DENARC: Grupo FERA e núcleo da região metropolitana prendem quadrilha de roubo a carro

20 novembro, 2014 às 15:53  |  por João Carlos Frigério

Policiais Civis da Força Especial de Repressão Antitóxico (FERA) em conjunto com o núcleo da região metropolitana sob comando do Delegado Cássio André Dias Conceição da divisão estadual de narcóticos (Denarc), prenderam uma quadrilha suspeita de roubar carros e trocar por drogas após investigação de três semanas. A quadrilha havia mudado para o Bairro Gralha Azul em Fazenda Rio Grande há pouco mais de 1 mês. No fim de semana eles teriam roubado dois veículos, um Ford Fiesta e um Sandero. Durante o dia eles saíram com o Fiesta para roubar outro carro e o Sandero ficou na residência.

Os policiais invadiram a residência e detiveram um casal. Para prender o resto da quadrilha foram necessárias três horas de campana aguardando o resto do grupo retornar para a residência. Já era noite quando o grupo começou a retornar na casa. Primeiro voltaram com o Fiesta. Logo em seguida dois rapazes chegaram com um Astra que haviam acabado de roubar em São José dos Pinhais. Todos foram detidos.

Na residência ainda havia um livro religioso falso, usado para transportar uma pistola em seu interior.

O que chamou a atenção dos policiais é que no dia anterior, utilizando o Sandero roubado eles praticaram um assalto a um casal no bairro Pinheirinho em Curitiba. Além de dinheiro e celulares os bandidos roubaram um cachorrinho da raça Yorkshire. O animalzinho já tinha destino, a namorada de um dos integrantes da quadrilha.
Cinco jovens presos, três veículos, um revólver calibre 32 e o cãozinho recuperados foram encaminhados ao Denarc em Curitiba.

Na Denarc os policiais conseguiram localizar os donos do Yorkshire. Na chegada da família a emoção tomou conta de todos, veja o vídeo:

PRF prende casal com 42 quilos de cocaína, 33 quilos de pasta base e 100 munições

18 novembro, 2014 às 16:43  |  por João Carlos Frigério

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) prendeu na tarde desta terça-feira (18) um casal que transportava 41,9 quilos de cocaína e 32,6 quilos de pasta base em Alto Paraíso, região Noroeste do Paraná. Os presos portavam ainda 100 munições de calibre 9 milímetros. Eles estavam em um veículo Toyota Hilux, abordado km 9 da BR 487, em frente ao Posto Porto Camargo da PRF.

Os policiais rodoviários federais encontraram a droga escondida em fundos falsos sob os bancos do veículo. O homem tem 53 anos de idade e a mulher, 30. Eles disseram à equipe da PRF que embarcaram a droga em Pedro Juan Caballero, no Paraguai. O destino seria Curitiba. A ocorrência foi encaminhada à Delegacia da Polícia Federal em Guaíra.

Cope prende latrocida e ladrões de caixas eletrônicos

18 novembro, 2014 às 16:38  |  por João Carlos Frigério

Policiais civis do Centro de Operações Policiais Especiais (Cope) prenderam, na noite do último sábado (15), na Travessa Nestor de Castro, no bairro São Francisco, em Curitiba, Wesley, 30 anos, o “Esqueleto”. Ele está condenado há 36 anos por crimes de latrocínio e roubo. “No momento da prisão ele apresentou documento falso, por isso também vai responder por uso de documento falso, além é claro do cumprimento do mandado de prisão”, contou o delegado-titular do Cope, Luiz Alberto Cartaxo Moura.

Wesley foi condenado há seis anos por roubo e trinta anos por latrocínio. Cumpriu seis anos de pena em regime fechado. Teve a progressão de regime decretada e no dia 20 de agosto às 15h deu entrada na Colônia Penal Agrícola (CPA), em Piraquara. Às 20h30 do mesmo dia ele saiu da Cpa e nunca mais voltou.

Caixas eletrônicos – Cartaxo explicou que o inquérito sobre a quadrilha chefiada por policiais militares que fazia arrombamentos a caixas eletrônicos desmantelada pelo Cope no último dia 7 será concluído esta semana. Nesta operação, foram presas 24 pessoas. Dessas, sete são policiais militares, inclusive com a participação de um oficial. Além de fazerem os arrombamentos, os policias militares que faziam parte da quadrilha também criavam falsas ocorrências para facilitar a vida dos arrombadores de caixas eletrônicos. “Desde abril nós já prendemos 37 pessoas envolvidas com o arrombamento de caixas eletrônicos. Foram autuadas 24 pessoas desta quadrilha (18 foram presas) e outras 19 pessoas presas de outros grupos criminosos”, lembrou Cartaxo.

Na noite da última segunda-feira (17), por volta das 22h, policiais militares do Batalhão de Operações Especiais (Bope) prenderam Adrian, 22 anos, e Marcos, 35 anos, com explosivos, que provavelmente seriam utilizados na explosão de caixas eletrônicos. Eles foram presos no KM 110 da BR-277, na Cidade Industrial de Curitiba (CIC). “Eles foram autuados aqui no Cope. O Adrian já tinha antecedentes criminais por tráfico de drogas”, explicou Cartaxo.

Balsa Nova vira praça de guerra em ação de bandidos

17 novembro, 2014 às 05:44  |  por João Carlos Frigério

A pacata cidade de Balsa Nova, com seus 11 mil habitantes, localizada a 45 km de Curitiba, virou uma praça de guerra na madrugada desta segunda-feira (17). Um grupo fortemente armado cercou uma agência da Caixa Econômica Federal por volta das 3h30, e iniciou uma operação de guerra.
O grupo fechou a rua e iniciou uma série de disparos de fuzil 556, 762 e metralhadora 9mm. Foram muitos disparos em direção ao destacamento da Polícia Militar localizado a 300 metros da agência. Os bandidos também atiraram em câmeras de seguranças localizadas na Câmara Municipal da cidade. Após duas explosões em dois caixas eletrônicos, os bandidos fugiram com o dinheiro.
Na entrada principal da cidade o grupo jogou na pista “miguelitos”, que acabaram furando o pneu de duas viaturas. Até o momento ninguém foi preso.

A Polícia Federal deve investigar o caso.

Vigilante sofre há quase 2 meses com o braço quebrado à espera de cirurgia

14 novembro, 2014 às 22:25  |  por João Carlos Frigério

O vigilante Luiz, 31 anos, vive um drama à espera de uma cirurgia. No dia 17 de setembro deste ano, ele sofreu um acidente durante o trabalho e foi socorrido pelo Siate até o Hospital Evangélico de Curitiba. No hospital, após um exame de raio-x foi constado que ele sofreu uma fratura no braço, no osso úmero. O que era para ser uma simples cirurgia e colocação de gesso se tornou um drama. Na madrugada, de acordo com informações do vigilante não foi realizada a cirurgia pois não havia anestesista naquele momento. Ele informa que foi colocada uma tala em seu braço e o mandaram para casa.

Após 45 dias de tratamento, a cirurgia estava marcada para o dia 4, porém ao chegar lá ele foi surpreendido dizendo que a cirurgia havia sido remarcada para esta sexta-feira (14), porém, mais uma vez hoje, desmarcaram a cirurgia e agora não há previsão para realização da mesma.

Veja o vídeo da situação em que o vigilante se encontra neste momento:

PRF apreende mais de meia tonelada de maconha no Paraná

14 novembro, 2014 às 11:43  |  por João Carlos Frigério

Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu 575 quilos de maconha na tarde desta quinta-feira (13) em Lindoeste, região oeste do Paraná. A droga era transportada em um veículo Ford EcoSport. A equipe da PRF que fazia ronda na altura do km 173 da BR 163 desconfiou do veículo ao cruzar com ele, e imediatamente executou operação de retorno para abordá-lo. Ao perceber a aproximação da viatura, o condutor fugiu e, após efetuar uma série de ultrapassagens proibidas e transitar pelo acostamento, acabou por abandonar o veículo, três quilômetros à frente. Ele não foi localizado.

Além da maconha, dividida em 751 tabletes, havia no carro 200 gramas de haxixe e 26 gramas de cocaína. O veículo e as drogas foram encaminhados pela PRF à 15ª Subdivisão da Polícia Civil em Cascavel.

Polícia Civil prende irmãos com R$ 2 milhões em joias furtadas

14 novembro, 2014 às 11:39  |  por João Carlos Frigério

Cerca de R$ 2 milhões em joias furtadas de residências no Batel, em Curitiba, foram recuperados numa casa no Bairro Alto, também na capital, na noite da última quarta-feira (12), por policiais civis da Delegacia de Furtos e Roubos (DFR). Os irmãos Elias, 32 anos, e Adriano, 36 anos, foram presos. Um Cruze e um Vectra foram apreendidos. Com Adriano, os policiais também encontraram uma pistola 380.

O delegado Rodrigo Souza, da DFR, explicou que a ação criminosa vinha sendo investigada pela especializada há pelo menos três meses. “Eles eram especializados em furto, que é subtrair objetos ou dinheiro sem o uso da violência. Estima-se que eles tenham praticados no mínimo cerca de dez atos criminosos em residências do Batel e algumas do Centro da cidade”, contou o delegado.”Eles andavam armados, mas o desejo deles sempre era furtar. A arma era só para o caso de algo sair errado. Aí eles migravam para o roubo. Num dos casos em que eles foram furtar e a família estava lá eles fizeram isso”, explicou.

Souza destacou que a investigação segue para encontrar os receptadores do bens furtados e para averiguar a participação de vigilantes que podem ter facilitado a vida dos irmãos criminosos.

A PRISÃO – No começo da noite de quarta, conhecendo a dupla, os policiais da DFR abordaram Elias em um Vectra praticamente 0KM numa rua do Bairro Alto. “Ele apresentou documentação falsa, mas logo foi descoberto e conduzido até a delegacia. Na delegacia foi encontrada uma chave com alarme de uma casa, que ele insistia em dizer que era da casa da mãe, onde morava em Piraquara. Descobrimos que a casa onde junto como irmão ele guardava os objetos furtados, no Bairro Alto”, explicou Souza.

Na sequência, uma equipe da DFR se deslocou até a casa e lá encontrou Adriano, numa casa luxuosa conquistada na base de muitos furtos. Com ele foi apreendida a pistola e dezenas de brincos, pulseiras, braceletes, anéis, correntes, gargantilhas, relógios, pingentes entre outras joias, tudo de ouro e brilhantes. Inicialmente avalia-se que as joias apreendidas valem em torno de R$ 2 milhões. “Agora vamos chamar as vítimas para fazer o reconhecimento das joias e para podermos devolvê-las”, concluiu o delegado, destacando que será pedido judicialmente o sequestro dos bens dos irmãos.

Policial militar morre em assalto a posto de combustível em São José dos Pinhais

14 novembro, 2014 às 11:04  |  por João Carlos Frigério

Dois homens mataram um policial militar na noite desta quinta-feira (13), durante um assalto a um posto de combustível em São José dos Pinhais. A situação aconteceu quando a dupla entrou na conveniência de um posto localizado na Rua Alameda Arpo, bem próximo do quartel do 17° Batalhão, e deu voz de assalto. Eles levaram o dinheiro e alguns produtos da loja. Em seguida saíram do estabelecimento a pé.
O soldado do serviço reservado do 17° Batalhão Leandro Souza Ferst havia acabado de sair do quartel e parou o seu veículo para abastecer. Ao perceber a ação dos marginais correu atrás deles. Em seguida houve uma intensa troca de tiros e o policial foi baleado no braço e no peito.

Socorristas do Siate e o médico foram até o local e prestaram socorro ao policial que no momento do atendimento já estava em choque devido a uma hemorragia interna. Ele foi encaminhado rapidamente ao Hospital de São José, onde foi constatado que o disparo no peito desceu e atingiu o fígado. Leandro passou por uma cirurgia e logo em seguida não resistiu e morreu.

Um dos suspeitos pode ter sido baleado já que no caminho que eles fizeram fugindo a pé foi encontrado um rastro de sangue.
Durante toda a noite e madrugada um grande cerco policial foi montado atrás da dupla, porém até o momento eles não foram localizados. As imagens do circuito de câmeras do posto deve ajudar a polícia a encontrá-los.

Veja o vídeo da ação dos marginais:

Carro voa sobre rio e colide em barranco em São José dos Pinhais

13 novembro, 2014 às 12:17  |  por João Carlos Frigério

Um jovem de 19 anos ficou ferido após voar sobre um rio e colidir contra um barranco. A situação aconteceu na madrugada desta quinta-feira (13) na Rua Wenceslau Marek, Jardim Aeroporto em São José dos Pinhais.

De acordo com informações do Corpo de Bombeiros, o rapaz seguia pela via em alta velocidade quando perdeu o controle do carro em uma curva. O veículo saiu da pista e voou sobre um rio e colidiu na margem oposta. O motorista ficou enclausurado no veículo e foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros e encaminhado ao Hospital São José sem risco de morte.

Denarc prende dentista “armada até os dentes”

13 novembro, 2014 às 11:35  |  por João Carlos Frigério

O “sorriso amarelo” de Marina, 26 anos, ao ser abordada e presa em flagrante por policiais civis da Divisão Estadual de Narcóticos (Denarc), na tarde da última terça-feira (12), pouco combinava com sua profissão: dentista. A odontóloga e seu comparsa Ronaldo, 25 anos, o “Roni”, foram abordados em um Megane na garagem do consultório de Marina, no Xaxim, no momento em que ele iria entregar uma espingarda calibre 12 e uma pistola 9 milímetros municiada para mulher. Na sequência da abordagem, outras armas pesadas, munições e drogas foram encontradas com a ela.

Segundo a delegada Camila Ceconello, titular do Núcleo de Curitiba da Denarc, as investigações se iniciaram a partir de denúncias de que a dentista armazenava drogas em seu consultório dentário. “A denúncia também dizia que ela contava com o auxílio de “Roni”, que costumava fazer algumas entregas de drogas para ela, além do transporte de armas”, contou a delegada.

Com a informação de que “Roni” levaria uma arma para o consultório, na tarde de terça, os policias da Denarc fizeram uma campana no local e flagraram o momento em que ele chegou ao local no Megane, placas AJQ-8321, e estacionou na garagem do consultório. “Assim que Marina foi até o veículo, os policias fizeram a abordagem e em revista ao automóvel localizaram uma espingarda calibre 12 no porta-malas, além de uma pistola 9 milímetros municiada, escondida na parte traseira do banco do passageiro”, contou a delegada.

“Até os dentes” – Nunca foi tão próxima do literal a expressão “armada até os dentes”. Em revista ao consultório, foram localizadas 30 munições de fuzil. Na residência da dentista, também no Xaxim, foram encontrados uma submetralhadora 9 milímetros, um carregador municiado com munições de 9 milímetros, 1, 3 quilos de crack, 2 quilos de maconha e uma balança. Em outra residência mantida pela dentista para armazenagem de entorpecentes, localizada no Campo do Santana, foram encontrados mais 13,5 quilos de maconha, uma balança de precisão e 4 munições calibre 38. “No total apreendemos uma submetralhadora Calico 9 milímetros, uma espingarda semiautomática calibre 12, L. Franchi, uma pistola 9 milímetros Cherokee com numeração raspada, uma pistola 9 milímetros, Read Warning, uma garrucha calibre 22, 72 munições, sendo 30 munições para fuzil calibre 7.62, 28 munições calibre 9 milímetros e 4 munição calibre 38, 15,5 quilos de maconha, 1,35 quilos de crack e duas balanças de precisão”, elencou a delegada.

A dupla foi autuada por porte ilegal de arma de uso restrito. Marina também foi autuada por tráfico de drogas. “Roni” já tinha antecedentes criminais por receptação.