Estudante de Curitiba é selecionada para evento nos EUA

10/11/17 às 10:52 AEN
A estudante curitibana Nicole Canali de Castro, 17 anos, do 3° ano do ensino médio do Colégio Estadual Elias Abrahão

A estudante curitibana Nicole Canali de Castro, 17 anos, do 3° ano do ensino médio do Colégio Estadual Elias Abrahão, no bairro Cristo Rei, será a representante paranaense no Programa Jovem Embaixador 2018, promovido pela Embaixada dos Estados Unidos e Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed).

Nicole vai se reunir com outros 49 estudantes com idades entre 15 e 18 anos do ensino médio de escolas públicas de todo país para um intercâmbio cultural de três semanas em Washington (D.C.), de 13 de janeiro a 4 de fevereiro de 2018. Após as atividades na capital americana, Nicole embarca com um grupo de estudantes para outra cidade onde ficarão hospedados em casas de famílias voluntárias.

“Estou muito animada. Ficar entre os selecionados e ter a oportunidade de representar meus colegas e conhecer uma cultura nova é algo incrível que ficará marcado para sempre”, disse a estudante, que embarca no dia 12 de janeiro.

Os alunos vão participar de encontros com autoridades do governo norte-americano, líderes de Organizações Não Governamentais (ONGs), visitas a escolas e projetos sociais, além de participar de atividades de voluntariado.

Os estudantes também farão apresentações culturais brasileiras. Ao final do intercâmbio, eles devem apresentar um plano de ação para atividades voluntárias que serão desenvolvidas em suas comunidades após o retorno ao Brasil.

OFICINA DE INGLÊS – Nicole participa uma vez por semana de um projeto social em que leciona oficinas de inglês a crianças com idade entre seis e 12 anos. Antes de iniciar as aulas, Nicole auxilia os colegas voluntários nas oficinas de arte. “Minha vida mudou quando aprendi o idioma, por isso resolvi entrar no projeto e ajudar essas crianças de alguma maneira. Acredito que um idioma diferente, principalmente o inglês, pode fazer a diferença”, afirmou.

A jovem sempre gostou de participar de projetos voluntários para, segundo ela, fazer a diferença na sociedade. “Muitas vezes criticamos a classe política e as coisas erradas que acontecem em nosso país, mas não fazemos nada para mudar”, disse. “Eu me sinto na obrigação de fazer algo diferente para mudar a realidade da minha cidade, estado e país. É isso que me motiva”, disse.

PROGRAMA - Esta é a 14ª edição do programa, que já levou 417 brasileiros para os EUA e atualmente está presente em todos os países da América do Norte, América Central e América do Sul.

O Programa Jovens Embaixadores é uma iniciativa da Embaixada dos EUA, em parceria com o Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed), as Secretarias Estaduais de Educação, a rede de Centros Binacionais Brasil-Estados Unidos, e também as empresas FedEx, MSD, Microsoft, Bradesco, IBM e a Boeing Brasil.

 

0 Comentário

Você precisa acessar o seu perfil para comentar nas matérias.

Blogs
Ver na versão Desktop