Rebelião deixa dois presos mortos e um agente prisional ferido no Paraná

10/11/17 às 11:19 Folhapress
MARTHA ALVES E ANA LUIZA ALBUQUERQUE SÃO PAULO, SP, E CURITIBA, PR (FOLHAPRESS) - Ao menos dois detentos morreram e um agente penitenciário ficou ferido em uma rebelião que já dura mais de 13 horas na Penitenciária Estadual de Cascavel (521 km de Curitiba), segundo informações da Polícia Militar. A rebelião começou por volta das 15h30 desta quinta-feira (9) quando os presos tomaram o telhado da unidade prisional. Três agentes penitenciários foram feitos reféns pelos presos, segundo o Depen (Departamento Penitenciário), e dois ainda continuam como reféns. No final da tarde desta quinta (9), um agente penitenciário com ferimentos graves na cabeça e no rosto foi resgato pelo SOE (Setor de Operações Especiais). Ele foi levado a um hospital da região, segundo a PM. Policiais da região e equipes do SOE continuam na penitenciária negociando com os presos. Uma equipe do Bope (Batalhão de Operações Especiais) também foi enviada ao presídio. Em nota, o Depen disse que os presos não fizeram nenhuma exigência e informações preliminares apontam para uma possível briga entre facções. A penitenciária tem capacidade para receber 1.160 presos, mas atualmente abriga 980, de acordo com a Sesp (Secretaria de Segurança). OUTRA REBELIÃO Em 2014, uma rebelião na penitenciária que durou 45 horas terminou com cinco presos mortos e a penitenciária parcialmente destruída -800 detentos foram transferidos. O Sindarspen (Sindicato Dos Agentes Penitenciários do Paraná) reclama que, apesar da unidade ter passado por uma reforma, a abertura das celas e galerias da penitenciária ainda acontece de forma manual. Segundo o sindicato, outro problema enfrentando diariamente nas penitenciárias do Estado é a falta de efetivo.
0 Comentário

Você precisa acessar o seu perfil para comentar nas matérias.

Blogs
Ver na versão Desktop