Coritiba leva gol aos 49, perde e é rebaixado no saldo de gols

03/12/17 às 19:11 - Atualizado às 20:39 Silvio Rauth Filho
Chapecoense 2 x 1 Coritiba (foto: Rodrigo Goulart/Diário do Iguaçu)

O Coritiba está rebaixado para a Série B do Campeonato Brasileiro. Nesse domingo (dia 3), em Chapecó, o time perdeu por 2 a 1 para a Chapecoense, pela última rodada da primeira divisão, e ficou em 17º lugar, com 43 pontos. Acabou rebaixado no saldo de gols, já que o Vitória, 16º colocado, terminou também com 43 pontos e saldo de negativo de oito gols. O Coxa acabou com saldo negativo de nove.

Clique aqui para ver a classificação final do Brasileirão no site Srgool.

A derrota do Coxa ocorreu com gol da Chapecoense aos 49 minutos do segundo tempo. Com o empate, o time paranaense teria escapado. O Flamengo venceu o Vitória com gol aos 50 minutos do segundo tempo.

ATUAÇÕES: clique aqui para ver as notas para os jogadores do Coritiba.

A Chapecoense precisava da vitória para chegar à Libertadores. E conseguiu, terminando em oitavo lugar.

A Chape é o time há mais tempo sem perder no Brasileirão 2017, com nove partidas de invencibilidade. A equipe catarinense teve a melhor campanha do returno da competição - 32 pontos em 19 jogos.

O Coritiba nunca venceu esse adversário em Chapecó – foram quatro jogos, três derrotas e um empate.

Após o jogo, o técnico do Coritiba falou sobre o rebaixamento. O clube também divulgou nota oficial sobre a queda.

ARTILHEIRO
Kleber marcou um gol no jogo e chegou à 16 em 31 partidas em 2017. Terminou como artilheiro do time na temporada. No Brasileirão, os goleadores da equipe foram Henrique Almeida (7 gols), Rildo (6) e Kleber (5).

TÉCNICO
Marcelo Oliveira completou 22 jogos no comando do Coritiba em 2017, com 6 vitórias, 6 empates e 10 derrotas.

ESCALAÇÕES
O Coritiba não tinha 12 jogadores para a partida: Alan Santos, Dodô, Henrique Almeida, William Matheus, Alecsandro, Walisson Maia, Neto Berola, Henrique Gelain, Geovane e Rodrigo Ramos, todos em recuperação, além de Werley e Yan Sasse (suspensos). As novidades na escalação foram o volante Vitor Carvalho, o zagueiro Thalisson Kelven e o meia Daniel. O esquema tático foi o 4-2-3-1 de sempre, com três meias ofensivos – Rildo (esquerda), Daniel (centro) e Tiago Real (direita). A Chape não tinha Amaral, Douglas Grolli, Seijas e Roberto. O time de Gilson Kleina jogou no 4-1-4-1.

PRIMEIRO TEMPO
O Coritiba não atuou recuado e nem exagarou na pressão alta. Ficou em uma postura média, equilibrada, e conseguiu controlar o jogo. A movimentação de Daniel e Tiago Real pela direita fez a equipe chegar com frequência ao ataque. Os volantes e laterais tiveram postura defensiva, mas o quarteto ofensivo conseguiu apresentar bom volume de jogo e somar nove finalizações no primeiro tempo. A Chape teve dificuldades na marcação e na saída de bola, mas levou perigo em bolas paradas e nas arrancadas de Apodi pela direita. Foram quatro arremates do time catarinense na primeira etapa. O Coxa saiu na frente no placar aos 13, com belo chute de Kleber de fora da área. A Chape empatou aos 38, em cruzamento de Elicarlos que acabou encobrindo Wilson e entrando direto no gol.

SEGUNDO TEMPO
No intervalo, o Coritiba mudou. Saiu o meia Daniel e entrou o ponta Iago Dias. Com isso, Tiago Real passou a jogar centralizado. A Chape corrigiu a marcação e a saída de bola, equilibrando o jogo no segundo tempo. A partir daí foi um jogo truncado, com poucas finalizações. No entanto, aos 20 minutos, o time catarinense tomou conta do jogo e o Coxa passou sufoco, principalmente nas bolas paradas. Aos 28, o Coritiba mudou, tirando o ponta Rildo e colocando o centroavante Keirrison. Pouco adiantou. Nos minutos finais, a partida ficou aberta, com chances para os dois times. Aos 46, Kleber desperdiçou oportunidade livre na área. Aos 47, Apodi acertou o travessão, em chute de fora da área. Aos 49, o gol decisivo, após lançamento de Canteros, passe de Apodi e finalização de Tulio de Melo.

ESTATÍSTICAS
O Coritiba teve 12 finalizações (4 certas), 52% de posse de bola, 79% de eficiência nos passes e 6 escanteios. Já a Chape obteve 9 finalizações (6 certas), 48% de posse de bola, 76% de eficiência nos passes e 12 escanteios. Os dados são do site Whoscored.

CHAPECOENSE 2 x 1 CORITIBA
Chapecoense: Jandrei; Apodi, Douglas, Fabrício Bruno e Reinaldo; Elicarlos (Rodrigo), Moisés Ribeiro, João Pedro (Nadson), Canteros e Arthur Caike; Wellington Paulista (Tulio de Mello). Técnico: Gilson Kleina
Coritiba: Wilson; Léo, Thalisson Kelven, Cléber Reis e Carleto; Jonas, Vitor Carvalho (Anderson), Tiago Real, Daniel (Iago Dias) e Rildo (Keirrison); Kleber. Técnico: Marcelo Oliveira
Gols: Kleber (13-1º), Elicarlos (38-1º), Túlio de Melo (49-2º)
Cartões amarelos: Carleto (Cor). João Pedro, Fabrício Bruno (Cha).
Árbitro: Luiz Flávio de Oliveira (SP)
Público: 12.913 pagantes
Remnda: R$ 346.920,00
Local: Arena Condá, em Chapecó

PRINCIPAIS LANCES
Primeiro tempo
5 – Falta na direita. Reinaldo bate no canto. Wilson espalma para escanteio.
13 – Gol do Coritiba. Tiago Real recebe na direita e rola para Kleber, que chuta de esquerda, da meia-lua, e acerta o ângulo. Golaço.
20 – Arthur cai na área e pede pênalti.
22 – Falta na meia-lua. Arthur chuta forte, no alto. Wilson espalma.
27 – Reinaldo passa por Cleber Reis e chuta de fora da área. A bola passa perto, sobre o gol.
31 – Carleto bate escanteio.Thalisson Kelven cabeceia livre, mas fraco.
38 – Gol da Chape. Elicarlos tenta cruzar da intermediária. A bola encobra Wilson e entra no ângulo.
41 – Boa troca de passes. Rildo cruza e Kleber chuta de primeira, para fora.
47 – Apodi invade a área e cruza rasteiro. Léo salva quase dentro do gol.

Segundo tempo
4 – Tiago Real cruza rasteiro. Kleber domina na área, finta um e chuta. A zaga bloqueia.
26 – Dois escanteios perigosos da Chape. No primeiro, Jonas salva na pequena área. No segundo, Wilson faz grande defesa.
30 – Nadson chuta de fora da área. Wilson defende.
46 – Anderson faz boa jogada e toca para Kleber, livre na área. Ele chuta para longe.
47 – Apodi chuta de fora da área. A bola bate na trave.
48 – Cruzamento. Arthur cabeceia perto, ao lado.
49 – Gol da Chape. Canteros enfia nas costas da defesa. Apodi recebe livre na área e ajeita para Túlio de Melo, que chuta no canto.

0 Comentário

Você precisa acessar o seu perfil para comentar nas matérias.

Blogs
Ver na versão Desktop