São Chico, a cidade mais antiga do Sul

21/12/17 às 00:00 - Atualizado às 20:28 Rodrigo Browne
São Francisco do Sul foi construída em 1504 e ainda conserva parte de seu casario colonial (foto: Divulgação)

A apenas 200 quilômetros de Curitiba, é possível conhecer um pequeno pedaço da história do Brasil: a simpática cidade catarinense de São Francisco do Sul. “São Chico”, como é chamada na intimidade, é a terceira cidade mais antiga do país (os franceses aportaram por lá em 1504) e fica numa ilha – que na verdade não dá nem para notar, pois a estrada de asfalto que sai de Joinville passa por cima de um Canal que a separa do continente.

Curiosamente o centro comercial de São Francisco do Sul não tem nenhuma praia limpa para o turista. Mas é lá onde estão as principais atrações turísticas como o belíssimo casario histórico colonial (algumas construções ainda com tijolos ligados por óleo de baleia), a prefeitura, a igreja da Matriz, o simpático Mercado Municipal, o fantástico Museu Nacional do Mar entre outras atrações...

Quem quiser aproveitar o calor do verão tem que percorrer mais 18 quilômetros para o balneário da Enseada, um dos mais bonitos do Sul do país com praias que atendem a todas as tribos: das famílias que preferem a maré mansa da praia da Enseada, aos surfistas que buscam ondas perfeitas (e encontram) na Prainha, ou pela quase deserta Praia Grande, com mar aberto que se estende até a Praia do Ervino. Mas atenção! Aproveite a temporada de verão que praia mesmo só até março e depois – quem sabe – no veranico de maio.

Para quem vai chegar ou sair de São Francisco do Sul de carro pode encontrar um problema dependendo do horário escolhido. Percorrer pouco mais de 40 km da pequena rodovia estadual que a entrada do trevo de Joinville até a cidade pode durar quase três horas de engarrafamento. Portanto, durante a temporada de verão evite chegar na sexta de noite ou sábado de manhã e não volte na domingo depois das duas da tarde.

0 Comentário

Você precisa acessar o seu perfil para comentar nas matérias.

Blogs
Ver na versão Desktop