, Alisson e Rafael Sobis. T.: Sidnei Lobo PONTE PRETA Aranha, Nino Paraíba, Marllon, Luan Peres e Artur; Fernando Bob; Emerson Sheik, Jean Patrick, Wendel e Danilo Barcelos; Emerson Sheik e Lucca. T.: Eduardo Baptista Estádio: Mineirão, em Belo Horizonte Horário: 16h deste sábado Juiz: Paulo Roberto Alves Junior (PR)
0 Comentário

Você precisa acessar o seu perfil para comentar nas matérias.

Blogs
Ver na versão Desktop