Cruzeiros serão proibidos de navegar pelo centro de Veneza em 2019

09/11/17 às 15:25 - Atualizado às 16:33 Folhapress

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Cruzeiros serão proibidos de navegar pelo canal de Giudecca, em Veneza, na Itália, a partir de 2019. A decisão foi anunciada pelo ministro de Infraestrutura e Transportes do país, Graziano Delrio, depois de um estudo de 18 meses feito em conjunto com a prefeitura de Veneza.

Na rota atual, os cruzeiros passam em frente a pontos turísticos como a praça de San Marco, a mais movimentada e famosa da cidade. Navios turísticos atracam hoje no porto de Veneza, no bairro Santa Croce. Após a mudança, embarcações que pesam até 55 mil toneladas poderão continuar suas atividades no porto desde que circundem a ilha, e não pelo canal de Giudecca.

Barcos mais pesados deverão parar no porto de Marghera, que fica no continente e recebe majoritariamente embarcações de carga. Moradores e ambientalistas alegam que os navios contribuem para a poluição do canal, erosão do solo e desgaste da estrutura da cidade. A Unesco ameaçou incluir Veneza na lista de patrimônios em risco caso as atividades continuassem por muito tempo.

0 Comentário

Você precisa acessar o seu perfil para comentar nas matérias.

Blogs
Ver na versão Desktop