Físico Stephen Hawking disponibiliza sua tese de doutorado

23/10/17 às 19:49 - Atualizado às 19:53 Folhapress

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A partir desta segunda (23), qualquer um pode fazer o download e ler a tese de doutorado do físico Stephen Hawking, 75, defendida na Universidade de Cambridge, em 1966, quando ele tinha apenas 24 anos. Quantos entenderão o texto, intitulado "Propriedades dos Universos em Expansão", é outra história. Hawking espera que o acesso gratuito ao seu primeiros trabalho inspire outros não apenas a pensar e a aprender, mas a compartilhar suas pesquisas. "Ao tornar minha tese de doutorado pública, espero inspirar as pessoas ao redor do mundo a olhar para as estrelas e não para seus pés; para que se perguntem sobre o nosso lugar no Universo", disse ao jornal britânico "The Guardian". "Qualquer pessoa, em qualquer parte do mundo, deve ter acesso livre e sem limites –não somente à minha pesquisa, mas a todos os trabalhos de destaque possibilitados pelo entendimento humano", acrescentou. A Universidade de Cambridge, que classifica a tese de "histórica e atraente", diz que já é o item mais solicitado em seu repositório de acesso aberto, o Apollo. "Nos últimos meses, a universidade recebeu centenas de pedidos de leitores que desejavam baixar a tese do professor Hawking na íntegra." O trabalho considera implicações e consequências da expansão do Universo, e suas conclusões incluem que as galáxias não podem ser formadas por meio do aumento de perturbações inicialmente pequenas. Em 1963, poucos anos antes de defender sua tese de doutorada, o físico foi diagnosticado com esclerose lateral amiotrófica (ELA) –ou doença de Lou Gehrig, transtorno neurodegenerativo que causa a perda progressiva da coordenação muscular e dos movimentos do corpo, com sobrevida estimada em quatro anos. Em 1988, Hawking lança o primeiro de vários livros, o best-seller "Uma Breve História do Tempo: do Big Bang aos Buracos Negros", que vendeu mais de 10 milhões de exemplares.

0 Comentário

Você precisa acessar o seu perfil para comentar nas matérias.

Blogs
Ver na versão Desktop