De Santa Felicidade para a Mooca, a história do Snoppy

16 dezembro, 2016 às 10:47  |  por Fabiana Ferreira

A_papopet_Cocker

O cocker da foto apareceu na casa da Marta no bairro de Santa Felicidade no dia da vitória do Palmeiras no Campeonato Brasileiro de Futebol. A barulhada foi grande no bairro que concentra muitos italianos, em Curitiba. Por sorte, o cachorro foi encontrado por uma família apaixonada por bichos.

Após ter sido recolhido, entalado em uma grade do portão, ele ganhou um abrigo temporário e check-up veterinário. Um probleminha no olho. Logo tratado. E daí teve início a procura pelos tutores via redes sociais. Alguns dias se passaram e nada da família responsável aparecer. Em seguida, diante de toda a fofura e semelhança com um cachorro que teve da mesma raça, a prima da Marta resolveu adotá-lo. Pronto. Ele já estava com a passagem garantida para outro bairro italiano, na Mooca, em São Paulo.

Foi então que depois de uns dias da definição sobre o adotante, numa postagem em um site de cães desaparecidos, que a família do cocker apareceu. E para surpresa e indignação de todos que conviveram com o cachorro, a antiga família optou por não pegá-lo de volta. Aos dez anos de vida, com boa saúde, não houve mais interesse pelo animal. Sorte a dele.

Soube-se que o Snoopy, como era chamado, não vivia mais com a primeira tutora, pois a mesma teve que se mudar para um condomínio, que segundo ela não permitia animais. Foi assim que o bichinho foi parar em Santa Felicidade. Sem ter a atenção e o amor necessário que deve ser dado a um animal de estimação.

Por sorte, o Palmeiras ganhou. O Snoopy se assustou com a barulhada e agora tem a chance de passar o resto da vida com quem realmente vai amá-lo e cuidá-lo. A expectativa de vida dos cães têm aumentado. Para alguns, isso se tornou um problema. Outro dia me perguntaram se eu estaria preparada para conviver pelos próximos 10 anos com a minha cachorra. É claro que sim! Não estou preparada para viver com ela menos que isto. Ter um animal de estimação requer além de muito amor, tempo e paciência para os cuidados, principalmente, na velhice.

 

0 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>