FHC defende Alckmin em 'posição central' no PSDB

10/11/17 às 18:03 - Atualizado às 19:03 Folhapress

THAIS BILENKY SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso defendeu que o governador Geraldo Alckmin assuma "posição central" no PSDB a partir da convenção de dezembro. Em texto publicado em uma rede social nesta sexta-feira (10), FHC disse que, "se porventura tal convergência não se concretizar, o que porá em risco as chances do PSDB, já disse que apoiarei a candidatura do senador Tasso Jereissati (CE) à presidência do partido". Ele elogiou o governador de Goiás, Marconi Perillo, que, como TAsso, é candidato a presidente do PSDB.

"Não faço ressalvas ao direito de Perillo, a quem respeito por sua fidelidade ao PSDB e pelo bom governo que faz, de ser eventualmente candidato", afirmou antes de fazer um apelo por unidade. "A vitória de um ou de outro não corresponde à vitória do bem contra o mal: precisamos permanecer juntos."

"O restabelecimento da coesão, com tolerância à variabilidade das opiniões internas, mas também com firmeza de propósitos, requer que o presidente designado do PSDB, Alberto Goldman, crie condições para que líderes experientes e respeitados, como o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, assumam posição central no partido", disse FHC. O tucano embarca para os EUA nesta sexta-feira (10). Ele não quis dar entrevista.

0 Comentário

Você precisa acessar o seu perfil para comentar nas matérias.

Blogs
Ver na versão Desktop