Inteligência emocional é indicativo de equilíbrio e sucesso

08/01/18 às 21:49 Hamilton Fonseca | Headhunter | Fusões & Aquisições | hamilton@hamiltonfonseca.com.br

A inteligência emocional diz respeito à capacidade de o indivíduo monitorar e reconhecer as próprias emoções, utilizando essas informações para orientar seus pensamentos e ações de maneira positiva. A teoria foi desenvolvida pelo psicólogo americano Daniel Goleman e divulgada ao mundo a partir da publicação de seu primeiro livro sobre o tema, em 1995. Atualmente, o controle das emoções é considerado um dos principais fatores para o sucesso profissional.

O que é a Inteligência Emocional?
É formada a partir do momento em que a pessoa nasce, sendo moldada pela influência da família e pelas experiências vividas em casa e na escola. Trata-se de uma competência fundamental para alcançar a satisfação na carreira. Para Rodrigo Fonseca, presidente da Sociedade Brasileira de Inteligência Emocional (SBie), pessoas que conquistam sucesso na vida profissional e financeira são indivíduos que possuem mais empatia, capacidade de automotivação e uma maior habilidade de relacionamento interpessoal. “Quanto mais desenvolvemos habilidades estritamente emocionais, mais aumentam nossas chances de obter sucesso. A pessoa emocionalmente desenvolvida tem consciência dos seus pontos fracos e desenvolve essas deficiências, facilitando a superação dos obstáculos na carreira”, explica.

Encontre motivação
Quando um profissional sabe o que o motiva, dificilmente desiste ou perde o controle ao enfrentar obstáculos. Saber exatamente o que te move é essencial para obter sucesso em qualquer área da vida. Descubra o que se você está em busca no trabalho: reconhecimento, retorno financeiro, status, aprovação, realização, missão e use esta motivação como combustível.

Autoconfiança
Confiar em si mesmo e nos seus potenciais é fundamental, assim como minimizar suas limitações e desenvolver seus pontos fortes.

Cuidado com a competição
A competição entre colegas de trabalho mostra a necessidade de autoafirmação. Um profissional que sabe dos seus potenciais não tem necessidade de entrar em disputa com os colegas.

Tenha empatia
Saber se colocar no lugar do outro e lidar com as emoções dos colegas estabelece relações saudáveis e agradáveis no ambiente corporativo. Saber aceitar e conviver com as diferenças minimiza os atritos no trabalho

Cobre-se menos
Não busque metas inalcançáveis. Dê seu melhor e tenha em mente que o resultado sempre será proporcional ao seu esforço. Mais Informações:www.sbie.com.br |Sociedade Brasileira de Inteligência Emocional


Curtas

Livro: “Orientação vocacional e de carreira em contextos clínicos e educativos”.Esta obra reúne o que há de mais atual e avançado nos contextos clínico e escolar da orientação vocacional e de carreira. Os autores, profissionais reconhecidos na área, apresentam modelos consistentes e práticos, testados e aprovados no trabalho de orientação.Organizadora Rosane Schotgues Levenfus.Editora Artmed.

Curso de Programação Neurolinguística é um processo educacional sobre como usar melhor o nosso cérebro. Através dela é possível utilizar o cérebro para alcançar quaisquer resultados que desejamos, tornando possível conseguir excelência em qualquer campo de interesse.As técnicas utilizadas pela PNL a mais de 40 anos transformam a vida das pessoas, aproximando-as do sucesso pessoal e profissional.Mais informações: cursos@desenvolvavoce.com.br 41 9.9738-2409|Joinville:41 9.9502-5230.


Frase


“Não há transformação sem o desconforto do diferente do novo”
(Autor desconhecido)

 


   

  

   

www.hamiltonfonseca.com.br

0 Comentário

Você precisa acessar o seu perfil para comentar nas matérias.

Blogs
Ver na versão Desktop