Advogado da família Yared diz que STF liberou júri de Carli Filho

07/11/17 às 21:17 - Atualizado às 11:37 Da Redação Bem Paraná com assessoria
(foto: Franklin de Freitas/Arquivo Bem Paraná)

O advogado da família Yared, que atua como assistente de acusação no caso do ex-deputado Luiz Fernando Ribas Carli Filho, Elias Mattar Assad, divulgou um documento sobre a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), nesta tarde de terça-feira (7), que liberaria o caso para ir a Júri Popular. Assad informou que vai, nesta quarta-feira (8), entrar com um requerimento para que o julgamento seja marcado. 

O documento divulgado por Assad diz que o STF, "na relatoria do Ministro Gilmar Mendes, recusou por unanimidade o último recurso da defesa de Carli Filho e, na tarde desta terça-feira, tornou público um documento certificando que transitou em julgado a decisão do TJPR que confirmou a remessa do caso a julgamento pelo júri. Agora, vencida a burocracia de comunicações oficiais, o Juiz da Segunda Vara do Tribunal do Júri de Curitiba, poderá pautar o julgamento", escreveu.

Mattar Assad prevê que o júri poderá se realizar nos primeiros meses de 2018. Já a defesa do ex-deputado comentou que ainda resta recurso no caso.

Caso
No dia 7 de maio de 2009, o então Deputado Estadual Luiz Fernando Ribas Carli Filho, envolveu-se em um acidente em que dois jovens morreram. O carro dirigido por Carli Filho atingiu o carro dos jovens. Na época, a perícia constatou que o veículo de Carli Filho estava a cerca de 167 km/h, em uma via com limite de 60 km/h. Além disso, ele também teria ingerido bebida alcóolica. 

0 Comentário

Você precisa acessar o seu perfil para comentar nas matérias.

Blogs
Ver na versão Desktop