Dermatite atópica não é contagiosa e pode ser controlada

A doença é comum e afeta de 10 a 15% da população; nas crianças, pode continuar até a fase adulta segundo os especialistas

09/02/18 às 15:16
(foto: Divulgação)

A dermatite atópica é uma doença inflamatória da pele, causada por uma alteração genética na barreira de hidratação e hipersensibilidade cutânea. Manifesta-se com vermelhidão e coceira, principalmente nas áreas de dobras da pele, mas não é transmitida por contato direto ou por objetos de uso pessoal.

Segundo a dermatologista Natasha Unterstell, a doença não tem cura, mas pode ser controlada com uso diário de hidratantes para repor a barreira de hidratação da pele e antiinflamatórios tópicos e orais. Alguns fatores podem agravar a dermatite atópica, dentre eles banhos muito quentes e prolongados, uso de sabonetes e esfoliantes, perfumes e cremes com fragrâncias.

No verão é comum ocorrer a piora da doença devido a maior produção de suor que pode irritar a pele, principalmente nas áreas de dobras do corpo. A doença piora também no verão com o uso do ar-condicionado e ventilador, que deixam o ambiente muito seco e assim proliferam os fungos.

A dermatite afeta geralmente pessoas com histórico familiar da doença, ou com doenças respiratórias alérgicas como rinite e asma e pode ser genética.

Crianças

Segundo as estatísticas, a doença afeta de 10 a 15% da população, sendo a maioria criança. O corpo inteiro pode ser afetado por manchas de pele em crianças com menos de um ano de idade. “Conforme forem crescendo, as partes mais afetadas são atrás dos joelhos, dobras dos braços e dobras do pé. A coceira piora os sintomas e quanto mais se coça, mas aumenta o risco de infecções cutâneas, porque a pele fica exposta”, avisa a dermatologista. Algumas crianças podem crescer e continuar com dermatite até na fase adulta.

Nas crianças, a dermatite atópica pode ser controlada com medidas relativamente simples, como evitar banhos demorados, utilizar hidratantes diariamente após o banho, evitar ambientes com poeira e uso de perfumes/cosméticos.

0 Comentário

Você precisa acessar o seu perfil para comentar nas matérias.

Blogs
Ver na versão Desktop