Festival Favela agita o Mês da Consciência Negra na capital

14/11/17 às 13:22 - Atualizado às 13:41 Redação Bem Paraná com assessoria
(foto: Divulgação)
Festival Favela traz programação especial para Curitiba e para o mês da Consciência Negra. Uma iniciativa da Central Única das Favelas do Paraná em parceria com varias instituições. O evento acontecerá neste sábado (18).. Se não for, será o maior encontro de moradores favelados do Estado e um dos maiores do Sul do Brasil. O objetivo é integrar socialmente crianças, jovens, adultos e idosos em diversas atividades.
 
 
A iniciativa visa promover serviços gratuitos á sociedade, á exemplo: prevenção á saúde, atividades culturais, esportivas e para promoção da saúde, conhecimento e bem-estar. No entanto, como novembro é o mês da Consciência Negra, teremos uma programação especial para Curitiba.
 
Pois, serão reunidas algumas lideranças de âmbito Internacional, Nacional, Estadual e local, exemplo: Diva Guimarães. Diva comenta depoimento e emociona os participantes na FLIP 2017 e entre as pessoas o ator Lazaro Ramos que fazia parte da mesa no dia. Diva é formada em educação física, contudo, sempre foi uma apaixonada por literatura e Conceição é uma de suas preferidas. 
 
“Nosso meta é propor uma agenda cultural e esportiva, porém atrelar á reflexão de três datas significativas para aos jovens negros e moradores de favela, 4 de Novembro – Dia Nacional da Favela; 12 de Novembro – Dia Mundial do Hip Hop e 20 de Novembro – Dia Nacional da Consciência Negra, dia que foi atribuído à morte de Zumbi dos Palmares, importante negro que lutava contra a escravização” – Comenta Zé da Cufa, Presidente Estadual. Compondo a mesa de discussão o Assessor Especial da secretária de Juventude do Paraná, Edson Lau Filho, que em parceria outros protagonizaram uma das maiores campanhas de audiovisual do Governo do Paraná de enfrentamento ao racismo institucional, com mais de 1,8 milhão de visualizações na internet o vídeo faz parte de uma campanha em favor do dia da Consciência Negra, 2016.
 
Na mesa, representando á Cultura do Hip Hop, Michael Devis já está acostumado em transformar a cinzenta paisagem urbana de Curitiba através do graffiti, dando cor é vida em diferentes pontos da cidade. O artista local reconhecido inclusive no exterior – com seu trabalho exposto na Europa, Japão e outras localidades – Devis é um dos produtores do Street of Styles, encontro internacional de grafiteiros
 
Em decorrência de acontecimentos (segregação, marginalização e racismo) que norteiam o I Fórum Paranaense das Favelas e para ampliar o discurso foi convidado o advogado criminalista, Renato Almeida Freitas Júnior, mestrando em Direito pela UFPR. Acusado de desacato à autoridade e resistência à prisão. Após ser posto em liberdade, ele denunciou que sofreu uma série de agressões físicas e psicológicas, além de injúrias raciais. Entre os abusos, o jovem diz que os guardas municipais que o prenderam duvidaram que ele fosse advogado pelo fato de ser negro.
 
Mas não será só reflexão e informação, pois vivemos dias de avanços e conquista. E, para esta linda celebração disponibilizará uma extensa agenda multilateral discursiva, cultural, esportiva com e para sociedade em geral. Prêmios, brinquedos e serviços, á exemplo: psicológico, jurídico, aferir pressão, concertos de eletrodoméstico e outros, estão contemplado no Festival Favela + Ação social. 
 
O evento também reunirá vários nomes Municipal, Estadual e Nacional do movimento Hip Hop, exemplo: Bangstars, um dos grupos mais antigos na cena cultural de Curitiba, Walderama á velha escola do rap paranaense, Bk12 – Djs e aproximadamente 40 grafiteiros. Na ocasião, para os amantes da modalidade Tags, pela primeira vez uma competição na cidade, break e skate e para fechar show nacional com Thig – Relatos da Invasão. Terá inicio ás 09h00min ás 17h30min, no dia 18 - sábado. Colégio Estadual Guilherme A. Maranhão, região do Tatuquara, em Curitiba.  Rua José Angelo Martins – Tatuquara.
 
 
1 Comentário

Você precisa acessar o seu perfil para comentar nas matérias.

Isaac Souza de Jesus
Parabéns aos organizadores deste evento show, que da força a culturas urbanas da periferia e voz aos invisíveis das nossas favelas.
Blogs
Ver na versão Desktop