Coluna Falando com as Torcidas: Atlético, Coritiba e Paraná

05/12/17 às 00:00 - Atualizado às 15:21

Acabou
E mais um campeonato brasileiro se vai. Para o torcedor atleticano, foi um ano de esperança, mas conforme foram se passando os dias, virou pesadelo. Sabemos muito bem que as contratações feitas no começo do ano empolgaram o torcedor, mas infelizmente não deram certo. Que fique de aprendizado. E que 2018 seja um ano diferente em todos os sentidos tanto no futebol, como no seu bem maior que é a torcida. Sobre a vitória sobre o Palmeiras gostaria de destacar que parecia um time diferente, e me fiz a seguinte pergunta: Será que isso ocorreu devido à saída de quem cuidava do futebol? Acredito que temos que começar a montar um novo time. Salve alguns jogadores, temos que montar um time que realmente queira algo, que jogue tanto para o clube como para torcida. A nossa única comemoração foi o rebaixamento “deles”. Desejo um bom final ano a todos os leitores, e que ano que vem seja realmente o ano do futebol do Clube Atlético Paranaense!
Um Ultra abraço!

Gabriel Barbosa | barbosagabriel@ig.com.br


Não foi por acaso
Quem acompanha a coluna sabe que há muitos meses o alerta era feito: vamos lutar para não cair. Caímos e não foi por acaso, foi fruto de um péssimo trabalho, o pior trabalho diretivo - e deliberativo - que vivenciei em 48 anos de vida.
O amontoado em campo é reflexo do amontoado diretivo e organizacional que assola o Coritiba há tantos anos.
Não adianta voltar em campo sem arrumar a casa: o Coxa precisa exterminar esse modelo de gestão que está sendo devastador ao Clube, diminuindo-o de tamanho, ano a ano.
No sábado, 9, pouco mais de seis mil sócios decidirão o que querem para o futuro do Clube. Decidam com cuidado, votem conscientemente.
Coritiba, a Torcida que nunca abandona!
Luiz Betenheuser | blogluiz@gmail.com


Adeus anos velhos
O Paraná conquistou em campo, contra tudo e todos seu acesso à divisão de elite do futebol nacional. Tal feito, no entanto, não importa em descanso ao comando. Aliás, o trabalho para 2018 já fora iniciado em setembro e agora, com a efetiva diretriz, passa a ter melhores contornos.
Alguns nomes do próprio elenco já foram garantidos, bem como o retorno de Alex Santana do Inter. Caberá ao mestre Pastana demonstrar que com pouco conseguirá também armar uma equipe para figurar ao menos na frente de outras quatro equipes.
Não se iluda com a falta de qualidade na primeira divisão, nem com a devassa da festa de vaga para a libertadores/18: a briga, a luta honesta do Tricolor será a de manutenção na divisão de onde só saiu face a ingerência de dirigentes da época.
Que 18 seja tão especial ao apaixonado paranista como vem sendo o presente ano. Com muita paz, saúde, felicidades e alegria!
A todos um feliz Natal e um próspero 2018!
Força Tricolor.
David Formiga | davidformiga@gmail.com

 

0 Comentário

Você precisa acessar o seu perfil para comentar nas matérias.

Últimas de Falando com as Torcidas
Falando com As Torcidas Acabou
Blogs
Ver na versão Desktop