Cuéllar é expulso após receber medalha e fica suspenso para Libertadores

14/12/17 às 00:42 Folhapress
SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - O Flamengo terminou a final da Copa Sul-Americana com 11 jogadores em campo, mas sofreu um desfalque com a partida encerrada no Maracanã. O volante Cuéllar, autor do pênalti que gerou o gol do Independiente no empate por 1 a 1, levou cartão vermelho por reclamação durante a entrega de medalhas. O jogador colombiano interpelou o árbitro Wilmar Roldan ao sair do pódio em que os rubro-negros recebiam a premiação pelo vice-campeonato e acabou expulso. Desta forma, a suspensão será cumprida no próximo torneio da Conmebol com presença do Flamengo, no caso a Copa Libertadores do ano que vem. Antes de ser punido pela arbitragem, em entrevista enquanto o Independiente festejava a conquista da Sul-Americana no gramado do Maracanã, Cuéllar reclamou da marcação da penalidade. "Não sei se foi pênalti ou não. Tentamos. Foi importante, nos doamos e marcamos porque merecíamos, mas não conseguimos o resultado. Isso é futebol. Agora é levantar a cabeça e pensar para frente", destacou o volante. Após tomar banho, o volante colombiano alegou que estava irritado com a marcação do pênalti, convertido por Ezequiel Barco para a equipe argentina. "Estava de costas, de cabeça quente e falei algo para ele, mas isso faz parte do futebol. Na verdade não vi o cartão vermelho", afirmou aos microfones da FOX Sports.
0 Comentário

Você precisa acessar o seu perfil para comentar nas matérias.

Blogs
Ver na versão Desktop