18º

Pesquisa confirma que curitibanos odeiam o carnaval

Sondagem revela que 66,62% dos moradores da cidade não gostam da festa, contra apenas 33,38% que apreciam

17/02/09 às 00:00 - Atualizado às 13:09   |  Josianne Ritz
Quem já desconfiava que curitibano não gosta de carnaval agora pode ter certeza. Sondagem do instituto Paraná Pesquisas confirma o que até agora era uma lenda urbana. De acordo com a pesquisa, 66,62% dos curitibanos não gostam de Carnaval contra apenas 33,38% que afirmam gostar da festa pagã. A mesma sondagem revela que ao contrário do que parece, 68,28% das pessoas que moram em Curitiba costumam passar o feriado da folia na cidade, contra 31,72%, que costumam viajar.

Entre os 33,38% de curitibanos que gostam da folia, 31,67% dizem que o que mais gostam do Carnaval são as escolas de samba e os desfiles de rua, outros 14,02% afirmam que o que mais gostam é a festa, a folia e a bagunça, enquanto 13,57% preferem as músicas e danças e 11,31% os bailes nos clubes, cada vez mais em extinção na capital paranaense. A sondagem também revela que os curitibanos, ao contrário dos baianos, não são muito chegados a um trio elétrico, já que apenas 1,36% dos entrevistados declararam gostar dos carros. Fantasias também não são muito populares em Curitiba, já que 91,86% dos entrevistados afirmaram que não usam fantasias no Carnaval.

A pesquisa mostra  também que quem prefere passar o carnaval em Curitiba — 68,28% — quer estar bem longe da folia, porque 90,93% não costumam ir aos bailes de clubes e 91,15% não assistem aos desfiles das escolas de samba da cidade. É o caso da administradora Cassandra Holtez, 35 anos. “Gosto do carnaval em Curitiba, porque posso fugir dele. É bom para ir ao cinema, fazer compras, passear nos parques e curtir a cidade”, conta ela, que costuma fazer um tour pela cidade com a família no feriado de  Carnaval. O mesmo costume tem a estudante Livia Costa, 21 anos: “Prefiro mil vezes ficar aqui na cidade e passear, aproveitar a calmaria”. Cassandra nunca viu um desfile de rua em Curitiba e nem chegou perto dos clubes que oferecem bailes.

De acordo com a Paraná Pesquisa, entre os que gostam da festa, 51,58% acompanha o carnaval pela TV, que transmite os desfiles das escolas de samba paulistas e cariocas. O jornalista Wikerson Landin, 27 anos, está entre os 26,70% de curitibanos que não acompanham nem mesmo o carnaval na TV. “Odeio tanto o Carnaval que fico em Curitiba, o melhor lugar do Brasil para quem odeia carnaval. Minha regra número um no feriado é não ligar a TV aberta, porque só tem Carnaval. Vejo todos os filmes do mundo no cinema, no DVD e o máximo que viajo é para um hotel fazenda”, conta Landin. Neste ano, aliás, Landin confessa estar ainda com mais raiva de Carnaval: “A TV aberta vai transmitir o desfile de escola de samba em vez do Oscar no dia 22”.

O publicitário João Saddock, 21 anos, também enche a boca para falar que odeia Carnaval e que Curitiba deveria se tornar a capital anticarnaval. “A melhor coisa que já fiz na vida foi me hospedar em um hotel de Curitiba para curtir o feriado sem carros, sem pessoas, por aqui mesmo”. Ele também reforça o coro de que a cidade deveria se transformar na cidade para quem odeia carnaval.
Publicidade
1 Comentário
  • carlos 26/02/14 às 20:58
    parabens curitibanos (as) vcs sao povo mais comportados q dexa de lado a farra.parabens pela pesquisa tbm.