Cautela nas redes sociais ajuda a ter férias seguras

Especialista alerta sobre o uso dos perfis para escolha de vítimas

06/12/17 às 23:00 - Atualizado às 22:12
(foto: Franklin de Freitas)

Depois de um ano todo com muito trabalho, o período de férias finalmente chegou! Nessa época é comum sentir um grande desconforto em deixar a casa sozinha enquanto viaja. Atualmente, há muitos recursos tecnológicos fáceis de instalar e bastante acessíveis.

“Com a mobilidade e a crescente adoção de internet fica cada vez mais fácil monitorar e agir, se for preciso, mesmo que à distância”, afirma Rodrigo Paiva, gerente de produtos da D-Link.

Mas é importante ressaltar que a segurança não está restrita a contratação de serviços de monitoramento. O executivo sugere cinco passos que podem aumentar a segurança da sua residência. “São passos muito simples e que estão muito mais ligados ao comportamento”, resume Paiva.

Com a proliferação dos smartphones o dia a dia de pessoas comuns acabou ganhando visibilidade com as redes sociais. Para muitas pessoas essa facilidade é uma forma de estar perto daqueles que estão longe. Porém, cuidados devem ser tomados para evitar dor de cabeça. “As fotos da viagem devem ser postadas na internet após a viagem e não em tempo real”, diz Paiva.

Ele ressalta que cada vez mais os ladrões pesquisam as redes sociais para escolher suas vítimas. “Então, não publique na internet que está saindo ou viajando e tome cuidado para não revelar o endereço de sua residência”, diz.


Dicas para ter férias mais seguras

Seja prudente nas redes sociais

  • Cada vez mais os ladrões pesquisam as redes sociais para escolher suas vítimas. 
  • Evite publicar na internet que está saindo ou viajando e cuide para não revelar o endereço de sua residência. 
  • Não detalhe quando estará longe.
  • Evite postar fotos em tempo real das férias (espere chegar em casa) e também ostentar compras. 
  • Se quiser mostrar sua viagem, ajuste a configuração de privacidade das redes sociais para que apenas os amigos vejam suas atualizações e desative as opções de localização.

Faça com que sua casa pareça habitada

  • Até mesmo casas vazias podem parecer ocupadas: acender as luzes dá a sensação de que há alguém (a tecnologia de timer ou acesso via internet é indicada nesses casos). 
  • Se possível, peça para um parente ou vizinho pegar a correspondência, deixar sacos de lixo no dia que a coleta passar e estacionar um carro na vaga de garagem.

Proteja o perímetro

  • Instale câmeras de segurança Wi-Fi na área externa para que os ladrões vejam que a casa é vigiada e exiba placas de companhias de segurança na entrada.

Reforce as entradas

  • Tranque bem as portas – o ideal é usar um trinco de segurança para dificultar qualquer tipo de invasão. 
  • As janelas também precisam de cuidado, sendo recomendada a instalação de películas anti-intrusos.

Cuidado com a segurança interna

  • Para uma maior proteção, mantenha seus pertences em um cofre – ou esconda-os muito bem. 
  • As câmeras de monitoramento são grandes aliadas nessas horas. Os melhores modelos são aqueles que mostram ao vivo no celular o que acontece no ambiente.
  • Movimentos suspeitos devem ser comunicados à central de monitoramento.
0 Comentário

Você precisa acessar o seu perfil para comentar nas matérias.

Blogs
Ver na versão Desktop