Como cuidar de calosidades nos pés

06/11/17 às 00:00 Biomédica Sara Viega

O calo é uma calosidade que aparece entre o 4º e o 5º dedo dos nossos pés e é muito incômodo porque causa atrito, causando algo muito desagradável ao caminhar e fazendo com que todos os sapatos incomodem. Basicamente, trata-se de uma acumulação de queratose que surge como consequência de uma pressão exercida nessa parte do pé, quase sempre causada por sapatos de ponta estreita que comprimem os dedos. Mas este problema tem solução, como vamos explicar, como tratar um calo para que possa voltar a usar seus sapatos favoritos e deixarem de machucar os dedos dos pés ao caminha:

Uma atenção especial a este tipo de calo é muito importante, pois se não agir com rapidez, pode causar uma úlcera e inflamar, originando grandes dores, além de impossibilidade de poder calçar um sapato para andar. Entre as causas mais comuns do calo encontramos o uso de sapatos muito estreitos na ponta, algo que é muito fraquente nas mulheres que costumam usar saltos no seu dia a dia. Este tipo de sapato pressiona os dedos de tal forma que é habitual que o atrito produza um calo entre os dedos dos pés.

Uma das soluções antes de ir a um especialista para diminuir a dor enquanto estamos com o calo no pé, é o uso de curativos especiais para calos, que podemos encontrar na farmácia. Apesar de ser um tratamento temporário, serve para aliviar a dor ao criar um efeito de almofada que aliviará a pressão exercida pelos dedos sobre o calo. Por sua vez, estes curativos amolecem o calo graças à ação hidratante da glicerina com a qual estão feitos.

Mas quando um curativo é insuficiente, um dos primeiros tratamentos que um podólogo pode realizar é a esfoliação do calo, que não dói e proporcionará um alivio imediato, ao mesmo tempo que poderá voltar a calçar qualquer tipo de sapato. Mas esta solução não é definitiva, pois tendem a aparecer de novo, neste caso é necessário ir conferindo o pé ao longo dos meses porque é fácil voltar a ter este calo de duas a três vezes por ano.

Para atrasar o surgimento de um novo calo depois da primeira esfoliação deverá utilizar um calçado confortável e largo que proteja os dedos do aprisionamento, ou seja que evite que os dedos fiquem juntos e apertados.

Outra solução para evitar que volte a aparecer este tipo de calo tão rápido é utilizar uma pequena proteção de silicone ou gel entre os dedos, com o objetivo de evitar o atrito entre eles ou a descarga do peso entre os dedos.

A solução definitiva ao tratamento do calo é uma simples cirurgia para eliminar o problema osseo do calo. O especialista será quem indicará como e quando ralizar a cirurgia caso o tratamento de esfoliação não seja suficiete quando o prolema foi recorrente e tiver que ir de forma frequente ao podólogo por causa deste problema.

0 Comentário

Você precisa acessar o seu perfil para comentar nas matérias.

Blogs
Ver na versão Desktop