Foto: Divulgação

Oficina de Música exibe doc. de Eduardo Coutinho e cinebiografias

9 janeiro, 2018 às 10:54  |  por Cristiano Castilho

Depois de uma polêmica e histórica pausa no ano passado, a 35ª Oficina de Música, que acontece entre 27 de janeiro e 8 de fevereiro, divulgou hoje sua programação completa. Já havíamos adiantado algumas atrações da fase popular aqui (Martinho da Vila, Letieres Leite, Toquinho, Ruby e Kléber Albuquerque), e agora os concertos da fase erudita – neste ano as duas fases acontecem simultaneamente – também foram divulgados. A programação completa está aqui.

Oito filmes, entre documentários, cinebiografias e registros de shows históricos, também fazem parte do evento, e serão exibidos na Cinemateca de Curitiba com ingressos gratuitos. Veja aí:

 “Raul, O Início, O Fim e o Meio” (2012)

Filme tardio, que veio somente após 20 anos da morte de Raul Seixas, a cinebiografia do músico tem direção de Walter Carvalho e tenta dar conta da complexidade da personalidade do coautor de “Gîtâ.”
27 de janeiro, 16h, Cinemateca de Curitiba

“As Canções” (2011)

Dezoito personagens escolhidos por Eduardo Coutinho, mestre maior do documentário brasileiro, expõem suas experiências por meio de lembranças ligadas a clássicos da nossa música.
30 e 31 de janeiro, 16h, Cinemateca de Curitiba

“Tropicália” (2012)

Foto: Acervo Iconographia

Foto: Acervo Iconographia

O documentário de Marcelo Machado faz uma análise sobre o movimento multicultural que completou 50 anos em 2017. Entrevistas com Caetano Veloso, Gilberto Gil, Rita Lee e outros.
1.º e 2 de fevereiro, 16h, Cinemateca de Curitiba

“Música Erudita Brasileira: Das Origens ao Nacionalismo Musical” (1974)

O filme investiga músicos e compositores do século 18 que estabeleceram bases para o nacionalismo musical, cujos expoentes foram Heitor Villa-Lobos e Alberto Nepomuceno.
3 de fevereiro, 16h, Cinemateca de Curitiba

“Violeta Foi para o Céu” (2011)

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Perfil da famosa e aguerrida cantora chilena Violeta Parra, incansável defensora dos direitos humanos e da democracia. Direção de Andrés Wood.
4 de fevereiro, 16h, Cinemateca de Curitiba

“Gonzaga de Pai para Filho” (2012)

Cinebiografia de Luiz Gonzaga, o Rei do Baião.
6 de fevereiro, 16h, Cinemateca de Curitiba

“Brandemburgo nº 5 e Suíte nº 2 de Bach”

Registro do concerto que teve regência do cravista Fernando Cordella para duas peças de Bach: o Concerto de Brandemburgo nº. 5 para flauta, violino (Winston Ramalho) e cravo e a Suíte Orquestral nº. 2 para flauta e cordas.
7 de fevereiro, 16h, Cinemateca de Curitiba

“Uma Noite em 67” (2010)

Foto: AJB/Rio

Foto: AJB/Rio

Resgate histórico do 3º. Festival de Música Popular Brasileira, em outubro de 1967. Entre os candidatos aos principais prêmios figuravam Chico Buarque de Holanda, Caetano Veloso, Gilberto Gil e Mutantes, Roberto Carlos, Edu Lobo, dentre outros.
8 de fevereiro, 16h, Cinemateca de Curitiba

 

 

 

 

 

 

 

0 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>