Arquivos da categoria: Congressos e Eventos

Semana Global do Empreendedorismo

BALANÇO – Qual o impacto das Start Ups na sociedade? Diretor da Endeavor Brasil fala sobre o tema em Curitiba

19 maio, 2017 às 19:13  |  por Maximilian Santos

No próximo dia 23, terça-feira, o diretor geral da Endeavor Brasil, Juliano Seabra (foto), estará em Curitiba participando do Smart City Business Congress, que acontece no Expo Unimed. Juliano participará de um painel que falará sobre como as start ups e as scale ups (empresas de crescimento escalável) impactam a sociedade, mudando o comportamento nas cidades e na economia. O painel acontece das 11h às 12h30.

O objetivo do painel é mostrar como as cidades precisam cada vez mais de inovação e empresas tecnologicamente inovadoras que possam auxiliar na solução de seus problemas. Fazer florescer um ecossistema de startups é mais que um desejo, é uma necessidade, e para isso é necessário ter um ambiente empreendedor, que atraia jovens empresas. Juliano Seabra ressaltará a importância das empresas “serem grandes enquanto pequenas” e conseguirem passar do estágio de start up para scale up.

No painel também estarão grandes nomes da área como Ricardo Ribeiro do Uber, Rafael Ribeiro da ABStartUps, Felipe Barreiros da Ponte 21/MasterTech, Eduardo L’Hotellier da Get Ninjas e André Arcas da Whoolie Bikes.

 

 

Crédito da foto: Divulgação.
Editado por Maximilian Santos

 

 

 

 

Vianna

Itaipu Binacional completa 43 anos em cenário promissor no Brasil e Paraguai

16 maio, 2017 às 19:06  |  por Maximilian Santos

A usina de Itaipu completa 43 anos de criação nesta quarta-feira (17) em meio a um cenário de crescimento bastante promissor para os dois países sócios no empreendimento. O Brasil já dá sinais de que deixou a recessão e o Paraguai se consolida cada vez mais como um dos melhores países da América Latina para se investir.

Itaipu tem um papel fundamental no desenvolvimento econômico e social das duas nações vizinhas. Mesmo com a expansão do parque gerador brasileiro, a usina responde, hoje, por 17% do consumo de energia elétrica de todo o mercado nacional e atende mais de 76% do paraguaio.

Quanto mais Itaipu gera, aproveitando com a melhor eficiência a matéria-prima do seu negócio, que é a água, menor é a dependência do Brasil de outras fontes de energia, como as termoelétricas, cujo custo de produção é muito mais elevado que o das hidrelétricas.

Para o diretor-geral brasileiro, Luiz Fernando Vianna (foto), o aniversário da empresa representa um marco histórico para o Brasil e o Paraguai e um exemplo para o mundo de cooperação entre dois países. “A criação de Itaipu é uma demonstração da capacidade de entendimento, com justiça e bom senso, dos nossos povos para erguer e gerir uma empresa vital para a sociedade brasileira e paraguaia”, diz Vianna.

Primeira usina hidrelétrica a romper a barreira anual dos 100 milhões de megawatts-hora (MWh), Itaipu produziu, em 2016, mais de 103 milhões de MWh. Na última década, a geração média anual da usina passa dos 93,2 milhões de MWh. Nenhuma outra hidrelétrica teve desempenho similar. Desde que entrou em operação, em maio de 1984, a geração acumulada da usina soma quase 2,5 bilhões de MWh. Essa energia toda seria suficiente para suprir a demanda elétrica do mundo inteiro por 42 dias.

Para se manter competitiva e sustentável, a usina vem se preparando para o futuro, em várias frentes.  Os principais desafios em andamento são o projeto de modernização das unidades geradoras e os estudos para a revisão do Anexo C do Tratado de Itaipu. A atualização das máquinas deve durar dez anos e prevê investimentos de US$ 500 milhões. Já o Tratado de Itaipu completa 50 anos em 2023, quando seu Anexo C será revisado, conforme foi acordado entre os dois países em 1973.

O Anexo C é o documento que define as bases financeiras e de prestação dos serviços de eletricidade da binacional, que precisará passar por uma revisão para atender, de forma igualitária, aos interesses de brasileiros e paraguaios. No documento está definido o pagamento de royalties pela utilização das águas do Rio Paraná, como compensação pelas áreas que foram alagadas para a formação do reservatório da usina. Desde sua entrada em operação, Itaipu já pagou em royalties, ao Brasil e ao Paraguai, mais de US$ 10 bilhões.

No Brasil, esses recursos beneficiam principalmente o Estado do Paraná e os 16 municípios lindeiros ao reservatório (15 deles em território paranaense), mas também Estados e municípios localizados a montante da usina, além de órgãos federais como o Ministério do Meio Ambiente, o Ministério de Minas e Energia e o Fundo Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Para os municípios, especialmente, os royalties representam uma renda importante, proporcionando benefícios à população.

História - O Tratado de Itaipu, assinado em 26 de abril de 1973, pelos presidentes Alfredo Stroessner e Emílio Garrastazu Médici, garantiria a implantação do projeto Itaipu. O tratado previa a criação da Itaipu Binacional, com sede em Brasília e Assunção. Seu capital seria de US$ 100 milhões. O Anexo C do Tratado definiu a divisão igualitária da energia a ser produzida e a formação de seu custo.

No dia 17 de maio de 1974, há exatos 43 anos, era constituída a empresa binacional Itaipu, para gerenciar a obra e, futuramente, administrar o empreendimento hidrelétrico. Dez anos depois, a partir de maio de 1984, a usina começava a gerar.

Sempre preocupado em garantir eletricidade suficiente para garantir a crescente industrialização, o Brasil tinha no setor elétrico uma das maiores preocupações. O crescimento da capacidade instalada no Brasil mostra que o esforço era grande para suprir o país com eletricidade. Em 1950, eram apenas 1.900 megawatts (MW); em 1960, 4.800; e em 1970, 11.460 MW. Isto é, a capacidade instalada mais que dobrava a cada década. E, em 1980, ainda sem Itaipu, atingiu 31.300 MW, quase o triplo de dez anos antes.

Quando as obras começaram, o projeto de Itaipu – 12 mil MW de capacidade instalada – representava 75% de toda a capacidade existente. Em 2007, a potência de Itaipu aumentou para 14 mil MW com a finalização do projeto e entrada em operação das últimas duas das 20 unidades geradoras.

A gestação de Itaipu foi articulada numa época de crescimento econômico vertiginoso do Brasil. No final dos anos 1960 e meados dos anos 1970, impulsionado por uma oferta de dólares no mercado internacional, que migrava para onde houvesse um projeto capaz de se viabilizar. E o País atraía esses dólares com extrema facilidade, o que alimentou grandes projetos de infraestrutura.

Economia - A economia paraguaia, que registrou um crescimento de 14% em 2013, fechou o ano passado com alta de mais de 3%. A inflação está controlada e a taxa de desemprego do país está em queda. Já no Brasil, a atividade econômica cresceu 1,12% no primeiro trimestre deste ano, na comparação com o último trimestre de 2016. É o que mostra o Índice de Atividade Econômica do Banco Central (IBC-Br), dessazonalizado (ajustado para o período). Em 2015, o Produto Interno Bruto (PIB – a soma de todas as riquezas produzidas pelo país), indicador oficial calculado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), teve queda de 3,8%. No ano passado, o PIB encolheu 3,6%, segundo informações da Agência Brasil.

 

 

Editado por Maximilian Santos.
Crédito da foto: Divulgação.

 

 

 

Guilherme2-01

Liderança é a chave para desenvolvimento de equipes e crescimento dos negócios

16 maio, 2017 às 16:32  |  por Maximilian Santos

Liderança é o poder de ativar ação nas pessoas, de obter resultados por meio delas, de fazê-las adotar a visão do líder, mas sem precisar usar de coação ou corrupção. “O líder investe seu tempo em construir pessoas. Ele sabe quais são as reais prioridades, obtém a confiança da equipe, a administra solidamente e a mantém motivada. Ser chefe é fácil. Ser líder é para quem consegue assumir o papel e a responsabilidade de ser exemplo e guia”. A afirmação é de Guilherme Amaral (foto), Carnegie Master e diretor em Minas Gerais e Paraná noroeste, palestrante da segunda edição do Intensive Leadership Academy (ILA), que acontece nos dias 9 e 10 de junho, em Curitiba. O seminário é organizado e ministrado por executivos da Dale Carnegie Training, referência mundial em desenvolvimento de competências e habilidades profissionais.

Na avaliação de Amaral, os resultados de uma equipe podem ser atribuídos ao tipo de liderança que ela recebe. “Quando uma liderança forte reage, ela impacta emocionalmente as pessoas do projeto, e isso é como trocar uma música ruim por uma outra maravilhosa em uma festa. Todos seguem o novo ritmo. Temos visto exemplos, como o da Ford, que contratou o executivo da Boeing Alan Mulally como CEO e recuperou-se de sua pior crise sem ajuda governamental. As pessoas respondem a uma liderança positiva e poderosa”, destaca.

Os líderes são aqueles que continuam a enxergar o melhor caminho para o grupo. Eles conseguem ver as necessidades emocionais, forças e limitações de seus liderados, as oportunidades e desafios do caminho, e integram em tempo real todas essas informações, com o critério de construir prosperidade para todos enquanto obtém os resultados que sua organização precisa. “Algumas características são fundamentais em bom líderes, como focar na fonte dos problemas e enxergar as pessoas como solução. Além disso, ele comunica assertivamente e mostra seu engajamento 100% do tempo. Ele se importa, quer saber o que acontece com as pessoas, além de saber dos números”, observa Amaral.

Dale Carnegie Training – Por 104 anos, a Dale Carnegie Training, por meio de seus programas de treinamento pessoal e profissional vem orientando seus participantes a construir objetivos claros de forma planejada, organizada, com estratégias eficazes, desenvolvendo seus talentos, atitudes, valores, habilidades práticas de comunicação, gestão, liderança, relações humanas, engajamento, vendas, negociação, controle de estresse e apresentações de alto impacto.

Segundo Amaral, a Dale Carnegie é a única organização que genuinamente fornece processos de treinamento transformadores. “Levamos nossos participantes a mudarem emocionalmente, mentalmente e em seus comportamentos e habilidades. Nosso limite é o interesse de nossos clientes em desenvolverem-se. Somos a única empresa de treinamentos que comprova o retorno sobre o investimento em pessoas”, diz.

 

Editado por Maximilian Santos.
Crédito: Divulgação.

 

 

Estela Boticário

Três Executivos do Grupo Boticário ganham o Prêmio Top Mega Brasil de Comunicação Corporativa em 2017

25 abril, 2017 às 13:37  |  por Maximilian Santos

Neste mês foram divulgados os ganhadores do Prêmio Top Mega Brasil de Comunicação Corporativa, organizado pela Mega Brasil em parceria com a MaxPress. Agências e executivos de comunicação concorreram regional e nacionalmente ao prêmio que celebra os destaques do mercado brasileiro, com o TOP 10 Brasil e o TOP 5 Norte, Nordeste, Centro-Oeste, Sul e Sudeste.

Os premiados foram eleitos após indicação de centenas de agências e milhares de executivos de comunicação corporativa. Luiz Rigo, diretor da MaxPress, comenta que neste ano o primeiro turno da votação registrou crescimento de 60% de participantes, o que aumentou a linha de corte para o segundo turno. Para Marco Rossi, diretor da Mega Brasil, “isso é excelente, pois permite a confraternização de novos e já premiados em outras edições em um momento de grande relevância para a comunicação corporativa brasileira”.

A cerimônia de premiação acontece no dia 25 de maio, durante o encerramento do 20º Congresso Mega Brasil de Comunicação, Inovação e Estratégias Corporativas, no Centro de Convenções Rebouças, em São Paulo.
Na categoria Top 5 Sul, entre agências de comunicação, o Paraná não foi contemplado. No último ano, a Central Press, dirigida pelos empresários e comunicadores Claúdio Stringari Marques e Lorena Nogaroli, concorreu na categoria nacional e ganhou na categoria Sul. Já entre os executivos, no TOP 10 do Brasil, dois executivos do Boticário aparecem na lista, a coordenadora de Relações Públicas e Eventos do O Boticário, Estela Matsumoto (foto), e o coordenador de Relações Institucionais e Imprensa no Grupo Boticário, Wallace Faria. Os dois repetem a premiação na categoria Top 5 Sul, ao lado também de Cristiane Irigon, diretora de comunicação e branding também da marca.

PREMIADOS

 

TOP 10 Brasil
Executivos de Comunicação Corporativa

  • Adriana Lutfi (Mercado Livre)
  • Antonietta Varlese (AccorHotels)
  • Bruno Rossi (Facebook)
  • Daniele Lopes Rodrigues (Coca-Cola Femsa Brasil)
  • Estela Matsumoto (Grupo Boticário)
  • Fabio Sabba (Uber)
  • Flavia Sekles (Google)
  • Nélson Silveira (General Motors)
  • Vivianne Funcia Simões (Iguatemi Empresa de Shopping Centers)
  • Wallace Faria (Boticário)

Agências de Comunicação

  • Agência de Textos (BA)
  • CDI Comunicação Corporativa (SP)
  • CDN (SP)
  • Edelman Significa (SP)
  • FleishmanHillard (SP)
  • FSB (RJ)
  • In Press Porter Novelli (RJ)
  • Ketchum (SP)
  • Printer Press (SP)
  • RP1 Comunicação (SP)

 

TOP 5 Regionais

Sudeste
Executivos de Comunicação Corporativa

  • Nélson Silveira (General Motors)
  • Paulo Marinho (Itaú)
  • Rozália Del Gaudio (C&A)
  • Viviane Mansi (Votorantim)
  • Vivianne Funcia Simões (Iguatemi Empresa de Shopping Centers)

 

Agências de Comunicação

  • CDN (SP)
  • Edelman Significa (SP)
  • In Press Porter Novelli (RJ)
  • Printer Press (SP)
  • RP1 (SP)

 

Sul
Executivos de Comunicação Corporativa

  • Cristiane Irigon (O Boticário)
  • Daniela Kraemer (General Motors)
  • Estela Matsumoto (Boticário)
  • Renato Gasparetto (Gerdau)
  • Wallace Faria (Boticário)

 

Agências de Comunicação

  • CDN (RS)
  • Fábrica de Comunicação (SC)
  • Martha Becker Comunicação (RS)
  • Moglia Comunicação (RS)
  • Usina de Notícias (RS)

 

Centro-Oeste
Executivos de Comunicação Corporativa

  • César Alves (Fast Açaí)
  • Diego Recena (Fecomércio-DF)
  • Jorge Duarte (Embrapa)
  • Maíra Garcia (Taguatinga Shopping – Brasília Shopping)
  • Virgínia Pessoa (Grupo Santa)

 

Agências de Comunicação

  • DGBB (DF
  • In Press Oficina (DF)
  • Proativa Comunicação (DF)
  • RP1 (DF)
  • Zelus Assessoria (GO)

 

Nordeste
Executivos de Comunicação Corporativa

  • Amine Darzé (Coelba)
  • Ana Maria Xavier (FIEC)
  • Ayeska Azevedo (Grupo Boticário)
  • Mirela Gedeon Cubilhas (Enashopp)
  • Sílvia Fragoso (Grupo Ser Educacional)

 

Agências de Comunicação

  • Agência de Textos (BA)
  • Brava Comunicação (PE)
  • Darana (BA)
  • Dupla Comunicação (PE)
  • Texto & Cia (BA)

 

 

Norte
Executivos de Comunicação Corporativa

  • Daniel Nardin (Governo do Pará)
  • Elen Neris (Sistema Fiepa)
  • Erica Ferreira Martins (MRN)
  • Livia Amaral (Vale)
  • Mônica Alvarez (Alubar Metais e Cabos)

 

Agências de Comunicação

  • Eko (PA)
  • Gaby (PA)
  • Press Comunicação (AM)
  • Temple (PA)
  • Três Comunicação & Marketing (AM)

 

 

Editado por Maximilian Santos
Crédito da foto: Divulgação.

 

 

 

a4e7464e-8277-43b7-9de8-df8508e469d9

Pátio Batel Fashion Walk: Crescimento de fluxo no shopping acima de 50%

18 abril, 2017 às 17:03  |  por Rafaela Salomon

Foram dois dias de desfiles, 70 modelos e mais de 150 looks apresentados na terceira edição do Pátio Batel Fashion Walk. A passarela foi inspirada na migração dos pássaros, representando a mudança das estações, e a curadoria da Vogue Brasil trouxe estampas florais e geométricas, além de inspiração nos anos 80, para o outono/inverno 2017. Em formato fashion tour, onde as modelos desfilam pelos corredores do shopping, incentivando o see now, buy now, responsável, por exemplo, pelo esgotamento dos sapatos da marca Riachuelo que cruzaram a passarela. “Nosso diferencial é que não existe custo adicional para este evento, basta ser uma loja do Pátio Batel para participar. Nesta edição 93% das lojas do segmento de moda e beleza estiveram presentes ”, enfatiza a superintendente Giulia Quirino (foto).

Mas a participação dos lojistas não se limitou às passarelas, muitos deles desenvolveram ativações especiais para os dias de evento, como a Rolex que trouxe seu representante nacional para uma palestra na Bergerson. “O mais interessante é que as ativações trouxeram conteúdo para os clientes e maior engajamento com bate-papos, encontros com blogueiras e lançamentos de coleções. Além da presença dos RP’s nacionais das grandes marcas”, ressaltou a gerente de marketing e relacionamento do Pátio Batel, Mariane Kucinski Caponi. A equipe da Vogue também esteve presente em 18 lojas para bate-papos com o público e visitou todos os lojistas para escolher produtos nas lojas, identificados com a tag “Vogue Indica”. Foram desenvolvidas quatro diferentes tipos de tag para ajudar os clientes a entenderem as tendências apresentadas na passarela.

“Para a nossa ativação fizemos uma parceria com a Pandora que possibilitou uma troca de experiências entre nossas clientes, além de trazermos outros fornecedores para tornar esse momento ainda mais especial”, contou Alison Mazza Lubascher, proprietária da loja Liz. “O desfile passou na frente da loja, o que valorizou muito o espaço e encantou nossas clientes”, completou Ligia Castro, gerente da Pandora.

Confirmado como um dos principais eventos de moda da região sul, o Pátio Batel Fashion Walk contou com um público de mais de 7 mil pessoas e gerou um grande movimento no mercado fashion. Nos corredores circulavam convidados do Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, São Paulo, Rio de Janeiro e Mato Grosso do Sul. O evento serve como vitrine para lojistas que pretendem abrir suas portas no shopping. “Atraímos marcas nacionais, que só possuem lojas em São Paulo, e marcas internacionais que ficaram admiradas com a magnitude do evento, além do formato see now, buy now que estimula as vendas e valoriza os produtos comercializados nas lojas”, comentou o gerente comercial do Pátio Batel, Adriano Passos.

Interatividade é o segredo - O diferencial adotado foi além dos desfiles pelo mall e da transmissão ao vivo nas redes sociais. Com foco na democratização da moda, o evento contou também com telões interativos que mostravam as postagens do público com a hashtag oficial #pbfw03 (foram mais de 1.600 publicações) e dois bate-papos abertos ao público, nos quais os principais nomes da Vogue Brasil deram dicas de como usar joias em produções no dia a dia e adaptar as tendências da passarela no street style, sem medo de ser feliz!

“Curitiba é uma cidade com muito interesse por moda, venho pra cá e não vejo nenhum gap entre as clientes curitibanas e minhas clientes de Nova Iorque, por exemplo, e acredito que o Pátio Batel é um dos precursores disso. O shopping abriu a cabeça dos consumidores, até daqueles que nunca foram para fora, com esse mix de lojas incrível”, afirmou Jack Vartanian, em sua segunda participação no PBFW.

O burburinho nas redes sociais foi fundamental para garantir o sucesso ainda maior no segundo dia do evento que lotou os corredores do shopping com expectadores ávidos por informação de moda, que invadiram as lojas em busca dos produtos desfilados. Nos lounges da Clericot by Grupo Fabio Arasanz (piso L2) e GARDS (piso L3), convidados VIPs aproveitaram para conferir as peças desejo da temporada entre um drinque e outro.

“Para nós é um privilégio participar de um evento patrocinado pelo shopping e com a participação da Vogue Brasil, que é uma das maiores revistas de moda do mundo. Além disso, os desfiles trazem para o mall um público diferenciado e apaixonado por moda”, comentou Flavia Bottarelli, proprietária da loja Max Mara.

 Pátio Batel Fashion Walk em números

70 modelos
160 looks
Público de mais de 7 mil pessoas
Mais de 1.600 publicações no Instagram com a hashtag oficial do evento
Mais de 700 peças entre roupas, sapatos, joias e acessórios desfilados
53 empresas, entre criação, produção e execução do projeto
Crescimento de fluxo no shopping acima de 50%

Editado por Rafa Salomon.
Crédito da foto: Divulgação.

 

 

 

palestra_clovis_barros_cdl_danielzimmermann_8802

Clóvis de Barros Filho estará hoje em Curitiba para Fórum de Pessoas da Amcham

18 abril, 2017 às 14:25  |  por Maximilian Santos

Clóvis de Barros Filho estará hoje (18/04) em Curitiba , para participar do Fórum de Pessoas, evento promovido pela Câmara Americana de Comércio (Amcham-Curitiba), com o objetivo de promover uma reflexão sobre as tendências e transformações do mercado. Clóvis de Barros Filho será um dos palestrantes do Fórum de Pessoas, que tem o objetivo de promover uma reflexão sobre as transformações da sociedade e as tendências do mercado. Eugênio Mussak e Adriana Kersting também são convidados do evento.

Clóvis de Barros Filho irá abordar o tema “Mudança: um convite à realidade” será. Ele é professor livre-docente da Universidade de São Paulo (USP), palestrante há dez anos no mundo corporativo, consultor e autor de publicações como “Felicidade ou Morte” e “Ética e Vergonha na Cara!”.

O consultor em Desenvolvimento Humano e Organizacional, Eugênio Mussak, vai falar sore “os desafios dos seres humanos perante as adaptações”. Ele também é médico e escritor de livros como “Metacompetência – uma nova visão do trabalho”.

“A quarta revolução industrial” será o tema da palestra de Adriana Kersting, diretora de Recursos Humanos da SAP  Labs na América Latina. O termo é usado para marcar a transformação causada pela convergência das tecnologias digitais, físicas e biológicas.

 

Editado por Maximilian Santos.
Crédito da foto: Daniel Zimmermann.

 

 

 

Jorge Costa Oliveira

Ministro português busca aproximação comercial em Curitiba

22 março, 2017 às 17:28  |  por Maximilian Santos

O WTC Curitiba promove nesta segunda-feira (27) na Fiep (Jardim Botânico) o evento “Internacionalização como saída? – O acordo Portugal 2020 como porta de entrada na Europa”, com a presença do secretário de Estado da Internacionalização de Portugal, Jorge Costa Oliveira.

O objetivo é estreitar as relações comerciais entre empresários paranaenses e o mercado lusitano, a partir do acordo Portugal 2020 – que a União Europeia promove desde 2014 para estimular o desenvolvimento econômico, social e sustentável do país ibérico num prazo de seis anos.

Com apresentações do administrador Luis Castro Henriques, do Aicep Portugal Global, de Gonçalo Almeida, sócio da AD Sociedade de Advogados, e de Carla Maia, CEO da GO Engenharias, o evento abordará incentivos em inovação produtiva, Golden Visa e M&A.

A iniciativa marca o início da nova gestão do WTC Curitiba e WTC Joinville, presididos pelo empreendedor Josias Cordeiro da Silva em sociedade com os executivos Vanderlei Palhano, Rui Francisco de Paula, Gilmer Solis e Sandro Vieira. Fundada nos Estados Unidos pela família Rockefeller nos anos 1960, a sigla WTC (World Trade Center) é mundialmente conhecida como sinônimo de solidez e fomento de grandes negócios, contando com uma rede de 330 escritórios em 110 países.

 

Editado por Maximilian Santos.
Crédito da foto: Divulgação.

 

 

11483606032017_0034__MG_0485_NJR

Warung Day Festival na Party at the mall

16 março, 2017 às 18:02  |  por Rafaela Salomon

O ParkShoppingBarigüi fechou uma parceria inédita com o Warung Day Festival, do Warung Beach Club, de Itajaí (SC), para a quinta edição da Party at the mall. O festival do renomado club de música eletrônica da Praia Brava terá um longe exclusivo na festa que acontece no dia 30 de março. O evento compõe o calendário de moda e tendências, movimentando os corredores do shopping com atrações especiais e muita promoção.

 

Na foto, Patrik Cornelsen, da Planeta Brasil (à esq.), Silvia Pires Omairy, gerente de marketing do ParkShoppingBarigüi, e Gustavo Conti, do Warung Beach Club.

 

Postado Rafa Salomon

Mostra Casa Black 1

Black Home Design promove a segunda edição da Mostra Casa Black

16 março, 2017 às 17:44  |  por Rafaela Salomon

A segunda edição da Mostra Casa Black já está com data confirmada de abertura no próximo dia 30 de março. A mostra de decoração é promovida pela Black Home Design, com a participação de 15 reconhecidos profissionais da arquitetura, decoração e do paisagismo, que assinarão diferentes espaços, apresentando as principais tendências do mercado do décor. Entre os confirmados estão Camila Bruzamolin; Carla Freitag; Carla Kiss; Cris Maciel e Sony Luczyszyn; Deise Watanabe; Diego Miranda e Zeh Pantarolli; Felipe Saia e Gleidson Silvério; Fernanda Jung; Francisco Kozovits; Jordana de Fraga e Gustavo de Fraga; Priscila Mileke; Samara Barbosa; e Wolfgang Schlogel.

Em um espaço de 800 m², o evento, que conta com a curadoria da designer Maria Alice Berndt, apresentará propostas que vão desde o clássico ao conceitual, com tendências internacionais e peças assinadas por famosos nomes nacionais do design de mobiliários, como Bruno Faucz, Fabrício Roncca,  Pedro Mendes, Marcelo Ligieri . Além disso, a Mostra Casa Black 2017 levará aos visitantes, as últimas tendências do mercado mobiliário, design diferenciado e valorização dos profissionais e fornecedores locais, que mostram todo seu talento e competência nos temas dos espaços que pretendem apresentar e na identidade dos mobiliários escolhidos.

 


Crédito da foto:
 Vaneska Vipieski.

 

Serviço:
Mostra Casa Black 2017
Data: Coquetel para convidados – 30 de março.
Abertura para o público – 31 de março.
Local: Black Home Design (Av. Manoel Ribas, 4.824 – Santa Felicidade).
Informações: (41) 3503-766

Facebook: @blackhomedesign

Postado Rafa Salomon

jose-ricardo-noronha

5 dicas para turbinar a motivação de seus profissionais em 2017

16 março, 2017 às 17:35  |  por Rafaela Salomon

*Por José Ricardo Noronha

Pare e pense: quem são os líderes que mais lhe têm inspirado, seja no campo pessoal, político ou profissional? Você deve ter encontrado bastante dificuldade neste exercício, não é mesmo? Especialmente na área profissional, nunca estivemos tão carentes de pessoas inspiradoras, que se preocupam em construir bons resultados da forma mais ética possível.

E esta construção de resultados passa pela valorização e entendimento pleno dos pontos fortes, talentos e até mesmo os pontos de melhoria dos profissionais. E isso só é possível com a proximidade dos líderes com seus liderados. Entretanto, na maioria das vezes se percebe que o líder está distante e pouco conhece os sonhos, as aspirações e os desejos dos colaboradores. Muitos, ainda, preferem liderar ao modo de pressão extrema e com pouco contato.

Disso tudo, deriva, entre outros efeitos, os baixíssimos níveis de engajamento e motivação, que são percebidos em organizações do mundo inteiro. Nos Estados Unidos, por exemplo, a conceituada consultoria Gallup estima que apenas 1/3 dos profissionais estejam realmente engajados em seus trabalhos. E a mesma pesquisa ainda aponta que a falta de motivação tem um custo anual de aproximadamente US$ 350 bilhões. Inacreditável, não é?

E para ajudar você, que é líder da sua organização, a incrementar os níveis de engajamento e motivação de seus profissionais, eu compartilho cinco dicas espetaculares para fomentar uma equipe que privilegie a criação de um ambiente de automotivação. Vamos lá:

1) Dê maior autonomia aos seus profissionais: as pessoas valorizam cada vez mais a autonomia. Com menor autonomia, menor é a motivação e o engajamento. Por outro lado, quanto mais empoderamento para seus profissionais, maior o engajamento e motivação por parte deles.

2) Estabeleça um vínculo com seus profissionais: isso só é possível quando você conhece os valores, sonhos e propósitos de seus liderados. Implante uma cultura que privilegie um feedback mais frequente e genuíno possível. Mostre que você se importa com eles.

3) Crie metas SMART: que sejam, de fato, específicas, mensuráveis, atingíveis e relevantes no tempo estabelecido. Um exemplo prático: ao invés de colocar pressão extrema em cima do que precisa ser feito pelos vendedores de sua empresa para atingirem suas metas, crie em conjunto com eles metas que tenham estes cinco componentes: específicas, mensuráveis, atingíveis, relevantes e com tempo estabelecido.

4) Fomente uma cultura de aprendizagem contínua: celebre os grandes aprendizados, pois são eles os responsáveis pelo desempenho, eficácia e produtividade de vendas da sua empresa. Foque na educação de alta performance.

5) Foque no propósito e nos valores: fuja do modelo tradicional de gestão de vendas apenas baseado em métricas e indicadores de alta performance. Tenha um alinhamento no propósito de existência e dos valores da empresa e dos seus profissionais. Isso faz com que eles se sintam motivados e que o trabalho tem um valor grandioso, que vai além dos lucros. Lembre-se que um dos maiores motivos que levam as pessoas a se desligarem de sua empresa é a sensação de falta de motivação, que se explica, em muitos casos, do distanciamento dos líderes.

Portanto, busque colocar estas cinco dicas em prática: autonomia, maior vínculo com os liderados, metas SMART, cultura de educação e propósito de valores. Assim, você vai ver o engajamento e a motivação de seus profissionais crescerem de forma exponencial.

Sucesso!

* José Ricardo Noronha é vendedor, palestrante, professor, escritor e consultor. Formou-se em Direito pela PUC/SP e tem MBA Executivo Internacional pela FIA/USP. Possui especialização em Marketing, Empreendedorismo, Empreendedorismo Social e Vendas pela Owen Graduate School of Management e é Professor dos MBAs da FIA. É autor dos livros “Vendedores Vencedores” e “Vendas. Como eu faço?”, além de idealizador da Universidade das Vendas. www.paixaoporvendas.com.br e www.universidadedasvendas.com.br

Sobre José Ricardo Noronha

É vendedor, palestrante, professor, escritor e consultor. Tem como sonho e missão transformar a carreira e a vida de milhares de profissionais e os resultados de vendas de empresas através do compartilhamento de lições, experiências, dicas e da sua própria história de superação pessoal.

Formou-se em Direito pela PUC/SP e tem MBA Executivo Internacional pela FIA/USP. Possui especialização em Marketing, Empreendedorismo, Empreendedorismo Social e Vendas pela Vanderbilt University (Owen Graduate School of Management) e atua como professor dos Programas de MBA da FIA e também do Programa de Educação Continuada do Corretor de Imóveis do CRECI/SP.

Escreveu os livros “Vendedores Vencedores” e “Vendas. Como eu faço?”, que contam com a participação especial de experts como Gustavo Cerbasi, Robert Wong, Eugenio Mussak, Raul e James Hunter, entre outros. É considerado um dos 5 maiores palestrantes e professores de vendas do Brasil.

Site: www.paixaoporvendas.com.br | Blog: www.josericardonoronha.com.br

 

Postado por Rafa Salomon