Delator da ‘Carne Fraca’ diz que Serraglio recebeu propina em espécie

03/01/18 às 12:18 Redação Bem Paraná com Política em Debate
(foto: Franklin de Freitas/Arquivo Bem Paraná)

 

O ex-superintendente regional do Ministério da Agricultura no Paraná Daniel Gonçalves Filho, preso na operação Carne Fraca, que investiga um esquema de cobrança de propina e fraude na fiscalização de frigoríficos, afirmou, em acordo de delação premiada com o Ministério Público Federal, que o deputado federal paranaense e ex-ministro da Justiça, Osmar Serraglio (PMDB), recebeu pagamentos em espécie do esquema. A informação é do jornal O Globo. Segundo Gonçalves, apontado pelo MPF como chefe do esquea, a maioria dos pagamentos seria em torno de R$ 10 mil. A delação premiada foi homologada pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Dias Toffoli no fim de dezembro.

Leia mais no Blog Política em Debate

0 Comentário

Você precisa acessar o seu perfil para comentar nas matérias.

Blogs
Ver na versão Desktop