Feliz Páscoa!

17 abril, 2014 às 12:55  |  por Fabiana Ferreira
Cãoelhinha!

Cãoelhinha!

O Projeto Amigo Bicho fez visita especial de Páscoa no Hospital Universitário Cajuru, em Curitiba. Os cães voluntários ganharam roupinhas de coelhos e fizeram a festa no Hospital.

_64A2881_trupe

Sempre bom ver a alegria que os bichinhos levam aos pacientes e funcionários do HUC.

_64A2849

_64A2962

Vem aí o 7º Tombazar – edição de Páscoa

3 abril, 2014 às 18:43  |  por Fabiana Ferreira

No próximo sábado, (5), o grupo de proteção animal Tomba Latas realiza seu 7º Tombazar, edição especial de Páscoa. O evento já se tornou tradicional por reunir produtos novos de moda, beleza, decoração, utilidades domésticas e aparelhos eletroeletrônicos a preços promocionais. Além disso, o espaço também oferece cantina com salgados e doces, incluindo opções para o público vegetariano.

Blog Tomba Latas

A renda arrecadada é destinada à cobertura das despesas veterinárias, de alimentação e hospedagem dos cães de rua resgatados pelo Tomba Latas. O 7º Tombazar acontece no restaurante Ópera de Bambu, das 11 às 17 horas. A entrada é gratuita e aberta ao público.

Serviço

7º Tombazar – Edição Especial de Páscoa

Local: Restaurante Ópera de Bambu, na Rua Nestor Victor, 434 – Água Verde

Data: 05 de abril (sábado)

Horário: das 11 às 17 horas.

Procura-se um beagle

17 março, 2014 às 15:42  |  por Fabiana Ferreira

Atenção quem passa pelo Centro de Curitiba! O Beagle Mino está desaparecido desde o dia 9 de março.

Procura-se

Se alguém souber onde ele está, avise pelo número (41) 97448388

PM Spa pet

24 fevereiro, 2014 às 18:40  |  por Fabiana Ferreira

A polêmica sobre a recomendação de diminuir a quantidade de ração dada aos cães da Polícia Militar do Paraná mobiliza desde o fim de semana as redes sociais. Li no blog Plantão 190, aqui do Bem Paraná, que divulgou cópia de um documento da intranet do Governo Estadual recomendando que os cães recebam apenas 400 gramas de ração por dia. O texto também sugere que os cachorros sejam utilizados apenas em casos excepcionais. O que me leva a crer que com menos comida, eles têm menos energia para cumprir as suas atividades. E assim devem ser poupados neste período de “spa involuntário”.

A PM confirma a redução do alimento que chamou de “apenas racionamento diário de ração” e culpa o processo licitatório. Leia abaixo a nota na íntegra.

Cão em atividade Foto: Agência Estadual de Notícias do PR

Cão em atividade Foto: Agência Estadual de Notícias do PR

Consultei um veterinário que me explicou que a quantidade de ração para cães varia de acordo com a qualidade do produto. Quanto melhor a ração, menor a quantidade a ser ingerida. Em média, um cão de porte grande, como é o caso de um pastor alemão, costuma comer de 800 a 1,5 kg por dia. A quantidade varia de acordo com o peso e atividades desenvolvidas pelos cães. No inverno, eles costumam comer mais. Até lá, espero que seja reestabelecida a alimentação merecida dos cães, funcionários públicos não concursados do Paraná.

Nota da PM- PR

A Polícia Militar informa que não está faltando alimento para os cães da corporação, apenas houve um racionamento na quantidade diária para que não falte comida até a licitação para compra de ração, que deve ocorrer nos primeiros dias de março. Importante esclarecer que a medida de racionamento visa preservar a saúde dos semoventes da PMPR, mediante orientação médico-veterinária, respeitando encaminhamentos de ordem administrativa que provocaram reanálise do procedimento licitatório iniciado no segundo semestre de 2013, consoante o contexto geral de austeridade fiscal do Governo, os quais estão sendo sanados.

Imagem do Fórum das bicicletas contraria defensores de animais

14 fevereiro, 2014 às 13:55  |  por Fabiana Ferreira

Movimento de Defesa dos Animais pede que Prefeitura  reconsidere imagem do 3º. Fórum Mundial da Bicicleta

O Fórum de Defesa dos Direitos dos Animais de Curitiba e Região (FDDA Curitiba), coletivo formado por organizações e protetores independentes, não concorda com o material de divulgação usado pela Prefeitura de Curitiba para o 3º. Fórum Mundial da Bicicleta, que acontece entre 13 a 16 de fevereiro de 2014, em Curitiba.

O motivo é que o material de divulgação do evento remete ao uso de animais em espetáculos circenses ou similares, ou melhor, apresenta um urso andando de bicicleta sobre uma corda-bamba.

O FDDA, com atuação na defesa dos Direitos Animais, desde 2005, enviou ofício à Prefeitura de Curitiba solicitando que reconheça seu equívoco e que se desculpe publicamente pelo seu deslize.

No Estado do Paraná e no Município de Curitiba existem leis que proíbem o uso e a manutenção de animais em circos e espetáculos congêneres, fruto da luta do movimento de defesa dos animais, na busca da garantia dos seus direitos, quais sejam: de liberdade, de trato digno, de expressarem livremente seu comportamento de espécie.

Com o uso deste tipo de imagem, associado a um movimento legítimo – do uso da bicicleta como modal nos centros urbanos – ao qual nos identificamos e apoiamos, banaliza-se e reforça-se a ideia de que é legal a utilização de animais em situações que não são próprias do seu comportamento, mas que se justifica para interesses humanos. O que não é!

Não é legal, não é ético e não é moral! Vivemos em uma sociedade em que vários movimentos se firmaram pela garantia de direitos, por justiça social, por inclusão de minorias, pela defesa de vulneráveis, sendo que um deles é o movimento pela defesa dos Direitos Animais, que não pode ser desconsiderado.

O FDDA compreende que não houve má fé na escolha da imagem. Porém, por infelicidade, atingiu o direito de outro ser defendido igualmente por um movimento legítimo.

O movimento dos Direitos Animais extrapola os limites da nossa Cidade e do nosso Estado, sendo um movimento mundial.  Portanto, sente-se incomodado em receber um evento internacional que afronta nossas leis e que nos desrespeita.

Mobilização nacional – Coincidentemente, nesta semana acontece um movimento em frente ao Congresso Nacional (Brasília), para a aprovação de leis de defesa dos animais, sendo que um dos projetos em pauta é a lei nacional de proibição da utilização de animais em circos.

O FDDA espera, portanto, que a organização do evento reconheça seu equívoco e que se desculpe publicamente pelo seu deslize.

Para conhecimento: Lei Estadual no. 16.667, de 17.12.2010 e Lei Municipal no. 25.10.2007.

 

Pet na rede

30 janeiro, 2014 às 13:46  |  por Fabiana Ferreira

Registre os momentos especiais de seu cão e compartilhe na nova rede social exclusiva para pets. O perfil da Mel, lhasa da família Jacometti, é atualizado diariamente com as fofices da cachorrinha. Acesse no packdog

melnarede

Ai que calor!

 

 

 

York roubado retorna ao lar

17 janeiro, 2014 às 18:01  |  por Fabiana Ferreira

O yorshire Luck do Seu Iran voltou. O cachorro foi roubado há seis meses quando passeava perto de casa no bairro Novo Mundo. Por um milagre, sim eles existem, uma mulher fez contato há dois dias e disse que estava com o cachorro. Ela disse ter o encontrado na rua.

O Luck voltou (Francielly Fagundes)

O Luck voltou (Francielly Fagundes)

O Seu Iran conta que nunca perdeu a esperança de encontrar o mascote. “Quando me ligaram falando que o encontraram eu senti um arrepio. Na hora que vi o Luck chorei muito e o abracei tanto que quase o esmaguei”, conta emocionado. O cachorro voltou bem cuidado.

Mas agora o Luck tem companhia. Uma senhora sensibilizada com a situação do Seu Iran deu um outro york para ele, o Tody.

Por precaução, o trio só vai passear dentro do condomínio.

foto 5

Colaborou Francielly Fagundes
 

Fui ao Rio e lembrei de você

7 janeiro, 2014 às 21:56  |  por Fabiana Ferreira

No melhor estilo fui ao Rio e lembrei de você, não poderia faltar na tradicional feirinha de Copacabana a lembrança para o bichinho de estimação. Pena que no momento as roupinhas disponíveis eram apenas PP. Só para pinscher e chihuahua!

Tem tamanhos maiores? pergunto à vendedora. Ela diz que não, “venderam todos, só sobrou isto aí”. Mais concorrido que sandálias havaianas tipo slim!

Não sobrou nada para os pets maiores!

Sem xixi

6 janeiro, 2014 às 23:26  |  por Fabiana Ferreira

O comerciante da banca de plantas arranjou uma forma bem direta de dar o recado. Os bichinhos amam um mato para fazer xixi, mas isso desvaloriza o produto. Portanto, procurem outro lugar…