A casa de Pandora e a musa de Seu Jorge

14 maio, 2012 às 14:08  |  por Fabiana Ferreira

A Pandora é uma autêntica vira-lata com “pedigree”, diga-se de passagem. Dona do pedaço por muitos anos em uma casa que fica no trajeto de Santa Felicidade, teve a sua rotina transformada com a chegada de uma amiga da mesma espécie. Amiga é modo de dizer, elas ainda estão se conhecendo ou melhor se estranhando… Especialistas em comportamento animal garantem que um dia elas devem se entender!

 

Por sorte, o trio apaixonado por cães e gatos que mora na casa da Pandora resgatou a pequena cachorra Sem Raça Definida, quando ela estava prestes a ser atacada por machos enlouquecidos pelo seu período fértil. O hábito de resgatar peludos, que perambulam pelas ruas abandonados, é comum na casa da Pandora. Mesmo em matilhas temporárias ela sempre foi a líder.

Mas desta vez a mistura de poodle, com algo que jamais saberemos, veio para ficar. Ganhou o nome de Carol. Porque estes nomes de cães mais comuns tipo Princesa, Lassie, Malu, Nina não combinariam com ela. Impossível resistir ao seu olhar. Aprendeu rapidamente usufruir do conforto de uma casa e de tanto carinho. Está sempre louca atrás de um chamego. Mesmo de alguém desconhecido.

Quem não gostou nada desta história foi a Pandora, que ainda está em fase de adaptação com a nova integrante do bando. Principalmente, quando a música do Seu Jorge toca por lá. Ai se a Pandora ouvir alguém da casa acompanhar o trecho:

“Carolina preciso te dizer
Ô Carolina eu só quero amar você…”

Carol, Carol, Carol

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>