Beyoncé é confirmada no live-action de Rei Leão

Como se não bastasse a expectativa da releitura do clássico O Rei Leão, a cantora Beyoncé Knowles é confirmada como o par romântico do protagonista Simba

03/11/17 às 00:00 - Atualizado às 21:37 Augusto Tortato e Gabriel Kambreck | contato@curitibacult.com.br | www.curitibacult.com.br
A diva Beyoncé entra no elenco para dar voz à leoa Nala, a esposa do príncipe leão (foto: Divulgação)

Como se não bastasse a expectativa da releitura de um dos maiores clássicos Disney de todos os tempos, a confirmação que todos estavam esperando em Rei Leão finalmente chegou. A cantora, performer, atriz e filantropa Beyoncé Knowles é confirmada no filme como Nala, o par romântico do protagonista Simba. E se juntando com um elenco negro de peso que só soma para a representatividade de Hollywood.

Nenhum filme causou tanto alvoroço nos fãs de animação quanto The Lion King, mesmo com a onda de live-actions do estúdio com os dois Alices, Cinderela, Mogli e A Bela e A Fera. Lançado em 1994, o filme dos leões foi uma investida de sucesso da fonte inesgotável de clássicos infantis. Não só caiu no gosto da crítica, mas encantou o público com um enredo e uma trilha sonora apaixonantes. A história de Simba bateu os recordes de bilheteria de animação e ainda está em quarto lugar no ranking dos desenhos animados mais lucrativos do Cinema. Não é por pouco que qualquer sinal de uma adaptação desse clássico deixe todos em êxtase e receio ao mesmo tempo.

A diva Beyoncé entra no elenco para dar voz à leoa Nala, a esposa do príncipe leão Simba (Donald Glover). No elenco também estão James Earl Jones a voz original de Mufasa, Chiwetel Ejiofor será o vilão Scar, Alfre Woodard será a mãe de Simba Sarabi e John Oliver será o divertido pássaro Sazu. E não menos importante, os Seth Rogen fará Pumbaa e Billy Eichner fará Timão, a dupla de amigos dona do mantra inesquecível Hakuna Matata. Quem dublará a versão infantil de Simba e Nala serão JD McCrary and Shahadi Wright Joseph, respectivamente.

E sabe essa história de trilha sonora apaixonante? Os 22 Grammys e a incrível voz de Beyoncé aparecem para manter as expectativas lá em cima. Há 20 anos a música “Can You Feel the Love Tonight“, gravada por Elton John, levou o Oscar e o Globo de Ouro de Melhor Canção Original. E para somar ainda mais, a cantora Beyoncé pode ficar responsável pela curadoria e produção da trilha sonora do longa-metragem. O que deixa os boatos do cachê dela bem realistas, a cantora pode receber US$ 25 milhões de dólares, uma bolsa-auxílio que deixa ela encostada com as atrizes mais bem pagas do ano.

Nos Estados Unidos, o filme estreia no aniversário de 25 anos da versão original, no dia 19 de julho de 2019. Além de O Rei Leão, a Disney produzirá os live-action de Dumbo, Alladin, Mulan, A Pequena Sereia, Sininho e até mesmo da vilã Cruella DeVil.


Gastronomia

Curitiba recebe o 1º Festival do Bacon
Poucas iguarias são tão unânimes na gastronomia mundial quanto o bacon. Idolatrado em todo o planeta, o ingrediente passou a integrar os mais variados preparos, sempre dando um toque irresistível e saboroso em pratos comuns do dia a dia ou requintados.
Pensando nisso, a Rua 24 Horas, um dos principais pontos turísticos e gastronômicos de Curitiba, vai promover a primeira edição do Festival do Bacon de Curitiba, no próximo dia 04 de novembro.
Durante o evento, os estabelecimentos gastronômicos da Rua 24 Horas vão oferecer dezenas de preparos, de todos os estilos e para todos os bolsos, que terão bacon como estrela, entre eles sanduíches, pasteis, hambúrgueres e, até mesmo, milkshake.
O 1º Festival do Bacon de Curitiba contará com a participação de 11 empreendimentos: Subway, Pastelaria Curitiba, Hibari, Crepe a Dois, Sucos Wing, Bávaro, Top Burguer, Liquori Caffè Gourmet, Koda Pub & Kitchen, Koda Healthy e Florybal.


Peça em cartaz nos dias 11 e 12 no Teatro Bom Jesus

Alice no País das Maravilhas abre Festival de Teatro Infantil

Alice, o Coelho, o Chapeleiro Maluco e a Rainha das Histórias sobem ao palco do Teatro Bom Jesus nos dias 11 e 12 de novembro para a estreia da segunda edição do Festival de Teatro Infantil “Era uma vez…eram duas, eram três”. Inspirado na obra literária nonsense de Lewis Carroll, o espetáculo “Alice no País das Maravilhas” ganha uma versão abrasileirada pela Cia do Abração, com direção de Letícia Guimarães e dramaturgia de Edson Bueno. Toda a renda arrecadada na bilheteria será revertida ao Hospital Pequeno Príncipe, instituição beneficiada pelo projeto.

Durante sua aventura, Alice encontra belas e estranhas criaturas. Uma delas é o Coelho, que carrega – como um tesouro – novos pensamentos, que nada mais são do que histórias que a menina nunca havia escutado ou lido. Mas a Rainha das Histórias não admite esses novos pensamentos e manda recolher e encaixotar todos eles. Mas Alice tem tanta criatividade que a Rainha Retrógrada é vencida e aquele mundinho chato e conservador é inundado por uma incrível sensação de liberdade.

Outra surpresa do espetáculo é o cenário, composto por paisagens que se movimentam a cada cena, criadas pelo artista plástico Élio Chaves e por Blas Torres. Já a trilha musical é uma homenagem à música brasileira, com referências a uma época de psicodelia e tropicalismo. Poemas do poeta curitibano Paulo Leminski foram adaptados e inseridos no diálogo dos personagens.


Primeira temporada gravada

Prepare seus sentidos, o Som do Arame chegou

Na última terça-feira (31) aconteceu, online, a estreia do projeto Som do Arame. Idealizado pelo produtor Felipe Pazello, o projeto surgiu da vontade em promover a música através da ocupação de espaços. E o local, escolhido a dedo, é um dos pontos turísticos mais visitados de Curitiba: a Ópera de Arame. Felipe reuniu videomakers, fotógrafos, engenheiros de som, produtores culturais, amigos e entusiastas que têm em comum a vontade de contribuir para o evolução do mercado da arte e cultura independente.

Mulamba, Machete Bomb, Ni Sales e Rafael Mello, Francisco El Hombre e Cuatro pesos de Propina, foram as bandas selecionadas para a gravação da primeira temporada, que foi realizada em colaboração e sem investimento financeiro. Os artistas foram selecionados através da curadoria composta por Felipe Pazello (Cultivarte), Aline Valente (Sofar Sounds Curitiba) e Michelle Hesketh (Musicletada e Ruído nas Ruínas), que buscaram contemplar os projetos que vem se destacando no cenário regional e nacional com composições atuais e relevantes.

A partir da próxima semana, aqui na página do Curitiba Cult no Bem Paraná você confere entrevistas exclusivas com as bandas e no nosso site os vídeos gravados na Ópera de Arame.

0 Comentário

Você precisa acessar o seu perfil para comentar nas matérias.

Blogs
Ver na versão Desktop