Prêmios 2017 Luiz Oliveira  Diretor -  Wagner Oliveira  Diretor -Rodaika Diel Diretora - Rodrigo Castilhos  Designer da Marca - Paulo Schneider  Gestor Comercial - Rafael Teixeira  Exportação

Coca-Cola Shoes é eleita a melhor licenciada da Coca-Cola no mundo

19 julho, 2017 às 17:12  |  por Rafaela Salomon

As empresas gaúchas Sugar Shoes e Neorubber foram eleitas pela The Coca-Cola Company Melhor Licenciado Mundial da marca pela terceira vez desde 2012 e também pelo segundo ano consecutivo. O evento de premiação foi realizado na sede da companhia, em Atlanta (EUA). Além do principal prêmio mundial, a Coca-Cola Shoes também foi reconhecida como o Melhor Licenciado da América Latina 2016. As empresas são licenciadas da Coca-Cola desde 2010.

Coca-Cola Shoes produz calçados para o Brasil, América Latina e Europa. São produzidos cerca de 33 mil pares/dia, divididos entre tênis – fabricados nas unidades de Picada Café (RS) e Senador Pompeu (CE) – e sandálias – na divisão Neorubber, com plantas em Capela de Santana (RS) e Solonópole (CE). Produzindo para marcas próprias e licenciadas, a empresa gera cerca de 1.900 empregos diretos, além de mais 1.000 postos de trabalho em empresas terceirizadas.

O evento em Atlanta aconteceu no dia 10 de julho e contou com mais de 100 licenciados, representando alguns dos principais fabricantes de produtos da marca Coca-Cola em todo o mundo. Pela Sugar Shoes e Neorubber, estiveram presentes os diretores Luiz Oliveira, Rodaika Diel e Wagner Oliveira, acompanhados de Paulo Schneider, Gestor Comercial da Marca, Rafael Teixeira, Gerente de Exportação, e Rodrigo Castilhos, designer da marca. “Estas conquistas evidenciam o empenho de um trabalho construído por uma equipe extremamente qualificada que valoriza a gestão de negócio com objetivo em resultados positivos para a marca”, diz o gestor comercial Paulo Schneider. Ele salienta ainda que estas premiações trazem uma satisfação diferenciada, pois “ em oito anos, em menos de uma década, pegar uma marca de refrigerantes e transformá-la em uma das principais marcas de calçados do Brasil é um sucesso que poucos podem comemorar. Somente aliando atenção, dedicação e muito amor para conseguir uma vitória desta expressão”, diz ele. Isto também “reflete a confiança que recebemos dos lojistas, pois hoje contamos com 3 mil pontos de venda somente no Brasil”, acrescenta Schneider.

Desde 2010, as empresas já conquistaram premiações relevantes dentro The Coca-Cola Company como Prêmio de Sustentabilidade, em 2011, Melhor Licenciado do Mundo 2012, Melhor Licenciado da América Latina em 2015, Melhor Ativação no Varejo em 2015 e também o Melhor Licenciado do Mundo em 2015.

CRESCIMENTO – Em um cenário econômico ainda instável, a Coca-Cola Shoes segue sua trajetória de crescimento. Com presença de destaque nas principais vitrines de calçados do país, a projeção é de crescimento no faturamento neste exercício. A estimativa é de que o aumento chegue a 20%. “Os produtos da marca têm tido uma ótima aceitação no mercado brasileiro, e queremos consolidar essa posição para seguir crescendo”, completa Paulo Schneider.

Em junho, R$ 345 bilhões foram registrados em movimentação de cargas no Brasil

19 julho, 2017 às 15:17  |  por Rafaela Salomon

Segundo a AT&M Tecnologia, líder no processo de averbação eletrônica de transporte de cargas no país e responsável pelo registro e movimentação de quase 20 mil empresas do segmento, registrou no mês de junho R$ 345 bilhões em movimentação de transporte de cargas no país. Deste montante, R$ 253 bilhões em cargas foram registrados para efeito de seguros, incluindo o seguro de responsabilidade civil obrigatório, conforme resolução 247 do órgão federal SUSEP (Superintendência de Seguros Privados). Em junho de 2016, foram registrados R$ 271 milhões em movimentação de transporte de cargas, sendo que 186 milhões foram averbados com seguro. Ao mesmo tempo, que as movimentações de cargas apresentam dados positivos, os roubos e furtos também atingem todo o país. Segundo dados da Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan), de 2011 a 2016, o número de roubos de carga registrados no Brasil subiu 86%, passando de 22 mil casos por ano. Em 2016, os prejuízos com o roubo de cargas chegaram ao valor recorde de mais de R$ 1,4 bilhão, quase o dobro dos R$ 761 milhões registrados em 2011.

O sócio diretor da AT&M, Flademir Lausino de Almeida, explica que quando uma transportadora emite o documento de Conhecimento de Transporte (CT-e), isso fica registrado no sistema da Secretaria da Fazenda (SEFAZ) de cada estado. Ao mesmo tempo, para que a carga fique devidamente coberta pelo seguro, de forma online e automática, o emitente desse documento disponibiliza informações do conhecimento de transporte para o sistema de averbação eletrônica que checa o tipo de carga e consiste as informações básicas desse documento com o registro eletrônico da apólice (tipo de seguro trajeto da carga e valores). Tudo isso é checado em frações de segundos, para que, caso ocorra algum acidente, a carga esteja devidamente assegurada e a transportadora possa receber o “prêmio” da seguradora e não ter prejuízos. Por isso, que é importante que todas as cargas sejam averbadas, e nos casos de roubo ou perda, o segurado não tem prejuízo.

SOBRE A AT&M (ww2.atmtec.com.br) - A AT&M foi criada em 1996, pelos sócios Vagner Toledo e Flademir Lausino de Almeida. Nesse mesmo ano, foi criada a averbação eletrônica. Há muitos anos, o processo de averbação das cargas no Brasil era feito manualmente. “As pessoas faziam o cálculo das cargas para o seguro, separando por origem e destino e enviavam cópias e conhecimento de transporte das guias de transportes para as seguradoras calcular o valor dos prêmios dos seguros. “Como um profissional de tecnologia, identifiquei uma grande necessidade do setor e tive a ideia de informatizar esse processo. “Por meio da tecnologia EDI, criei uma base para o processo de averbação eletrônica no país, de forma inédita”, explica Flademir Lausino de Almeida.

Por mês, a AT&M controla mais de 80 milhões de documentos de seguros e possibilita a troca de informações entre transportadoras, corretores, embarcadores e companhias de seguro. É especializada na tecnologia EDI (Electronic Data Interchange) com forte atuação em sistemas e serviços de averbação eletrônica para o transporte de cargas. A empresa também atende todos os segmentos da economia para a troca de informações de forma eletrônica e segura, entre fornecedores, clientes, parceiros, empresas e filiais.

Além disso, a AT&M desenvolve sistemas de TI para os segmentos da indústria, comércio e serviços, e quaisquer outros segmentos de empresas que buscam a tecnologia EDI. Atualmente, são quase 20 mil empresas que utilização soluções AT&M. Os diferenciais da AT&M são a constante evolução para atender o mercado e tipos de ferramentas disponíveis para a realização da averbação eletrônica do transporte de carga, “ As soluções oferecidas pela AT&M são resultados de normas legais regulatórias e mercadológicas que auxiliam para evitar a sonegação na declaração para efeitos de seguros no transporte de carga. Hoje, atende quase a totalidade das companhias de seguros que atuam no segmento de transporte de cargas e quase 800 corretores. Disponibiliza 10 soluções diferentes para atender todo o mercado brasileiro e seus diferentes setores, desde a digitação de dados até a integração de redes de computadores.

A AT&M possui escritórios localizados nas cidades de São Paulo e Indaiatuba (SP) e conta com equipes de outsourcing que presta serviços “in company” para diversas empresas do mercado segurador. É altamente treinada e especializada em soluções, com destaque para um suporte 24 horas com alto grau de personalização no atendimento aos seus usuários e clientes. Além da busca constante de melhores tecnologias e ferramentas para atender com alta disponibilidade seus clientes e usuários, a AT&M também se destaca pela constante customização de suas soluções desenvolvidas de forma exclusiva para cada cliente. Seus serviços e soluções contribuem para a melhoria de todos os processos que envolvem averbação eletrônica.

 

Réveillon 2018 no P12 – Jurerê Internacional

19 julho, 2017 às 14:59  |  por Rafaela Salomon
Que durante o verão em Santa Catarina corre muito dinheiro, isso não é mais nenhuma novidade!! O que está cada vez mais cedo, são as vendas para as programações de verão!! Um dos destinos mais procurados por turistas brasileiros e estrangeiros no Verão, Florianópolis já começa a apresentar a programação de festas para a próxima temporada. O ponto alto desta agenda, sem dúvidas, é a virada do ano nos beach clubs e hotéis de luxo da cidade, e, entre as festas de Réveillon, a Spettacolo do P12, no parador de Jurerê Internacional, é uma das mais procuradas. As pré-vendas, direcionadas aos clientes que já participaram de edições anteriores da festa já começaram. E para aqueles que ainda não tiveram a oportunidade de conhecer o Réveillon Spettacolo, é possível comprar os convites a partir de hoje,  dia 19, quarta-feira, no site do Ingresso Rápido (www.ingressorapido.com.br). Os valores são a partir de R$350 feminino e R$ 650 masculino, e neste ano será possível parcelar a compra. A festa é open bar e open food.
Postado por Rafaela Salomon
IMG_5050OK

Cia. Beal de Alimentos, dona da Rede Festval, é a nova associada da Italocam

18 julho, 2017 às 19:46  |  por Rafaela Salomon

A Câmara Ítalo-Brasileira de Comércio e Indústria do Paraná (Italocam) acaba de receber como associada a Cia. Beal de Alimentos, proprietária da Rede Festval e Beal, em Curitiba e Cascavel, respectivamente. A companhia é comandada pelo empresário Carlos Beal e seus quatro irmãos, e tem 42 anos de existência.

Segundo Francesco Pallaro, presidente da Italocam, a integração da Cia. Beal de Alimentos reforça ainda mais os laços econômicos e culturais do empresário paranaense com o país italiano. O grupo possui 12 lojas e duas centrais de distribuição. Em Curitiba, são sete lojas que contam com investimento constante em melhores práticas de gestão de pessoal, qualificação, produtos de qualidade e inovação tecnológica.

A Italocam, associação sem fins lucrativos que promove o desenvolvimento das relações econômicas e comerciais entre Brasil e Itália, realiza particular ênfase nas iniciativas das empresas, fornecendo assistência e consultoria. A entidade atua também no âmbito universitário e formativo, apoiando todas as formas de intercâmbio entre universidades e outras entidades de formação, pública e privada dos dois países.

Novidade

O Festval está importando o “Panettone Milano”, direto da Itália. A autenticidade da matéria-prima e ingredientes cuidadosamente selecionados finalizam o produto com qualidade ímpar. Os pedidos corporativos ficam disponíveis até o dia 31 de julho, com entrega prevista para dezembro. Informações e venda pelo e-mail paulomarcos@superfestval.com.br.

 

imagem_release_1003474

Tributação nas escolas é tema de palestra em Curitiba

18 julho, 2017 às 18:30  |  por Rafaela Salomon

Segundo o Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação (IBPT), o faturamento das escolas está comprometido, em média, com aproximadamente 26,32% em tributos. Mas, de acordo com o coordenador e professor de programas de MBA da Universidade Positivo nas áreas Tributária, Contabilidade e Controladoria, Marco Aurélio Pitta (foto), o impacto tributário acaba sendo ainda maior, considerando todos os custos e gastos de uma instituição de ensino.

Nesta sexta-feira, 21, Pitta ministra a palestra “Formação de preços e custos nas escolas”, que faz parte do evento itinerante “Um Dia Positivo!”, promovido pela Editora Positivo. Cerca de 800 participantes são esperados em Curitiba, entre gestores escolares e docentes de escolas conveniadas ao Sistema Positivo de Ensino, com o objetivo de discutir os novos caminhos da educação.

Serviço:

Um Dia Positivo!

Data: 21/07, das 8h30 às 18h

Local:

Gestores: Hotel Pestana – Comendador Araújo, 499, centro, Curitiba/PR.

Docentes: Universidade Positivo – Professor Pedro Viriato Parigot de Souza, 5.300, Curitiba/PR

 

Sobre o palestrante

Marco Aurélio Pitta atua há mais de 15 anos nas áreas de Controladoria, Finanças Corporativas, Contabilidade, Custos e Planejamento Tributário em empresas de grande porte. Graduado em Ciências Contábeis com especialização em Controladoria pela UEL (Universidade Estadual de Londrina), MBA em Gestão Empresarial pela UNIFIL (Centro Universitário Filadélfia) e MBA Tributário pela Febracorp Live University, em São Paulo. É professor em cursos de graduação e pós-graduação em Londrina e Curitiba há mais de 10 anos e coordenador os Cursos de MBA em Contabilidade, Controladoria e Tributos na Universidade Positivo (UP). foto - Crédito: Juliano Marques/ Editora Positivo

 

 

Casa Bauducco aterrissa no Sul

11 julho, 2017 às 17:59  |  por Rafaela Salomon

A Casa Bauducco, unidade de negócios da Bauducco que combina empório com cafeteria, inaugura sua primeira unidade no Sul do Brasil. A loja está localizada em Curitiba, no Park Shopping Barigüi. O espaço é ideal para quem tem, entre uma compra e outra, um tempinho para saborear uma fatia de panettone quentinha polvilhada com açúcar e canela. Dentre as diversas comidinhas que a marca oferece, estão os brownies, biscottis, palmieres, muffins, sanduíches e croissants que podem ser acompanhados de uma bela xícara de café ou cappuccino. Os produtos da Casa Bauducco são feitos de maneira artesanal em fabrica dedicada a operação e com ingredientes selecionados.

Atualmente, a Casa Bauducco possui mais de 20 unidades espalhadas pelo estado São Paulo. A loja de Curitiba é a primeira fora dessa região e promete conquistar o paladar dos curitibanos.

Serviço

Casa Bauducco – Park Shopping Barigüi
Endereço: R. Prof. Pedro Viriato Parigot de Souza, 600. Piso L1, Curitiba – PR, CEP: 81200-100
Horário de funcionamento: De segunda a sábado: das 10h às 22h – Domingos e feriados: das 14h às 20h

 

Sobre a Casa Bauducco

Criada em 2012, no ano em que a família Bauducco comemorou os 60 anos no Brasil, a Casa Bauducco resgata valores típicos de um negócio de família. É um espaço diferenciado, que combina empório com cafeteria, onde as pessoas podem se sentar e saborear uma fatia de panettone quentinha polvilhada com açúcar e canela, um croissant ou um palmier entre outras delícias, acompanhada de uma bela xícara de café ou cappuccino. Com 18 unidades distribuídas em São Paulo capital, ABC, Campinas, São José dos Campos, Piracicaba, Guarulhos e São José do Rio Preto, o espaço traz na decoração a história da Família Bauducco. Ao todo, são mais de 70 itens deliciosos à disposição. Saiba mais em http://www.bauducco.com.br/casabauducco

 

luiz Benite (Créd. Divulgação)

Massa FM ocupa a posição de líder no Ibope há mais de 50 meses

11 julho, 2017 às 17:46  |  por Rafaela Salomon

A Massa FM, rede de emissora de rádios do Grupo Massa, está em festa. Desde fevereiro de 2013, a rádio do apresentador Ratinho ocupa a posição de líder absoluta no Ibope de Curitiba. Este é o período mais longo de liderança geral entre as rádios pesquisadas em todo o Brasil, considerando o período 05h-00h (todos os dias). São mais de 50 meses na liderança de audiência entre as rádios da capital paranaense e região metropolitana, ocupando a sintonia 97.7 FM.  A Massa FM é geradora de uma rede interestadual sediada em Curitiba, que distribui sua programação para emissoras instaladas no interior do Paraná, São Paulo e agora em Santa Catarina. De acordo com Luiz Benite, diretor da Massa FM , isso é resultado de uma programação focada nos interesses dos ouvintes e que busca um relacionamento duradouro com sua audiência. “A Massa FM está fazendo história no Paraná e no Brasil. São 50 meses ininterruptos no topo do Ibope. Tudo isso é resultado de uma programação que acompanha o ouvinte nas atividades do seu dia a dia, com uma programação leve, de qualidade e dentro do que os curitibanos querem ouvir. Além disso, procuramos estender o nosso relacionamento das ondas do rádio com várias ações. Isso fortalece o nosso vínculo e gera esse resultado de liderança”, comenta.
Os dados são do Kantar Ibope Media – Software Easy Media 4 – Praça: Curitiba, Período: fevereiro de 2013 a abril de 2017.

Sobre a Massa FM – A Massa FM é líder de audiência no Ibope em Curitiba e está presente, também, em Londrina, Maringá, Litoral, Campos Gerais (na cidade de Telêmaco Borba), Foz do Iguaçu e Campinas (São Paulo), atingindo um universo potencial de 11.494.335 habitantes. Sendo assim, é a maior rede de rádios do Paraná. Já equipada para a era digital do FM, tem excelente qualidade de sinal no Rádio, Internet e Redes sociais, contando com uma equipe extremamente capacitada. Bom gosto e uma marca moderna que unem estas qualidades aos anunciantes.

Postado por Rafaela Salomon

Startup08

Startup de Curitiba vence prêmio internacional da Microsoft

3 julho, 2017 às 20:09  |  por Rafaela Salomon

No próximo dia 11 de julho, os três idealizadores da Big Brain Education partem para Washington DC receber o prêmio pelo melhor case na categoria Colaboração e Conteúdo, no Microsoft Inspire - principal evento internacional dedicado a parceiros da companhia que reúne empresas de tecnologia do mundo todo. Nessa edição foram mais de 100 países inscritos em 34 categorias.

Sidnei Drobnievski, Tiago Araújo e Ronei Pasquetto fundaram a startup há três anos para unir duas paixões, a tecnologia e a educação. De lá pra cá, eles já transformaram a rotina de instituições de ensino pelo Brasil, apontando caminhos e desenvolvendo soluções para construir a Educação do Futuro.

Idealizada em Curitiba, a Big Brain Education é especializada em inovações tecnológicas e oferece consultoria, assessoria e capacitação para instituições de ensino, promovendo as vantagens da tecnologia em sala de aula e o uso do Office 365 para alunos e professores.

O case premiado, Intranet da Big Brain Education, foi desenvolvido para aumentar a colaboração entre funcionários, trazendo economia de tempo, simplificação de processos e aumento de eficiência. Totalmente integrada com o Office 365, o portal reúne informações do dia-a-dia da escola, com layout personalizado, central de documentos e linha do tempo inspirada nas redes sociais. Além de trilhas de treinamento e material para capacitação de professores.

Na foto: Sidnei Drobnievski, Ronei Pasquetto, e Tiago Araújo

Foto Artigo Moro

OPINIÃO – A comunicação corporativa e o juiz Sérgio Moro

3 julho, 2017 às 16:12  |  por Maximilian Santos

Por Daniela Barbará

O juiz Sérgio Moro causou um reboliço não só na vida política do Brasil como também nos ambientes corporativos. Palavras como delação premiada, gravação telefônica, empresa offshore, impunidade, doleiros, corrupção, tornaram-se rotina na vida dos telespectadores brasileiros e no linguajar popular. Isso porque grandes e tradicionais empresas brasileiras e seus fornecedores estão sendo chamados a prestar contas sobre trabalhos realizados. Mas o que mudou?

Muito simples. Não se toleram mais contratos falsos, caixas 2 e nem operações bancárias sem comprovação. A revelação de intrincados esquemas de corrupção envolvendo a esfera pública e privada fez com que não se aceite mais malas cheias de dinheiro circulando dentro das empresas, nos porta-malas de carros oficiais e táxis. Agora, empresas de diversos portes e segmentos que são prestadoras de serviços de grandes companhias têm que se justificar ao juiz. “Ah, mas eu sempre fiz tudo direitinho e não tenho nada a ver com isso”. Será?

Recentemente me disseram: ainda não estamos na Lava Jato. E minha resposta foi: prepare-se porque vocês podem ser citados em breve. Toda empresa, mesmo que idônea, pode ter seu nome ventilado na imprensa durante grandes investigações como a Lava Jato. Mais de 40 empresas de diversos portes e setores já foram citadas na operação da Justiça Federal. Com isso, posso dizer que as empresas precisam se preparar para gerenciar essa crise ou terão que arcar também com uma mancha grande na reputação e marca.

Para isso é preciso preparar a casa com todas as informações possíveis. Se respaldar, documentar e manter a transparência nas relações com todos os principais públicos. A imprensa é a primeira que vem à mente, mas deve-se também dar atenção especial aos funcionários e seus próprios fornecedores e clientes.

A preparação para viver uma situação dessas deve ser feita com vários setores internos envolvidos. Um grande espírito de equipe deve ser mantido durante o levantamento dos possíveis cenários de crise e cada uma das respostas. Todos têm que ser chamados para colaborar: do chão de fábrica aos principais executivos, passando pelo departamento jurídico, financeiro e recursos humanos. O foco é minimizar qualquer possível dano à empresa: seja monetário ou mesmo social. Contratos, notas fiscais, trocas de e-mails, boletos bancários, acordos firmados, pagamentos, movimentações financeiras, aditivos contratuais, documentos dos diversos tipos devem estar prontos para servem usados como provas. Prestar esclarecimentos é fundamental neste momento.

A operação Lava Jato é a maior investigação de corrupção e lavagem de dinheiro que o Brasil já teve. Os escândalos corporativos podem e devem ser tratados rapidamente e com a maior coerência possível. Assumir a responsabilidade pelo ocorrido, mostrar que está à disposição para esclarecimentos, dar atenção às vítimas diretas e indiretas e ter uma postura humilde em relação ao estrago feito são algumas das posições das empresas que se manterão vivas depois que tudo passar.

Estamos assistindo de camarote ao maior escândalo de corrupção da história do País, que já completa mais de três anos. O que restará do Brasil? Empresas que prestaram seus esclarecimentos, eleições limpas, profissionais treinados e prontos para tomar à frente e uma relação maior de transparência entre empresas e seus fornecedores. A comunicação é a ferramenta necessária para que possamos vislumbrar um país mais limpo e com empresas idôneas.

*Daniela Barbará trabalha há vinte anos com gerenciamento de crise e comunicação corporativa com empresas de diversos portes e segmentos.

 

 

Tem alguma opinião sobre assuntos que movimentam os negócios e a situação no Paraná, Brasil e no Mundo? Envie para peoplesa@bemparana.com.br e compartilhe sua ideia com nossos leitores.

Chieko1

CEO do Grupo Blue Tree Hotels, considerada mulher forte da hotelaria no país, divide sua experiência com curitibanas

30 junho, 2017 às 16:44  |  por Maximilian Santos

Lançado em maio com a presença de Luiza Helena Trajano, executiva do Magazine Luiza, o Núcleo Paraná do Grupo Mulheres do Brasil mantém a postura de apresentar fortes presenças femininas às participantes. No dia 3 de julho, às 17 horas, no auditório da FIEP, será a vez  de Chieko Aoki (foto), fundadora e presidente do grupo Blue Tree Hotels, compartilhar sua vasta experiência.

Formada em Direito pela USP, Administração na Universidade de Sofia, em Tóquio, e Administração Hoteleira na Universidade Cornell nos Estados Unidos, Chieko Aoki fundou a sua empresa em 1992. Em 1997 lançou a bandeira Blue Tree Hotels e em dez anos a transformou em uma das maiores cadeias hoteleiras do país.

Ao longo de sua vida profissional, Chieko trabalhou em diversos lugares do mundo, como Estados Unidos, Ásia e Europa. Iniciou sua atuação em 1982 como diretora de marketing e de vendas do Caesar Park São Paulo e, depois, tornou-se presidente da Caesar Park Hotels & Resorts e da mais antiga e tradicional companhia hoteleira dos Estados Unidos, a Westin Hotels & Resorts.

Em 2013, foi classificada pela revista norte-americana Forbes como “a segunda mulher de negócios mais poderosa do Brasile escolhida pelo jornal Valor Econômico dentre as melhores executivas brasileiras.

O Mulheres do Brasil foi criado há 4 anos por Luiza Helena Trajano, que preside o grupo até hoje. A proposta é ser uma organização apartidária que une engajamento e empreendedorismo em prol de propostas de ações para um Brasil melhor.

No Paraná, o Mulheres do Brasil tem coordenação de Regina Arns, que está à frente do Grupo MEX Brasil – Espaço Mulheres Executivas, e Margaret Groff, Diretora Financeira Executiva da Itaipu Binacional, aposentada, e também uma das fundadoras do MEX.

O Mulheres do Brasil reúne profissionais dos mais diversos segmentos e nasceu com o objetivo de refletir sobre os problemas nacionais para criar uma agenda positiva com um plano de ação. Nesse cenário, a mulher surge como agente de transformação e engajamento na construção de uma sociedade que valoriza o trabalho feminino e não admite preconceitos de sexo ou raça.

A perspectiva do grupo é atuar no Paraná em 5 Comitês Regionais: Políticas, Combate à Violência contra a Mulher, Educação, Empreendedorismo e 80 em 8.

Curitiba, até o momento, foi a maior estreia do grupo em número de presenças no Brasil. Foram confirmadas mais de 600 pessoas para o evento inaugural com Luiza Helena Trajano.

As inscrições devem ser feitas por meio do link televeentos.com.br/MDBParana/Cadastroinfo/

 
Editado por Maximilian Santos.
Crédito da foto: Divulgação